oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Novidades e Lançamentos”
10 maio 2016

Contêiner, de Fernando Vilela

Escrito por
Destaques, Divertidos, Livros, Livros-Imagem, Novidades e Lançamentos

Que o artista Fernando Vilela tem os livros mais bonitos todo mundo sabe – suas ilustrações com gravuras, carimbos e recortes são um deleite para os olhos! Em “Contêiner”, seu mais novo livro, lançamento da Pequena Zahar, a gente viaja junto com um cão e uma gata por navios, contêineres e portos do mundo. É um livro-imagem, sem texto algum – a gente vai acompanhando e seguindo a história toda através de ilustrações e cores fantásticas.

conteiner

A viagem começa na China – os bichinhos se perdem de seu dono e vão parar em um contêiner, e esse contêiner…dentro de um navio! Longa viagem, seguem os dois aprontando confusões até a Inglaterra, onde desembarcam no Porto de Tilbury para uma nova viagem, em outro contêiner, dessa vez até o Brasil. Depois do Brasil, retornam ao lugar de onde primeiro saíram, a China. Longos trajetos, divertidas aventuras: o barato é que a gente vai descobrindo por onde eles andam através das muitas referências de paisagem, através dos conteúdos das grandes caixas.

No final do livro há um mapa onde vemos cada lugar por onde passaram, os principais portos pelos quais a viagem seguiu: Francisco adorou descobrir cada um desses cantos (não resiste a um mapa, para falar bem a verdade). Fernando Vilela ainda conta um pouco da sua fascinação pelos portos e por suas belezas gráficas, guindastes, caixas e cores – toda a inspiração para esse livro tão bonito. 😉

***

Ah, a dica dessa vez também é em vídeo – a primeira de muitas que ainda pretendo lançar lá no canal (fase de testes, gente!):

***


4 abr 2016

O Segredo Mais Forte do Mundo

Escrito por
Destaques, Natureza e Ecologia, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Eu tenho um carinho especial por livros redondinhos – sabe como? Aquelas histórias que começam, envolvem, têm seu auge e terminam, redondinhas, completas. E sempre penso no desafio que é fazer uma história dessas em um livro infantil, com poucas palavras, muito conteúdo – esses são os livros mais incríveis! Dia desses recebi por aqui um livro que agarrou a gente assim, eu e o Francisco, de primeira: “O Segredo Mais Forte do Mundo”.

Processed with VSCO with kk2 preset

Começa assim:

“Havia um reino

Nesse reino, havia um palácio

e, nesse palácio, 

havia uma Rainha. 

Em suas mãos, havia um segredo. 

Um segredo que ninguém conhecia.”

Um dia, chegam nesse reino muitos e muitos navios, pelo mar – e de um deles desce um homem chamado Bao-O-Terrível. Cheio de poder e de ordens, Bao exige que a Rainha seja sua mulher e o palácio se torne seu: “eu sou o homem mais forte do mundo!” diz ele. A Rainha, tranquila, responde que bem…há algo mais forte que ele: o oceano, oras! É ele quem transporta seus navios, é ele quem devora as falésias – sem ele, aquele homem lá não estaria. Bao cerra os dentes e enfrenta o grande oceano, que logo lhe responde: não, não, ele não é o mais forte. Mais forte que o oceano ainda é o riacho, que desce lá do alto da montanha. Sem ele, o oceano não existiria.

IMG_4532

Bao então enfrenta montanhas e montanhas até se deparar com o riacho, que aponta a nuvem, que aponta a árvore e nesse ciclo genial ciclo segue até uma singela…abelha. O homem maldoso ri debochado, como uma abelha poderia ser mais forte que ele? E a mata, com um simples tapa. E é aí que as coisas se transformam…mas dentro das mãos da Rainha, lembre-se: há um segredo! Um livro lindo que aborda natureza e força feminina, ideal para ler em voz alta, em roda, de se compartilhar a leitura. Escrito e ilustrado pelos franceses Gael Aymon e Pauline Comis, publicado no Brasil pela Dedo de Prosa


23 mar 2016

Você Não Vem Brincar?, de Ilan Brenman

Escrito por
Destaques, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Dos escritores brasileiros atuais de livros infantis, há um que não pode faltar na biblioteca dos pequenos: Ilan Brenman. Autor de mais de 60 obras (sim!), são dele livros como o hilário Até As Princesas Soltam Pum e o Caras Animalescas, entre outros. Brenman tem alguns dons: além do de criar e contar boas histórias, parece saber o timing exato para criá-las. Em “Você Não Vem Brincar?”, lançamento da editora Brinque-Book, o tema não podia ser mais atual: uma criança e seus jogos digitais.

"Você Não Bem Brincar?" - Ed. Brinque-Book

“Você Não Bem Brincar?” – Ed. Brinque-Book

“Pedro, você não vem brincar?”, pergunta a irmã. Mas lá está ele com seu joguinho: “mas eu já estou brincando!”. O livro segue: os amigos da escola, o pai que monta um grande quebra-cabeça sentado no chão da sala, os avós – todos chamam por Pedro. Pedro acredita que está mesmo brincando – e está, mergulhado no universo de algum jogo digital, sozinho. É no final do livro que o Pedro reflete, para pensa…e não resiste ao convite dos avós, que brincam juntos, eufóricos.

No final do livro, o próprio Brenman faz uma nota interessante: em uma pesquisa que fez recentemente, perguntou a várias crianças o que as deixavam felizes. As respostas foram as mais variadas: jogar futebol, coisas quentinhas, ouvir histórias – nenhuma mencionava tablets ou videogames. Jogos podem até ser divertidos (eu mesma tenho meus preferidos, o Francisco os dele!), mas não saciam por completo a necessidade de brincar das crianças. É mais do que sabido: o estar junto, seja brincando, jogando cartas, inventando histórias ou rabiscando uma folha de papel jamais será substituído por um jogo de video-game – são essas as lembranças que ficam na memória!

FullSizeRender 11

os bonecos tridimensionais de Carlo Giovani, divertidíssimos!

Um super destaque para as ilustrações de Carlo Giovani, tão divertidas: o artista usou muitas caixas de papelão, madeira, tecidos, tintas super coloridas e brincadeiras (olha só!) para criar o universo em que Pedro vive. As ilustrações são fotos dessas criações, e dá vontade de tocar os personagens! Foi algo que logo despertou o interesse Francisco: os cabelos encaracolados da irmã, as cabeças quadradas, a pipoca de isopor! Demais!

***