oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Livros”
11 jul 2017

livro: O Menino Que Mordeu Picasso

Escrito por
Divertidos, Livros, Para dar risada

“O Menino Que Mordeu Picasso” já tem nome divertido – e olha, essa é mesmo uma história real (e muito da cômica): Antony Penrose, o autor, foi o menino que de fato mordeu Picasso! Tony nasceu em uma família de artistas muito amiga do pintor, que participou de boa parte de sua infância. Um dia, conta ele, Tony ficou muito animado numa brincadeira e deu uma mordida feia em Picasso – que adivinha? Revidou! Antes mesmo que Tony começasse a chorar, Picasso disse: “nossa! é a primeira vez que mordo um inglês!”. O livro traz essa e outras histórias da intimidade de Pablo Picasso, através dos olhos de uma criança – tom divertido, fotos lindas, todas do arquivo pessoal do autor. Delícia de leitura!

***


7 jul 2017

Primeiras Leituras Solo: Os Preferidos do Francisco (6 – 7 anos)

Escrito por
Destaques, Divertidos, Livros, Novidades e Lançamentos, Para dar risada

Lá do meu quarto, à noite, eu às vezes ouço o Fran gargalhar sozinho. Aí já deduzo: tá rindo do super-herói de cueca, da nave em forma de salsicha, de alguma maluquice dos seus livros preferidos do momento.

Nesse ano ele devorou alguns livros divertidos sozinho – são livros com histórias malucas, muito pum e meleca (pois é, a fase segue). São livros que divertem, arrancam risadas e despertam a curiosidade da criançada pelos próximos capítulos e volumes – uma ótima pedida para as férias!

1. BABÁ DE DRAGÃO, de Josh Lacey

“Babá de Dragão” foi oficialmente a primeira leitura solo do Francisco, e olha, foi engraçado: levei o primeiro volume da série na mala de mão numa viagem que fizemos no início do ano, sem que ele soubesse. Ao primeiro sinal de tédio do rapaz, mostrei o livro de supresa…e fuén, ele torceu o nariz. Passaram-se 5 segundos, ele decidiu ler um pouquinho (não tinha outra alternativa, rá!) e não deu outra: livro rapidamente devorado!

A história já é num formato divertido: uma troca de emails entre o garoto Eduardo Smith-Pickle e seu tio, Morton Pickle. No primeiro livro, “Babá de Dragão”, o tio deixa seu dragão de estimação aos cuidados do garoto por uma semana enquanto faz uma viagem – mas não deixa algumas coisas bem básicas avisadas. E aí é só confusão: o inusitado bicho de estimação põe fogo nas cortinas da casa, come o coelhinho da irmã de Eduardo e quase leva a mãe do garoto à loucura. No segundo livro da coleção, “Babá de Dragão – Decolando”, Eduardo fica novamente de babá – mas dessa vez Ziggy (a gente logo descobre o nome do dragão) decide não sair de dentro do armário e esconde uma surpresa…emocionante!

O terceiro livro da série é lançamento recente da Brinque-Book, e nele a aventura vai além: Edu tem que cuidar de Ziggy (e de mais alguém, conto não) na casa do tio, numa ilha na Escócia. Problema é que na sua estadia por lá vários mistérios acontecem – tem até monstro do Lago Ness na história, uia!

2. A CASA NA ÁRVORE com 13 ANDARES e A CASA NA ÁRVORE com 26 ANDARES 

Esse sim foi lindo de ver! Chegaram aqui em casa aqueles dois livrões, grossos, e eu só pensei: ah vá que o Fran vai querer ler! Mas que nada: é livrão, tem cara de livro de menino grande, muito grande – mas esconde uma história com o maior jeito de quadrinho, com muita ilustração e pouco texto. Altamente devoráveis!

A coleção conta a história de dois garotos que moram em uma casa na árvore. É o próprio autor e ilustrador, no caso: Andy (Griffiths) e Terry (Denton). Mas não é uma casa na árvore qualquer: é uma casa que tem absolutamente TUDO que uma mente divertida possa imaginar. Assim: no primeiro, tem fonte de limonada, teatro e biblioteca, piscina, tanque de tubarões, pista de boliche e laboratório subterrâneo ultrassecreto.

No segundo, que a casa é ainda maior (são 26 andares), tem até bufê de sorvetes com 78 sabores, entre eles Urucubaca de Melão, Feriado de Verão, Tempestade Elétrica e Banho de Espuma…e claro, também Chocolate, Morango e Cereja, que ninguém merece! O terceiro livro da série a gente ainda não tem, mas está na lista de desejos: nele, a casa na árvore tem nada menos que 39 andares! Todos saíram pela Fundamento.

Ah, vale ver esse vídeo do Uma História Por Minuto pra conhecer mais desse livro tão maluco e criativo:

3. AS AVENTURAS DO CAPITÃO CUECA 

Tá aí um super clássico da gurizada: As Aventuras do Capitão Cueca! Antigamente lançado pela Cosac-Naify, o volume 1 e o 2 (são 12 no total!) foram reeditados recentemente pela Companhia das Letrinhas numa versão colorida e cheia de curiosidades. A história de Jorge e Haroldo, dois vizinhos que estudam juntos e aprontam altas bagunças arranca gargalhadas da criançada!

Os dois adoram escrever histórias em quadrinhos, e o Capitão Cueca é uma de suas criações – um herói pra lá de diferente, com vestimentas fora-do-comum e um comportamento um tanto estranho. Ah, olha que demais: esse ano sai o filme do Capitão Cueca. Dá só uma olhada no trailer:

Uma dica rapidinha: dá ainda para encontrar vários dos antigos volumes da Cosac-Naify na Amazon por preços incríveis! Completei a coleção aqui casa pagando de 9,90 a 11,90 em cada um deles. O Fran está curtindo o número 8 no momento! 🙂

os 12 volumes pela Cosac-Naify

4. SALSICHAS GALÁCTICAS – Uma Aventura Espacial e SALSICHAS GALÁCTICAS – A Salsicha Contra-Ataca

Esses foram indicação do pessoal da Livraria da Vila, aqui em Curitiba – uma indicação certeira, pois o Francisco simplesmente ADOROU os dois livros. É aquela maluquice que a criançada adora: a história de Cosmo, capitão da nave Salsicha-Neon, e seu melhor amigo, Herman – os dois viajam pelo universo vendendo o melhor cachorro-quente de todos os planetas. E claro, se metendo em aventuras inacreditáveis.

Esses têm um bocadinho mais de texto, mas muitas ilustrações – e vale dizer, uma edição super caprichada, capa dura e tudo. Dois livros repletos de humor e aventura, imperdíveis! Ambos são da Sextante.

Ah! Vem que tem booktrailer:

***


6 jul 2017

livro: Uma Lagarta Muito Comilona

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Fases e momentos especiais, Interativos e Livros-Brinquedo, Leitura com Bebês, Literatura Universal, Livros

Clássico infantil daqueles tem-que-ter para curtir com bebês é o “Uma Lagarta Muito Comilona”, do Eric Carle. Esse já passou por aqui um tantão de vezes – li muito nos primeiros anos do Fran e agora venho relendo com o Vini. É tão divertido!

A história da lagarta que nasce faminta e sai comendo frutas, pirulitos, salames e folhas verdes até virar uma linda borboleta tem tudo que os pequenos amam: repetição, interação e muita cor. As ilustrações em forma de colagem e todo o design do livro são super diferentes e curiosas – a obra foi lançada em 1969, e desde então colecionou prêmios por sua originalidade.

Por onde a lagarta passa, ela deixa um furinho – um furinho do tamanho dos dedinhos dos bebês, vale dizer, o que torna a leitura uma bela brincadeira! Essa versão é a cartonada: pequenininha, super resistente, dá pra ser explorada, mordida e descoberta pelos mais pequeninos sem grandes estragos – por isso é minha preferida. Problema é que aparentemente anda esgotada, super difícil de achar tanto em livrarias físicas como online. Por isso, se você encontrar uma cópia por aí, vale garantir. Além dessa há também a versão capa dura, de formato maior, a versão pop-up e outra cartonada, bem miudinha, que traz os nomes das cores (não a história em si). Todas saíram no Brasil pela editora Callis.

***