oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Novidades e Lançamentos”
26 jun 2017

livro: A Alma Secreta dos Passarinhos

Escrito por
Destaques, Livros, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Ha muitos anos (nem queiram saber quantos, rs), enquanto estudava jornalismo na UFPR, tive a chance de fazer uma matéria optativa muito legal: literatura infanto-juvenil. O professor era ninguém menos que Paulo Venturelli. Problema é que naquela época, nos meus 19, 20 anos, eu acabei levando a matéria como a faculdade toda, confesso: um tanto quanto nas coxas. Que vacilo! Hoje, paixão pela literatura infantil e juvenil despertada, um pouco (mas bem pouco, vai) de maturidade alcançada, eu adoraria poder assistir novamente às suas aulas. Mas Paulo Venturelli se aposentou da universidade já faz alguns anos – a sorte é que hoje escreve livros preciosos.

“A Alma Secreta dos Passarinhos” é sua obra mais recente, lançada pela editora Olho de Vidro, aqui de Curitiba – numa edição, vale dizer, de encher os olhos! Capa dura, páginas grossas, aquele capricho que um bom livro merece. Na história, acompanhamos um garoto curioso, determinado a conhecer Deus. Ele já havia ouvido dizer que os passarinhos eram sua alma sobrevoando a terra, e um dia põe-se de tocaia para tentar capturar um pássaro nas mãos. Consegue, sente seu pequeno coração acelerado, sua agonia e medo – e ali tem uma reflexão.

É um livro delicado, como as ilustrações de Elizabeth Teixeira que acompanham todo o texto poético de Venturelli. Delicado, mas ao mesmo tempo profundo, intenso que só – nada de “papinha literária”, como diz o próprio autor. Uma história que desafia e provoca, linda de morrer!

***


2 jun 2017

livro: O Dia da Festa

Escrito por
Destaques, Divertidos, Livros, Novidades e Lançamentos

 

Naquele reino todos sabiam: um dia chegaria à Terra um unicórnio. Chegaria de surpresa, tornaria muito poderoso o rei que nele montasse e traria saúde e prosperidade para todo o povo. O animal seria facilmente identificado por seu porte, força, elegância e claro, por seu chifre. Era uma história antiga, contada de geração para geração – mas todos viviam prontos, ansiosos pelo tão aguardado momento.

Eis que um dia surge cruzando pelo reino o tal animal: garboso, dono de si e de um único chifre sobre sua cabeça – só poderia ser ele, oras! Pois então.

“O Dia da Festa”, do artista plástico Renato Moriconi, é daqueles livros que reservam surpresas mesmo ao leitor mais atento. Traz uma história muito original e um final delicioso, absolutamente imprevisível e repleto de humor – por aqui arrancou gargalhadas de um Francisco curioso, entusiasmadíssimo com o livro.

Nas ilustrações que ocupam grandiosas páginas duplas, há também humor, um tantão de beleza e inúmeras referências. São pinturas mescladas a colagens, repletas de elementos da história da arte (listados no final do livro para o leitor curioso): Tarsila do Amaral, Sandro Botticelli e Gustave Doré são alguns dos artistas aqui presentes. Livro incrível, prato cheio pra quem ama um final surpreendente, pra quem ama arte, pra quem ama…um bom livro, oras! Da Pequena Zahar. 🙂

***


30 maio 2017

livro: 101 Coisas Para Fazer Com As Crianças Antes Que Elas Cresçam

Escrito por
Destaques, Livros, Novidades e Lançamentos

Foi ler começar o prefácio desse pequeno livro que chegou por aqui dia desses que já me reconheci – e confesso, me emocionei. Faz 10 meses (já?!) que não durmo mais do que (quando no lucro) 5 horas seguidas numa noite, e volta e meia me queixo disso. Aí já aproveito e me queixo também que não tenho mais tempo pra escrever aqui no blog (#saudades), que a vida tá corrida demais, que o Vinícius tem me deixado bem maluca e que ufa, os dias têm sido intermináveis. Mas no fundo é exatamente como li ali no lindo prefácio da Roberta Faria: os dias são longos, os anos são curtos.

Porque às vezes é um tanto difícil, fato, mas quando passa, passou – e a gente nem sentiu! Veja só: o Francisco tá com quase 7 anos, e quando ele tinha seus 10 meses eu muito provavelmente tinha as mesmas reclamações. Mas quem disse que me lembro?! Me lembro mesmo (por sorte) é das coisas boas: das primeiras descobertas, a primeira vez no mar, os piqueniques, as bagunças. E ai, que saudade que já tenho!

Aí que esse livrinho chegou aqui para no meio do meu furacão pessoal me lembrar disso: do que fica, do que passa. São 101 dicas preciosas para se fazer com as crias, simples de se executar, que nada custam e muito divertem: traçar juntos a árvore da família, contar histórias, visitar a praia à noite, andar um dia pela rua fantasiados, todos juntos. São atividades para inspirar, para ficar na memória dos pequenos – e na nossa também.

No dia que recebi o livro, li junto com o Francisco (é que o livro inspira os pais, mas inspira e diverte as crianças também: os textos são deliciosos, as ilustrações – que acompanham cada uma das dicas – são um barato!) e logo decidimos: sem compromissos naquela manhã, bora aproveitar juntos o sol lá fora! Catei Fran, catei Vini e corremos para o Museu Oscar Niemeyer. Passamos a manhã visitando exposições, correndo (engatinhado, no caso do Vini) no gigantesco gramado, pés no chão, folhas nos cabelos (na careca, no caso do Vini). Era uma quinta-feira, um dia qualquer: mas foi a melhor decisão dos últimos tempos, a melhor manhã da última semana – e o Fran fez questão de me dizer isso. Como foi bom!

Por isso, se quer um conselho sincero, invista 6 reais e 50 centavos (que sim, é só esse o preço do livro) e também se inspire a curtir os dias, a inventar memórias. Ah, o mais bacana: a cada livro vendido, toda a renda é revertida ao Instituto Ayrton Senna, que trabalha para melhorar a educação pública brasileira. Um projeto lindo da Mol Editora, absolutamente inspirador. 🙂