oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Para dar risada”
8 ago 2017

Jacaré, Não!, de Antonio Prata

Escrito por
Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Livros, Para dar risada

Jacaré, sim senhor!

Livro imperdível pra curtir com a criançada pequenininha (alô bebês!) é esse: “Jacaré, Não!”, do Antonio Prata. É de arrancar gargalhadas, pra ler fazendo bagunça – e esperar por muitos e muitos de “de novo, de novo!”.

Conta a história da Luiza e do Jacaré, mas logo no inicio uma nota já avisa: a história pode ser de qualquer criança, é só mudar o nome e partir pra leitura. Aqui em casa é do Francisco e principalmente do Vinícius 1 ano), que observa enlouquecido as cores vibrantes (psicodélicas, incríveis!) das ilustrações de Talita Hoffmann e se diverte com a repetição do texto. O barato é justamente que ele traz o dia-a-dia da criança, a hora da comida, do banho…repentinamente quebrado pela presença inusitada de um simpático jacaré.

Cada virada de página é um convite à brincadeira, uma deliciosa maluquice! Não bastasse tudo isso, o projeto gráfico do livro também é diferente, original, com direito a sobrecapa-pôster e tudo – edição lindona da Ubu Editora. Já falei imperdível? Pois repito!

***


7 ago 2017

Um Domingo Na Cozinha, de Lycia Kattan

Escrito por
Divertidos, Livros, Para dar risada

Cozinha em Família!

Era um domingo de dia das mães quando surgiu na cozinha o enorme presente: S.A.N.D.R.O., a máquina mais moderna da atualidade, capaz de cozinhar tudo, absolutamente tudo sozinha! O presente era para a mãe, apesar da família toda estar interessadíssima no novo utensílio: ele garantiria mais tempo livre para a família, mais tempo para brincadeiras.

Problema é que a máquina ultra-mega-master moderna até cozinhava num instante, tá certo, mas a comida tinha um gosto…horroroso. A turma até chegou a procurar assistência (o pão de queijo tinha gosto de pasta de dente, socorro!), mas não demorou muito pra sacar que menos trabalho, só com todo mundo trabalhando junto. E que qualquer prato fica muito mais gostoso quando feito em família – afinal, cozinhar também é tempo junto, também é brincar!

Sabe o que a gente mais curtiu no livro? As receitas do final! São cinco, todas receitas para se fazer assim, junto, em clima de brincadeira. Tem tarefas para os pais, tem tarefas para os filhos – e é cada prato delícia! As ilustrações de Daniel Kondo também são divertidas – e a edição, da Companhia das Letrinhas, um capricho só.

***


1 ago 2017

A Cor de Coraline, de Alexandre Rampazo

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Novidades e Lançamentos, Para dar risada, Para Refletir

Estranho mesmo foi o dia em que Pedrinho chegou para Coraline pedido o lápis cor da pele. Quer dizer, não parecia nada estranho pra ele naquele momento, mas a pergunta foi suficiente para deixar a Coraline com cara de lagosta. Afinal, naquela caixa de 12 cores, qual seria a “cor de pele” – e mais importante, a pele de quem?

O pensamento de Coraline vai longe…porque se morassem em Marte, certamente a cor da pele deles seria verde. E se morassem num país de envergonhados, ou ainda…num país onde todos fossem vermelhos de raiva? Imagine só que engraçado! Também poderia ser um mundo fofinho, fofuxo, onde tudo e todos fossem….lilás!

Enquanto Pedrinho espera, a imaginação de Coraline voa e nos leva pra cada um desses mundos super coloridos, cheios de formas e de peles diferentes. Muito parecidos com o nosso, aliás! Livro incrível, importante, urgente – e divertidíssimo! Coraline, somos fãs!

“A Cor de Coraline”, de Alexandre Rampazo, saiu pela editora Rocco.

***