O Grúfalo, de Julia Donaldson e Axel Scheffler

vini e o grúfalo

Grúfalo para grandes e pequenos

Sabe o que mais me pedem por aqui? Dica de livros para curtir com bebês. Já faz um tempo, aliás – por isso já fiz alguns especiais sobre o assunto lá no blog. E acho isso bem legal: quer dizer que tem muita mãe e pai percebendo os benefícios – e as delícias, principalmente! – de se ler com os pequenininhos.

Pois “O Grúfalo” (editora Brinque-Book) é um daqueles clássicos necessários-essenciais-imprescindíveis na biblioteca de qualquer criança. Seja bebê, seja maior. É um livro que dá pra realmente curtir com todas as idades – aqui em casa ele há muito tempo diverte o Francisco (hoje com 7 anos) e é o livro da vez do Vinícius (com 1 ano e 4 meses).

o grúfalo

 

A história é uma graça: um ratinho muito do astuto inventa um ser terrível – o grúfalo – para fugir de seus predadores. Problema é que ele não imagina que o grúfalo existe de fato – e quando se depara com o dito cujo arranja uma forma ainda mais criativa de fugir dali!

É um livro relativamente longo para ler com um bebê, fato. Talvez seja o livro mais longo que o Vini me permita ler (e olha lá) com concentração e interesse. Mas tem um segredo para isso: usar e abusar de vozes diferentes para cada personagem, ler as rimas com entusiamo. Fazer um super teatro, exagerar nas reações, brincar sem medo de ser feliz (e de ser ouvida pelos vizinhos) é a minha artimanha. Funciona sempre! 🙂

***

Vamos conversar?