“O Pé de Meia e o Guarda-Chuva”

Perdidos e Achados

Quem nessa vida nunca perdeu um guarda-chuva por aí? Ou teve um pé de meia misteriosamente desaparecido? Pois é com esses dois objetos que vivem a sumir que o autor Henrique Rodrigues brinca em “O Pé de Meia e O Guarda-Chuva” – e cria uma história graciosa!

Uma pequena meia voa do varal para a boca de um gato, se prende a ferradura de um cavalo, e depois de algumas tantas aventuras acaba em um banco de praça. Lá encontra um guarda-chuva esquecido, e depois de alguma estranheza, engatam um divertido papo.

No final das contas, os dois não são tão diferentes: “já reparou que nós dois servimos para proteger quem nos usa?”, pergunta ele. Quando vem a chuva, o guarda-chuva se abre imenso – e voa longe, convidando a nova amiga para a aventura e mudando destinos! Publicado pela Editora Malê.

***

Vamos conversar?