2 fev 2016

Contos de Fadas + Desafio A Taba!

Escrito por
Clássicos Contos de Fada Destaques Posts Especiais

No início desse ano topei participar de um desafio divertido proposto pela Denise Guilherme, lá d’A Taba: ler, a cada mês, um livro selecionado por especialistas em literatura infantil e juvenil e debater sobre ele. A ideia é justamente conhecer um pouco mais da história desse gênero literário. O debate rola lá no site, através de comentários, e também em uma roda de leitura online, que acontece no primeiro dia de cada mês – ontem foi a primeira, e foi legal demais. Dá pra assistir aqui. 😉

desafioataba

O primeiro livro foi esse aqui embaixo, “Contos de Fadas”, da Editora Zahar. Um livrão, na verdade, com jeito de enciclopédia, absolutamente essencial para qualquer um que tenha curiosidade pelo universo da literatura infantil. São 26 contos de fadas originais dos Irmãos Grimm, de Perrault, Andersen e outros grandes autores – sem cortes, sem adaptações, acompanhados de notas (para que nada passe despercebido) e pequenos desenhos (essa foi uma das coisas que conversamos ontem: poderiam ser maiores, vai!) de diferentes ilustradores em diferentes séculos.

"Contos de Fadas - Edição Comentada e Ilustrada"

“Contos de Fadas – Edição Comentada e Ilustrada”

Foi ler o livro e me deparar com mil memórias da infância – além de ter algumas surpresas e ficar de boca aberta com o desenrolar de algumas das histórias. As muitas tentativas da madrasta de matar Branca de Neve dos irmãos Grimm, por exemplo – primeiro um cordão, depois um pente envenenado, só depois a maçã (e na verdade, não é o veneno que a ataca – ela se engasga com um naco da fruta, minha gente!). A princesa que não beija o sapo para transformá-lo em príncipe em “O Rei Sapo”, também dos Grimm – mas sim o joga com força contra a parede, cheia de raiva e nojo. As morais um tanto quanto cômicas de Perrault ao final de Cinderela, o a dor sem fim da Pequena Sereia de Andersen (e ela morre no final, pronto, contei!). Foi uma experiência incrível poder conhecer melhor cada um desses contos que permeiam nosso inconsciente e conhecer melhor seu contextos históricos (tão importantes para compreender cada um). 

"Branca de Neve" dos Grimm foi um dos meus preferidos!

“Branca de Neve” dos Grimm foi um dos meus preferidos!

 

O livro do próximo desafio foi divulgado ontem mesmo: será O Bom Gigante Amigo, clássico de Roald Dahl, um dos maiores nomes da literatura infantil universal. Em junho de 2016 sai o filme inspirado no livro, dirigido por ninguém menos que Spielberg – e essa é nossa oportunidade de conhecer o livro antes que chegue às telonas, rá! Todo mundo pode – e deve! – participar do desafio, é só se inscrever e adquirir o livro – ele vai estar com 30% durante todo o mês de fevereiro lá n’A Taba. Para saber mais, só clicar aqui. Bora? 🙂


4 Comentários

  1. Os livros da Zahar são lindos. Ainda não li esse. E adorei saber sobre a adaptação de O Bom gigante amigo, vou providenciar o livro para depois conferir o filme!

    Adorei o desafio! Bjs

  2. Fabiana Oliveira de Medeiros disse:

    Oi Daisy,
    Também estou participando do desafio, ainda que beeemmm atrasada. Confesso que está sendo tudo muito novo pra mim, pois não tive muita oportunidade de leitura na infância. Meu interesse, agora, é para tentar recuperar esse “tempo perdido” e também me preparar para ler para o meu filho, de 1 ano e meio. Estou adorando a roda! Ah, e adorei esse marcador fofo que você estava usando no livro, lindo!

    • Daisy disse:

      Oi Fabiana! Que legal que você está recuperando a leitura agora, é o que importa! E que sorte do seu pequeno que tem uma mãe interessada na literatura infantil – já vai ser um grande leitor, pode ter certeza! Ah, o marcador é meu cartãzinho do blog, se quiser posso te enviar alguns! Só mandar seu endereço pra mim, pode ser no contato@acigarraeaformiga.com! 😀