A Cor de Coraline, de Alexandre Rampazo

Estranho mesmo foi o dia em que Pedrinho chegou para Coraline pedido o lápis cor da pele. Quer dizer, não parecia nada estranho pra ele naquele momento, mas a pergunta foi suficiente para deixar a Coraline com cara de lagosta. Afinal, naquela caixa de 12 cores, qual seria a “cor de pele” – e mais importante, a pele de quem?

O pensamento de Coraline vai longe…porque se morassem em Marte, certamente a cor da pele deles seria verde. E se morassem num país de envergonhados, ou ainda…num país onde todos fossem vermelhos de raiva? Imagine só que engraçado! Também poderia ser um mundo fofinho, fofuxo, onde tudo e todos fossem….lilás!

Enquanto Pedrinho espera, a imaginação de Coraline voa e nos leva pra cada um desses mundos super coloridos, cheios de formas e de peles diferentes. Muito parecidos com o nosso, aliás! Livro incrível, importante, urgente – e divertidíssimo! Coraline, somos fãs!

“A Cor de Coraline”, de Alexandre Rampazo, saiu pela editora Rocco.

***

Vamos conversar?