Pode Pegar!, de Janaina Tokitaka

Dia desses li um texto ótimo da Janaína Tokitaka no #AgoraÉQueSãoElas, blog da Folha: ela falava sobre o poder dos livros infantis. Quando trazem personagens esteriotipados, bons mocinhos, boas mocinhas, deixam na criança a impressão de que ela está desajustada, que há algo errado com ela. Afinal, crianças não são assim: elas são por natureza barulhentas, bagunceiras, cheias das perguntas. No entanto, quando encontram nas histórias personagens divertidos como elas, questionadores, sentem-se abraçadas. É aí que se encantam pelos livros, pela literatura.

“Pode Pegar!” é lançamento recente da autora e ilustradora pelo selo Boitatá, da Editora Boitempo. Nele, conhecemos um coelhinho e uma coelhinha: ele de terno e calça, ela de saia e salto. Mas quando ele fica na ponta dos pés, esforçando-se para alcançar uma maçã em uma árvore, ela oferece seus sapatos de salto alto – e ele logo aceita, oras! Quando é ela quem precisa atravessar um riacho, ele oferece suas botas. E aí começa uma grande brincadeira: a saia pode virar a capa de um super-herói, as calças são perfeitas para pular montanhas. Até a hora que chega um sisudo coelho adulto pronto para proibir – e se supreender!

Uma obra deliciosa, linda, para se curtir e papear sobre identidade de gênero com as crianças, do jeito que a infância deve ser: divertida, colorida, questionadora!

***

Vamos conversar?