A Alma Secreta dos Passarinhos, de Paulo Venturelli

Ha muitos anos (nem queiram saber quantos, rs), enquanto estudava jornalismo na UFPR, tive a chance de fazer uma matéria optativa muito legal: literatura infanto-juvenil. O professor era ninguém menos que Paulo Venturelli. Problema é que naquela época, nos meus 19, 20 anos, eu acabei levando a matéria como a faculdade toda, confesso: um tanto quanto nas coxas. Que vacilo! Hoje, paixão pela literatura infantil e juvenil despertada, um pouco (mas bem pouco, vai) de maturidade alcançada, eu adoraria poder assistir novamente às suas aulas. Mas Paulo Venturelli se aposentou da universidade já faz alguns anos – a sorte é que hoje escreve livros preciosos.

“A Alma Secreta dos Passarinhos” é sua obra mais recente, lançada pela editora Olho de Vidro, aqui de Curitiba – numa edição, vale dizer, de encher os olhos! Capa dura, páginas grossas, aquele capricho que um bom livro merece. Na história, acompanhamos um garoto curioso, determinado a conhecer Deus. Ele já havia ouvido dizer que os passarinhos eram sua alma sobrevoando a terra, e um dia põe-se de tocaia para tentar capturar um pássaro nas mãos. Consegue, sente seu pequeno coração acelerado, sua agonia e medo – e ali tem uma reflexão.

É um livro delicado, como as ilustrações de Elizabeth Teixeira que acompanham todo o texto poético de Venturelli. Delicado, mas ao mesmo tempo profundo, intenso que só – nada de “papinha literária”, como diz o próprio autor. Uma história que desafia e provoca, linda de morrer!

***

Vamos conversar?