oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



17 mar 2017

livro: À Noite, A Caminho de Casa

Escrito por
Destaques, Divertidos, Livros, Novidades e Lançamentos

Quando eu era criança viajava muito para a praia com minha família, meu pai sempre dirigindo. Para ele era uma dificuldade enorme aguentar a monotonia da estrada sem cochilar, então ele tinha algumas técnicas: uma era passar a viagem toda beliscando amendoins e biscoitos de polvilho; outra era conversar, conversar muito. Então a gente aproveitava para observar os elementos da estrada e disparar: como surgiram essas pedras? as nuvens são feitas de quê? e os arco-íris, o que são, pai?

Professor universitário de física e excelente contador de histórias, era pura diversão para ele elaborar essas respostas. E ele caprichava! Era uma delícia viajar aprendendo tanto, e a viagem voava num instante. Agora quem responde a perguntas (e também mordisca amendoins e biscoitos) no banco do motorista sou eu – sem o conhecimento e a paciência do meu pai, tá certo, mas juro que tento!

O livro “À Noite, A Caminho de Casa” chegou por aqui enganando a gente: jurávamos que trazia uma história de mistério! Que nada: no longo trajeto de volta para casa, uma criança observa atenta tudo ao seu redor. E então surgem as perguntas, questionamentos diversos: será que os passarinhos sentem frio? por que as girafas dormem em pé? Nas ilustrações, cenas emolduradas pelas janelas do carro: a cidade, as luzes, a misteriosa atmosfera noturna. É como se viajássemos junto, carro em movimento! Diferente e super interessante, o livro é publicado pela Pequena Zahar.

***


15 mar 2017

livro: A Moeda de Ouro Que Um Pato Engoliu

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Literatura Brasileira, Livros, Para dar risada

Na cidade de Ferreiro, em Goiás, os moradores montavam animados uma festa para o padre da cidade. O prato do almoço seria especial: pato com arroz mole. Mas na hora que a cozinheira Idalina vai abrir o bicho “pela cacunda”…a faca emperra. E não é que lá dentro do pato tinha uma antiga moeda de ouro? A missão agora é decidir quem fica com ela: será a cozinheira, será o padre, será quem criava o bicho?

Essa história pra lá de divertida, repleta de regionalismos (delícia de ler em voz alta fazendo caras e bocas!), é na verdade uma carta: carta que Cora Coralina escreveu em 1965 para seu neto, Carlos Magno. Nela, a poeta brinca que “é mais velha que esse século” (nasceu em 1889) e ainda termina assim: “se a história não é melhor é porque a vovó não tem mesmo jeito pra contar” – vê se pode! As ilustrações são de Alcy Linares (que não é por nada, mas são a cara da minha infância!) e a publicação é da Global Editora.

***


13 mar 2017

livro: O Que Você Faz Com Uma Ideia?

Escrito por
Livros, Para Refletir

Um garoto um dia tem uma ideia. Meio sem saber o que fazer com ela, deixa a ideia em um canto e se afasta. Mas ela o persegue: queria comer, brincar, queria atenção! O garoto então começa a cuidar dela, alimentá-la, e percebe que é mais feliz com a ideia por perto.

Quando a apresenta aos outros, não recebe muito apoio: dizem que aquela não é uma boa ideia, que é estranha. Mas o garoto não desiste: apegado a ela, constrói para os dois uma casa onde possam juntos sonhar. E assim, finalmente entende o que se faz com uma ideia – seja ela qual for!

Primeiro livro do empreendedor Kobi Yamada, “O que você faz com uma ideia?” tem jeito de auto-ajuda, é verdade: mas é uma leitura interessante para incentivar as crianças a dividirem e não desistirem de suas ideias, por mais malucas que sejam. Um estímulo divertido à criatividade, numa edição cheia de capricho da Editora Voo. E olha que bacana: a cada livro vendido, outro novo é doado para uma criança. Ideia (opa!) linda!

***