oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Clássicos”
18 jul 2017

livros: O Grande Rabanete e O Caso do Bolinho

Escrito por
Clássicos, Destaques, Literatura Brasileira, Novidades e Lançamentos

Clássico é clássico, não adianta: não envelhece jamais, é sempre uma delícia ler e reler. Tatiana Belinky tem dezenas deles – é uma das escritoras infantis brasileiras mais importantes, autora de histórias inesquecíveis (e mais de 270 livros publicados! 😳). Por isso fiquei encantada quando vi essas reedições de dois de seus livros mais queridos: “O Grande Rabanete” e “O Caso do Bolinho”, ambos recém lançados pela Editora Moderna.

A história do rabanete que puxa-que-puxa e não sai da terra de jeito nenhum ganhou uma dose extra de humor com as ilustrações hiper coloridas e muito engraçadas de Silvana Rando. Já o fantástico caso do bolinho, reconto de uma tradicional história russa, recebeu aconchego com as ilustrações repletas de recortes e simpatia de Bruna Assis Brasil – dá quase pra sentir o cheiro do bolinho redondo e fofinho rolando por aí. Duas histórias de acumulação, repetição e muito humor, dois clássicos amados pelos pequeninos – difícil é escolher um só! 💚

 


13 jul 2017

livro: O Lagarto, de José Saramago

Escrito por
Clássicos, Livros

Era um dia como outro qualquer – não fosse por algo muito estranho que surgiu no meio do bairro do Chiado, lá em Lisboa. Um lagarto, do nada, enorme: “um sardão imponente, com uns olhos que pareciam de cristal negro, o corpo flexuoso coberto de escamas, o rabo longo e ágil, as patas rápidas.” O animal logo apavorou os transeuntes: pessoas desviavam o caminho, lojistas desciam as portas, uma velha gritava (apesar de ninguém saber de onde).

O lagarto, no entanto, mal se mexia. Então chegaram bombeiros, forças armadas, uma esquadrilha de aviões – e quando essa história finalmente chegava ao fim, “agulhetas de um lado, baionetas do outro, e o trovejar dos carros roncando na subida”…algo inesperado aconteceu.

Mas aí vocês já sabem, só mergulhando nesse conto de Saramago para descobrir. “O Lagarto” foi escrito em 1972 e esse ano foi publicado em forma de livro ilustrado, com xilogravuras do artista pernambucano J. Borges. Edição impecável da Companhia das Letras, ilustrações e texto de tirar o fôlego – obra de arte, precisa dizer mais nada!

***


6 jul 2017

livro: Uma Lagarta Muito Comilona

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Fases e momentos especiais, Interativos e Livros-Brinquedo, Leitura com Bebês, Literatura Universal, Livros

Clássico infantil daqueles tem-que-ter para curtir com bebês é o “Uma Lagarta Muito Comilona”, do Eric Carle. Esse já passou por aqui um tantão de vezes – li muito nos primeiros anos do Fran e agora venho relendo com o Vini. É tão divertido!

A história da lagarta que nasce faminta e sai comendo frutas, pirulitos, salames e folhas verdes até virar uma linda borboleta tem tudo que os pequenos amam: repetição, interação e muita cor. As ilustrações em forma de colagem e todo o design do livro são super diferentes e curiosas – a obra foi lançada em 1969, e desde então colecionou prêmios por sua originalidade.

Por onde a lagarta passa, ela deixa um furinho – um furinho do tamanho dos dedinhos dos bebês, vale dizer, o que torna a leitura uma bela brincadeira! Essa versão é a cartonada: pequenininha, super resistente, dá pra ser explorada, mordida e descoberta pelos mais pequeninos sem grandes estragos – por isso é minha preferida. Problema é que aparentemente anda esgotada, super difícil de achar tanto em livrarias físicas como online. Por isso, se você encontrar uma cópia por aí, vale garantir. Além dessa há também a versão capa dura, de formato maior, a versão pop-up e outra cartonada, bem miudinha, que traz os nomes das cores (não a história em si). Todas saíram no Brasil pela editora Callis.

***