oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Apps e livros digitais”
5 set 2013

Sneaky Sam

Escrito por
Apps e livros digitais

Olha, admito que ainda não me acostumei mesmo com essa coisa de tablet. Acho sensacional, mas sei não, ainda me bato pra umas besteiras. Mas tenho achado muito aplicativo legal, especialmente coisas para crianças – e apesar de meio devagar, cada vez vou me habituando mais ao mundo dos tablets. O Francisco adora (com moderação, claro, minha gente) – desde os quebra-cabeças até claro, os livros digitais. E olha, tem um mais bacana que o outro. Esse aqui eu vi indicação na página do facebook da E-Stilingue (que faz o Dragoberto, livro digital do qual já falei por aqui):

IMG_7116

Sneaky Sam conta a história de um garotinho que gosta de aprontar. A tradução de sneaky é ‘sorrateiro’ – sabe, aquele garoto malandro? Então, o Sam é assim. Ele se esconde no armário, troca seu desenho na escola com o amigo Cooper, coloca uma aranha de brinquedo na lancheira na amiga Harriet (sacanagem), entre outras travessuras.

É em inglês – e aliás, um inglês lindo, britânico (adoro o sotaque!). As ilustrações são muito bonitas, da australiana Binny – com três cores principais: amarelo, vermelho e azul. E cheia de detalhes – essa é a parte mais legal, enquanto a gente vai lendo, dá para tocar em objetos na tela e ter algumas surpresas. A porta do armário que abre, a luz acende e apaga, as flores se mexem.

IMG_7127

E não é só isso: o aplicativo também traz três joguinhos, todos com as ilustrações do livro. Um de adesivos, que dá pra colar na tela e salvar, um de memória e o preferido do Francisco, que é o de procurar o Sam nos lugares mais escondidos. É divertido. No site do aplicativo dá pra baixar os adesivos e outras coisinhas divertidas, vale dar uma olhada. Ah, está disponível para iPad e iPhone, e custa U$ 2,99.

IMG_7132

 


14 maio 2013

aplicativo: Dragoberto

Escrito por
Apps e livros digitais

Olha, deixa eu confessar: não sou muito fã de tablets e coisas do tipo não. Eu até queria gostar, mas não tenho paciência, e não sei, acho que as coisas não funcionam direito na minha mão (existe isso, será?). Mas né, esse mundo tecnológico aí, essa criançada antenada, é bom que eu aprenda a mexer nessas coisas todas e o Francisco também, como não? 🙂

Esses dias vi a indicação de um livro digital chamado Dragoberto, na Revista Crescer, e fiquei curiosa. Baixei para o Francisco e pronto, foi amor à primeira vista!

screen-1

A história é bonitinha demais: a maior diversão dos dragões é destruir aldeias e comer churrasco, mas não pra esse cara aqui. Dragoberto gosta mesmo é de imaginar aventuras e comer melancia. Problema é a hora de cuspir as sementes – imagine só um dragão cuspidor de fogo tentanto cuspí-las. Um dia ele descobre que existe uma terra, muito longe, onde as melancias não têm sementes – o livro é a história dele em busca dessa terra, suas aventuras.

screen-2

O aplicativo tem três possibilidades de locução e de texto: em português, espanhol e inglês. Dá também pra deixar off, mas acho legal justamente ouvir outra pessoa contando a historinha pra gente, tão gostoso. Algumas das páginas são interativas, dá pra brincar com elas. Fazer Dragoberto voar, pintar uma fotografia (minha parte preferida), apagar o fogo com a água (a parte preferida do Francisco).

É divertido, quase uma brincadeira. Aqui em casa funciona bem, menos pra hora de dormir. É difícil convencer o Francisco a desligar o tablet depois de ler a historinha, então prefiro deixar par as outras horas. Por enquanto, na hora da cama, só livrinho tradicional mesmo, de papel. Nas outras horas, vale tudo!

***

O livro é disponível só para ipad e custa U$3,99 o download.

Mais informações aqui e na página da editora E-Stilingue.