3 livros para curtir nas férias

Eu não sei vocês, mas nossas férias estão bem chuvosas. A gente veio pra praia alguns dias antes do Natal, e desde então tem chovido um bocado – conto nos dedos os dias em que fez sol de verdade. Aí não tem jeito, é brincar em casa mesmo. A sorte é que trouxemos amigos, brinquedos, jogos e livros divertidos – livros com jeitão de férias mesmo, pra brincar. Escolhi três pra dividir com vocês:

1. Meus primeiros jogos e passatempos (para meninos)

Os almanaques de férias, já falei do quanto eu curtia eles quando mostrei O livro com um buraco aqui (aliás, esse é outro legal de brincar nesse tempo feio). Esse aqui é um almanaque mesmo, cheio de atividades e brincadeiras. Desenhar montros e seres do fundo do mar, colorir dinossauros, descobrir erros e desvendar labririntos – tudo com ilustrações divertidas e bem coloridas. São 64 páginas de atividades – algumas de adesivos também, que completam páginas determinadas (carrinhos de corrida, criaturas estranhas e outros). Tem a versão “para meninas” também, que eu não cheguei a ver. Mas olha, conheço um monte de menina que ia curtir muito esse daqui. Da editora britânica Usborne (que aliás tem vários outros livros de atividades editados em português do Brasil) – descobri o nosso na Livraria da Vila, em Curitiba. Paguei em torno de 30 reais – mas dá pra achar mais em conta em grandes supermercados e outras livrarias online.

Meus primeiros jogos e passatempos - jeitão de almanaque de férias

Meus primeiros jogos e passatempos – jeitão de almanaque de férias

passatempo2

labirintos para resolver, objetos para encontrar

passatempo3

criançada criando monstros – detalhe pra língua de fora do Francisco, rs 🙂

2. Brincando no Castelo

Tá aí um livro diferente: Brincando no Castelo se abre como livro pop-up e também como um grande tabuleiro para brincar. É bacana porque é cheio de detalhes e surpresas – castelo, banquete, floresta, tudo se abre, cheio de detalhess. Num envelopinho anexo à caixa onde vem o livro/tabuleiro estão os personagens, animais e objetos para brincar e montar. São pedacinhos pequenos e bem delicados (alguns detalhes já se rasgaram por aqui, triste), por isso é legal para crianças maiores de 3 anos. O livro (ou brinquedo?) é de autoria de Corina Fletcher, ilustrado por Britta Teckentrup – já falei de alguns outros livros da ilustradora por aqui, como o Apenas um é diferente (ó, aí mais um bem divertido para as férias). No mesmo estilo do Brincando no Castelo, tem também o Brincando na Fazenda. Ambos da editora Brinque-Book.

castelo

a caixa do Brincando no Castelo – dentro dela, livro, personagens, tabuleiros e muitas surpresas

castelo3

o nosso a gente colou no chão para brincar melhor – rendeu boa distração!

  3. Onde está Wally?

Aí, agora sim! Se tem um livro de férias que eu adorava quando era pequena e continuo adorando é esse: Onde está Wally? é um clássico. Criado pelo britânico Martin Handford em 1987, a brincadeira é encontrar o rapazinho de camisa listrada, gorro vermelho e branco e óculos redondos em meio a muita gente – mas muita gente mesmo. O cenário é diferente a cada página: na praia, no zoológico, no museu, e no final há outras tarefas (encontrar três contrabandistas de relógio e um corredor de quatro pernas, entre outros). Vai tempo pra completar tudo! Por aqui a gente só tem a primeira edição, clássica, de capa azul – mas são diversos os livros publicados.

Tem Um passeio na História (o segundo volume), tem Uma viagem fantástica (o terceiro), e ainda outros tantos de atividades. No Brasil as edições são da Martins Fontes Paulista – dá pra ver todos os publicados aqui. Achei bacana que dá pra comprar a coleção completa de cinco livros reunidos em um só: A Mais Completa Coleção de Viagem sai em torno de 50 reais no site da editora. Fica bem mais em conta que os livros individuais. Outra opção é brincar online: no site oficial do Where’s Wally? dá para fazer um breve cadastro e brincar em diversos cenários cenários diferentes, com direito a checklist e tudo. Pra crianças de todas as idades – adultos também!

wally

onde está wally, o clássico

wally2

consegue encontrar o wally no museu?

1 comentário

Vamos conversar?