oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Livros”
13 jul 2017

O Lagarto, de José Saramago

Escrito por
Clássicos, Livros

Era um dia como outro qualquer – não fosse por algo muito estranho que surgiu no meio do bairro do Chiado, lá em Lisboa. Um lagarto, do nada, enorme: “um sardão imponente, com uns olhos que pareciam de cristal negro, o corpo flexuoso coberto de escamas, o rabo longo e ágil, as patas rápidas.” O animal logo apavorou os transeuntes: pessoas desviavam o caminho, lojistas desciam as portas, uma velha gritava (apesar de ninguém saber de onde).

O lagarto, no entanto, mal se mexia. Então chegaram bombeiros, forças armadas, uma esquadrilha de aviões – e quando essa história finalmente chegava ao fim, “agulhetas de um lado, baionetas do outro, e o trovejar dos carros roncando na subida”…algo inesperado aconteceu.

Mas aí vocês já sabem, só mergulhando nesse conto de Saramago para descobrir. “O Lagarto” foi escrito em 1972 e esse ano foi publicado em forma de livro ilustrado, com xilogravuras do artista pernambucano J. Borges. Edição impecável da Companhia das Letras, ilustrações e texto de tirar o fôlego – obra de arte, precisa dizer mais nada!

***


12 jul 2017

Tanto, Tanto!, de Trish Cooke

Escrito por
Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Livros

Já faz um tempo que comprei esse livro pra curtir com o Vini. Tava na minha lista de desejos livrísticos há um tempão, e fiquei feliz da vida quando chegou. Mas falemos a verdade: até hoje não consegui terminar NENHUMA vez a leitura junto com ele. É que o livro é uma delícia, divertidíssimo, tá certo – mas é longo, e na sexta página o Vinícius já escalou o sofá, desviou de obstáculos e foi engatinhar lá longe. Então dia a dia lemos um pouquinho, outro pouquinho. O que basta, porque cada leitura, apesar de curta, é uma festa só!

O mais legal dessa história, publicada pela primeira vez nos anos 90, é que ela gira toda em torno de um bebê…que todos querem esmagar, beijar, apertar tanto, tanto! Conforme os integrantes da família vão chegando na casa dele, cada um faz uma nova bagunça, no seu estilo – e o bebê lá, todo felizão. O texto, cumulativo, é cheio de ritmo: há repetição, pausa, uma delícia de ler em voz alta, quase cantando (e parando pra dar uns esmagos no bebê ouvinte, claro)!

E as ilustrações então…uma família em festa, um bebê fofucho, muito movimento e cor. A verdade é que Tanto, Tanto! é uma linda história de convívio, de uma família feliz, festiva e completamente apaixonada pelo bebê da casa. Livrão (grandioso mesmo, inclusive no tamanho) incrível, divertido e emocionante! 💛

***


11 jul 2017

O Menino Que Mordeu Picasso, de Antony Penrose

Escrito por
Divertidos, Livros, Para dar risada

“O Menino Que Mordeu Picasso” já tem nome divertido – e olha, essa é mesmo uma história real (e muito da cômica): Antony Penrose, o autor, foi o menino que de fato mordeu Picasso! Tony nasceu em uma família de artistas muito amiga do pintor, que participou de boa parte de sua infância. Um dia, conta ele, Tony ficou muito animado numa brincadeira e deu uma mordida feia em Picasso – que adivinha? Revidou! Antes mesmo que Tony começasse a chorar, Picasso disse: “nossa! é a primeira vez que mordo um inglês!”. O livro traz essa e outras histórias da intimidade de Pablo Picasso, através dos olhos de uma criança – tom divertido, fotos lindas, todas do arquivo pessoal do autor. Delícia de leitura!

***