oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



Você está vendo os artigos na categoria “Para Refletir”
22 ago 2017

A Casa na Árvore, de Tino Freitas

Escrito por
Divertidos, Livros, Natureza e Ecologia

Um Passeio pelo Condomínio Bicharada

Aqui em casa a gente é bem suspeito pra falar do Tino Freitas: é todo mundo muito fã! O Vini ama o “Um Abraço Passo a Passo”, o Fran tem loucura pelo “Cadê o Juízo do Menino?”, eu me sinto melhor amiga do Clóvis, lá do livro “Uniforme“. Isso pra não listar tantos outros livros do autor que já nos fez rir, refletir, papear.

“A Casa na Árvore” é novidade na nossa biblioteca, e faz um divertido passeio pelo condomínio Bicharada. Os bichos todos estão se aprontando para um chá, arranjando presentes e guloseimas – é que há morador novo no pedaço! Pelo caminho, carangueijeiras, tapitis e murucututus saem de gameleiras, sumaúmas e jatobás.

Suas casas são todas árvores típicas brasileiras, e no final do livro há curiosidades sobre cada uma delas. Através de um texto cheio de poesia e de ritmo, vamos conhecendo um pouco (opa, muito!) mais sobre a fauna e a flora de nosso país – para no final descobrir quem é o simpático novo morador do condomínio! Ilustrado por Lúcia Brandão, a publicação é da editora Melhoramentos.

***


1 ago 2017

A Cor de Coraline, de Alexandre Rampazo

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Novidades e Lançamentos, Para dar risada, Para Refletir

Estranho mesmo foi o dia em que Pedrinho chegou para Coraline pedido o lápis cor da pele. Quer dizer, não parecia nada estranho pra ele naquele momento, mas a pergunta foi suficiente para deixar a Coraline com cara de lagosta. Afinal, naquela caixa de 12 cores, qual seria a “cor de pele” – e mais importante, a pele de quem?

O pensamento de Coraline vai longe…porque se morassem em Marte, certamente a cor da pele deles seria verde. E se morassem num país de envergonhados, ou ainda…num país onde todos fossem vermelhos de raiva? Imagine só que engraçado! Também poderia ser um mundo fofinho, fofuxo, onde tudo e todos fossem….lilás!

Enquanto Pedrinho espera, a imaginação de Coraline voa e nos leva pra cada um desses mundos super coloridos, cheios de formas e de peles diferentes. Muito parecidos com o nosso, aliás! Livro incrível, importante, urgente – e divertidíssimo! Coraline, somos fãs!

“A Cor de Coraline”, de Alexandre Rampazo, saiu pela editora Rocco.

***


28 jul 2017

Super, de Jean-Claude Alphen

Escrito por
Destaques, Divertidos, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Todos os dias, o pai do garoto sai trabalhar. A mãe também, mas antes, deixa-o na escola. À noite, os dois voltam – o pai às vezes senta com o filho para assistirem à televisão, a mãe garante a pipoca. Tem vezes que o pai vai buscá-lo na escola, de surpresa, outras até almoçam juntos – mas quem faz isso diariamente é a mãe. O pai, no entanto, é o super-herói, capa e máscara sob os olhos do filho – a mãe lá, tão pequenininha.

Um dia, no entanto, o pai fica doente. O menino jamais poderia imaginar que isso aconteceria a um super-herói, mas que surpresa. O pai então fica em casa, toma as rédeas das tarefas que a mãe antes fazia – a rotina muda, a perspectiva do garoto também. Havia uma super-heroína escondida naquela casa! Interessante demais é notar como o autor e ilustrador, Jean-Claude Alphen, elabora a história: o tamanho do texto, a perspectiva do desenho, o conjunto todo conduz o leitor a mergulhar por inteiro nela.

De primeira, admito, não entendemos bem: teria a mãe ido embora? Teriam se separado? Observamos as ilustrações mais atentamente, relemos, curiosos: aaaah, tá tudo ali! É esse o bacana dos livros, no fim das contas. Os que nos intrigam, o que geram conversas. E como esse livro rendeu! Obra delicada, divertida, instigante, lançamento lindo da Editora Pulo do Gato.

***