oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



7 out 2015

5 Livros Gigantes com Histórias Incríveis

Escrito por
Livros

Eu não me canso dos livros gigantescos – confesso que olha, tenho verdadeira loucura por eles. O Francisco também. Mas também, me diz: que criança não adora receber um presente que é quase do tamanho dela e que dentro guarda uma verdadeira viagem? Eu sou uma que acho esses livros especialmente legais para presentear – a criança geralmente se surpreende com o tamanho, e se a história é divertida então, aí é amor na certa. Por isso, escolhi cinco dos nossos preferidos: são cinco livros gigantescos, com ilustrações maravilhosas e histórias incríveis.

1.CARAS ANIMALESCAS

Eu já falei desse livro aqui há dois anos, acho que na época que ele foi lançado – pensa, o Francisco tinha 3 anos na época. E ele obcecou por esse livro – andava com ele pra cima e pra baixo, carregando um livro tão grande do jeito que conseguia. Desde então o livro já foi e voltou para a prateleira algumas tantas vezes, assim como o Bocejo e o Telefone Sem Fio, dos mesmos autores (e que seguem a mesma linha e belezura). A brincadeira aqui é reparar e descobrir quais bichos as pessoas se parecem – pelas ilustrações a gente logo vai percebendo, e se não, é só reparar na sombra ali atrás. Os textinhos, com rima, complementam: a Sra. Maricota tem cara de gaivota, a Sra. Deodata tem cara de gata, o Sr. Adelardo tem cara de…leopardo. Aqui em casa o Francisco já sabe de cor e salteado – e não adianta, não se cansa da brincadeira. Mas também, é divertido demais! Escrito por Ilan Brenman, com ilustrações do Renato Moriconi, é editado pela Companhia das Letras.

caras-animalescas-01

caras-animalescas-02

2. 365 PINGUINS

Esse é outro livro grandão que faz rir um bocado – descobri ele na Biblioteca Pública do Paraná, e é a segunda vez que o emprestamos. A história é bem diferente: uma família recebe um dia uma caixa com um pinguim, munido de um bilhete pedindo apenas para que seja alimentado. O pessoal fica intrigado, mas tudo bem, vai…no segundo dia, outro pinguim. Agora são dois. No terceiro, adivinha? Um terceiro pinguim, e a coisa não para nunca – pelo menos não até completar 365 deles.  A questão é que não é fácil cuidar de um animal tão delicado – agora imagine de centenas deles! A família se desdobra, e a gente vai só acompanhando: quilos e quilos de peixe fresco para alimentá-los, lugares especiais para que eles durmam, formas inusitadas para mantê-los limpos. O final é engraçado demais – e tem uma bela supresa! Livro super divertido e querido de muitas crianças pelo mundo afora – já foi publicado em mais de 12 países. Da Companhia das Letras.

365-pinguins-01

365-pinguins-02

3. O PIRATA E O FARMACÊUTICO

Ahhh esse livro! Eu tava bem louca pra mostrar esse livro aqui! Mas espera: esse é um daqueles livros que surpreendem. O que me fez comprá-lo foi a capa, a edição, as cores – a verdade é que eu não esperava o que nos esperava (opa) ali dentro. O livro conta a história de dois amigos de infância: Robin e Ben. Os dois crescem juntos, mas tomam rumos diferentes na vida – Robin vira pirata e Ben, farmacêutico. Robin segue roubando navios, promovendo batalhas; Ben vendendo fórmulas milagrosas que não passam de grandes mentiras. Os dois se enriquecem, cada um da sua forma. Anos depois, já adultos, voltam a se encontrar – e aí, ah, várias surpresas. O livro é um tanto quanto violento, já aviso. As ilustrações repletas de sangue e tragédias – mas tudo assim, cheio de cor, incríveis, hipnotizantes, como uma boa aventura deve ser. E quem disse que assustam? O Francisco (que tem 5 anos) adorou o livro, me fez contar várias vezes a história e segue namorando as ilustrações. Eu também! É uma história fantástica, daquelas que a gente não esquece nunca. Quer saber? Imperdível. Também da Companhia das Letras.

o-pirata-e-o-farmaceutico-01

o-pirata-e-o-farmaceutico-02

4. O TAMANHO DO SEU SONHO

Esse é outro livro que emprestamos da Biblioteca Pública e que entrou direto pra wishlist – é uma verdadeira obra de arte! Cada página dupla, gigante, esconde um segredo: o sonho de alguém, de algum ser ou objeto que a gente nem imagina. Tem a cegonha, tem o poço, a lombriga, a coruja, até o carro de bombeiros sonha acordado. Cada sonho é acompanhado de uma ilustração completamente diferente, cada virada de página esconde uma espetacular surpresa. É um daqueles livros para ler, reler, sonhar com ele (por que não?), presentear crianças e adultos, deixar em cima da mesa pra que todo mundo possa folhear. Difícil é só pronunciar o nome do autor, polonês: Przemyslaw Wechterowicz. As ilustrações são da também polonesa Marta Ignerska, e o livro é publicado no Brasil pela Editora Biruta.

o-tamanho-do-meu-sonho-01

o-tamanho-do-meu-sonho-02

5. A GIGANTESCA PEQUENA COISA

O último é um daqueles livros que sabe como é, mas acho que são mais meus que do Francisco. Ele jura que é dele, eu juro que é meu – então é nosso e ponto final. Já falei dele por aqui em 2013, e segue sendo um dos nossos gigantescos preferidos. Na época, ainda não tinha edição no Brasil, e nossa cópia era portuguesa – a boa notícia é que hoje já tem edição por aqui, e olha, tão bonita quanto! A diferença é que aqui se chama Pequena Coisa Gigantesca (não entendi porque mudar o título, acho tão mais poético o outro, oras!). No livro, vamos acompanhando a descoberta dessa pequena coisa gigantesca que está muitas vezes logo à nossa frente e não a vemos – a felicidade. É um livro pra filosofar, sonhar, se apaixonar perdidamente, pra presentear os pequenos e os grandes de coração sensível. Tanto o texto como as ilustrações são da artista italiana Beatrice Alemagna, e no Brasil o livro saiu pela WMF Martins Fontes.

pequena-coisa-gigantesca-01

pequena-coisa-gigantesca-02

***


24 set 2015

Livros de Poesia para Crianças

Escrito por
Livros

Se tem um gênero literário (ai que chique!) que é legal demais ler com as crianças, é poesia. Os versos, as rimas, o ritmo da poesia cativa a atenção dos pequenos (e dos grandes também, convenhamos) e permitem viajar pelos mais diversos estilos, assuntos e mundos diferentes. Acho que é por isso que curto tanto poesia: ela não segue padrão algum, pode vir de qualquer forma, abordar qualquer tema que seja. Leio poesia com o Francisco desde que ele era muito pequenininho – se quer saber, acho que até me sinto mais segura lendo poemas, o ritmo e a cadência deles vão me entusiasmando, e vou notando como o Francisco segue atento. E olha – tem muitos bons livros de poesia em português para ler com os pequenos! Por hora, escolhi cinco livros dos nossos preferidos, das nossas mais recentes leituras. Vamos lá?

(ah, na versão vídeo aqui embaixo eu arrisco ler uns trechinhos – dá o play pra ler comigo!)

1.A ARCA DE NOÉ

Olha, se tem algo que me remete aos melhores momentos da minha infância são as poesias do Vinícius de Moraes. Acho que é uma das razões pelas quais eu gosto tanto de curtir suas músicas e ler seus poemas com o Francisco – e nem queiram saber da quantidade de vezes que me emociono quando me dou conta do privilégio de poder dividir isso com meu filho. Vinícius escreveu esses poemas na década de 50, para seus dois filhos Suzana e Pedro. Foi só nos anos 70 que virou livro, primeiro na Itália e só depois aqui no Brasil. Depois disso, os poemas ainda foram musicados pelo próprio poeta junto com Toquinho, e viraram os discos Arca de Noé 1 e 2 – por isso, já vos alerto: é muito difícil ler o livro sem cantar as músicas, ainda que mentalmente. O bacana é que essa edição é nova e traz aquele capricho que a gente ama – capa dura, projeto gráfico bonito e ilustrações lindas (de Nelson Cruz) acompanhando os poemas. Livrinho essencial, minha gente! Publicado pela Companhia das Letrinhas.

a-arca-de-noe-01

a-arca-de-noe-02

2.ANTOLOGIA ILUSTRADA DA POESIA BRASILEIRA

Esse já passou por aqui antes – em um post que fiz sobre livros infantis que celebram o Brasil, ele foi o que falava sobre nossa cultura e nossa vasta poesia. A tarefa não é fácil, mas a reunião que Adriana Calcanhoto fez apresenta aos pequenos (e não tão pequenos) leitores poetas das mais variadas épocas e estilos, todos brasileiros.  Tem Olavo Bilac, Augusto de Campo, Cecília Meireles, Adélia Prado. Tem verso livre, haicai, soneto, poesia concreta – mais de 100 páginas de muita poesia, todas celebrando o brincar, o prazer. As ilustrações são delicadas e muito bonitinhas, também da Adriana Calcanhoto. No final do livro ainda há uma pequena biografia de cada um dos poetas – pra gente conhecer ainda mais sobre a poesia brasileira. Uma dica de presente legal demais, introdução divertida da poesia às crianças. Ah, esse da foto é a edição antiga, que saiu pela Casa da Palavra. A nova saiu pela Edições de Janeiro e tem a capa vermelha.

antologia-ilustrada-da-poesia-brasileira-para-crianças-01

antologia-ilustrada-da-poesia-brasileira-para-crianças-02

3. RIMAS DE LÁ E DE CÁ

Esse livro já começa legal na ideia: dois Josés, um brasileiro e outro português, conversam, através de versos, sobre as diferenças da linguagem, cultura e costumes dos dois países. E eles conversam mesmo – um pergunta sobre as brincadeiras típicas de Portugal; o outro responde e pergunta dos nomes das terras que temos no Brasil. A conversa entre José Jorge Letria e José Santos vai seguindo, num ritmo delicioso, despertando nossa curiosidade a cada página virada. São rimas incríveis, impecáveis, em versos divertidos demais. Para admirar as variedades da língua portuguesa, conhecer um pouco de lá, viver um pouco de cá e viajar através da poesia. As ilustrações são da Yara Kono, ilustradora talentosa que também está um bocado lá e cá. Nasceu no Brasil, mas mora em Portugal – seus desenhos trazem técnicas diferentes, carimbos, cores, e nesse livro preenchem as páginas em total sincronia com os versos. Ou seja, livro lindo em tudo! Publicado pela Peirópolis.

rimas-de-la-e-de-ca-01

rimas-de-la-e-de-ca-02

4. POESIA DE FERNANDO PESSOA PARA TODOS

Já pensou no privilégio que é Fernando Pessoa, um dos maiores poetas de todos os tempos, escrever na nossa querida língua portuguesa? E poder ler essa poesia com os pequenos então, já pensou no quão bacana é isso? Pois eu penso o tempo todo, e o Francisco entra na minha – esse livro aqui já lemos e relemos algumas tantas vezes, e é sempre divertido. Nessa reunião há diversas poesias de Pessoa, muitas escritas para crianças, outras para adultos – mas ainda assim, bastante acessíveis. Tem poesia sobre bagunça, sobre gatos, tem clássicos muito conhecidos do grande poeta e outras poesias mais curtas, curiosas. Nossa edição é portuguesa, da Porto Editora – mas no Brasil o mesmo livro saiu pela Martins Fontes. Não sei dizer se tem o mesmo acabamento e capricho, mas tendo o mesmo conteúdo e ilustrações já tá valendo! Poesia das mais bonitas, também essencial para todas as idades.

poesia-de-fernando-pessoa-para-todos-01

poesia-de-fernando-pessoa-para-todos-02

5. FUJA DO GARABUJA – E OUTROS SERES FANTÁSTICOS

Pra terminar, um livro de poesia muito do engraçado – Fuja do Garabuja. Esse livro foi uma grande surpresa! Assim: há exatos dois anos, falei aqui pela primeira do Shel Silverestein, autor desse livro. Um leitor do blog me havia indicado o “A Árvore Generosa”: livro triste pra chuchu, mas bonito demais! Aí um dia, num desses saldões maravilhosos que a Cosac-Naify promove volta e meia, comprei o Fuja do Garabuja. Quer dizer, eu devia ter percebido pelo título que triste ou pesado o livro não podia ser, mas me surpreendi rindo alto logo na primeira leitura com o Francisco. O livro é uma reunião de poesias, algumas longas, outras curtinhas, sobre criaturas fantásticas, todas criação de Silverstein. De um jeito cômico e muito leve, ele fala de medos, imaginação e fantasia. Todas as poesias são acompanhadas de ilustrações do próprio autor, as únicas coloridas de todos os seus trabalhos – são bichos engraçados, absurdos, pintados em aquarela. A tradução para o português das poesias é impecável: os nomes dos seres, as rimas, é difícil acreditar que não foram mesmo escritas em português. Rir com poesia, tem coisa melhor? Da editora Cosac-Naify.

fuja-do-garabuja-01

fuja-do-garabuja-02

***


9 set 2015

4 Livros Infantis Divertidos para Ajudar no Desfralde

Escrito por
Desfralde, Destaques, Fases e momentos especiais, Listas de Livros, Livros

Tá aí um post que eu tô pra fazer há tempo – desde a época do desfralde do Francisco, na verdade, que hoje já está com 5 anos de idade. Falando assim, parece que faz séculos, mas a verdade é que nem faz. É que aqui em casa o desfralde foi longo e bem trabalhoso. Tentamos algumas vezes sem sucesso, e quando de fato a fralda saiu o que não saía mais era o…cocô. Pois é – a relutância com penico era tão grande que ele começou a segurar o quanto podia – e isso durou muito, muito tempo. Não foi fácil – mas no final deu tudo certo. A verdade é que cada criança tem seu tempo, seus medos e receios – e o desfralde exige muita paciência e dedicação. Uma coisa importante e que aqui fez toda a diferença foi deixar a coisa toda o mais parecido com uma brincadeira possível, usar e abusar do lúdico. Livros infantis divertidos que tratam do assunto (xixi, cocô e afins) são belos aliados nessa hora – por isso, escolhi 4 que valem ter em mãos na hora do desfralde.

1.O QUE TEM DENTRO DA SUA FRALDA?

Tá aí um clássico do desfralde, conhecido de muita gente e queridinho de muita criança – esse é um livro bem bacana para os pequenos que estão partindo das fraldas para o penico. Já falei do livro por aqui lá no início de 2013 (e depois até rolou sorteio) – é dos nossos preferidos no assunto, de longe. Não há criança que resista aos pequenos bichinhos e suas fraldas repletas de cocô, essa é a verdade – o livro é bonitinho, engraçado e bastante interativo: no caso, a interação é abrir fraldas alheias, através de divertidas abinhas. Na história, um ratinho muito do curioso e intrometido vai bisbilhotando a fralda de cada um dos seus amigos – aí é coelho, cachorro, nem o bezerro escapa da indiscrição. Todos têm a fralda suja – mas quando chega a hora do ratinho, tcha-ran! A fralda está limpinha. Os bichinhos ficam todos perplexos até entender que…ah, o ratinho já partiu pro penico. Ele mostra então seu penico repleto de cocozinhos e assim termina o livro, cada bichinho no seu penico, feliz da vida. Como eu disse, um clássico – ficou um tempão esgotado para desespero das mães em fase de desfralde, mas já foi reeditado. Da Brinque-Book.

o-que-tem-dentro-da-sua-fralda-01

o-que-tem-dentro-da-sua-fralda-02

2. CADÊ O MEU PENICO?

Outro clássico! Falei dele também por aqui na época: é que eu não podia ver livro sobre penico, cocôs e afins que eu trazia pra casa. Alguns fizeram muito sucesso, outros muito pouco – esse aqui foi um dos que o Francisco curtiu bastante. Livrinho mais simples, sem abas ou nada parecido, mas com uma história muito divertida e cheio de rimas e repetição – já falei, os pequenos adoram isso e é uma excelente forma de fisgar sua atenção. Aqui, a história é da pequena Hortênsia, garotinha apurada para ir ao banheiro – problema é que não há jeito dela encontrar o penico, que está sendo usado por todos os animais da fazenda. Eles não sabem que é um penico, chamam de “pote cocozeiro” (nem preciso dizer que aqui em casa até hoje penico é tratado assim, né?). Então há esse belo desencontro: penico ninguém sabe o que é, mas esse pote cocozeiro…que belíssima invenção! Quando a Hortênsia não se aguenta mais mesmo e vai partir para o matinho, os bichos entram em desespero – e oferecem pra ela o tal pote cocozeiro. Um livro pra rir muito com os pequenos e deixar mais leve qualquer desfralde! Publicado pela Companhia das Letrinhas.

cade-meu-penico-01

cade-meu-penico-02

3. QUERO MEU PENICO

Esse eu emprestei lá da biblioteca, recentemente – por isso, não fez parte do nosso desfralde, mas é um livro tão divertido que olha, queria ter conhecido antes. Fez o Francisco rir adoidado – as ilustrações de Tony Ross são muito engraçadas e caricatas, isso já diverte! Aqui, a princesinha começa cansada da sua fralda, mas reluta um bocadinho pra usar o penico. Aí é ela se escondendo atrás do sofá pra fazer cocô (gente, o Francisco fez TANTO isso que deuzolivre), fugindo por aí. “O certo é no penico”, diz a rainha. Até um dia em que a princesinha decide que então….ela quer penico. Aí é um deus nos acuda, gente gritando pra tudo que é lado – grita o rei, a camareira, o cozinheiro, o jardineiro, todos correndo esbaforidos atrás do penico da princesinha. Quando o penico finalmente chega…é tarde demais. Tá aí, outra coisa que acontece (e muito): acidentes no trajeto fralda-penico. Um jeito bacana da criançada se sentir confortável com eles é assim, vendo que acontece mesmo, com todo mundo – inclusive com as princesinhas. Mais um livro engraçado e divertido sobre o desfralde, publicado pela Martins Fontes.

quero-meu-penico-01

quero-meu-penico-02
4. DA PEQUENA TOUPEIRA QUE QUERIA SABER QUEM FEZ COCÔ NA CABEÇA DELA

O nome é longo, eu sei – tem que ver o Francisco tentando lembrar dele todo, eu me divirto. Esse não é exatamente um livro sobre o desfralde, mas como trata de cocô, achei que podia ajudar também – por aqui ajudou. Aliás, volta e meia ajuda, é um livro que serve pra muita coisa na vida – conta a muito engraçada história de uma toupeira míope (pois é) que um dia acorda com um cocozão na cabeça. Aí lá sai ela, muito indignada, interrogando cada um dos bichos – quem teria feito aquele desaforo? O nosso livro é pop-up, e permite diversas interações com os cocozinhos – mas como eu disse no vídeo, aqui eles foram de desfazendo nas muitas leituras. Hoje eu compraria a versão simples mesmo – afinal, o divertido aqui mesmo é a história. Olha, garanto: não há criança que não caia na gargalhada com a toupeira e seu enigma do cocô. Ah, no final ela descobre, com a ajuda de duas moscas, quem foi o culpado: o cachorro do açougueiro – e resolve se vingar fazendo o mesmo. Muitos cocozinhos de toupeira na cabeça do cão e lá sai ela fugindo, vitoriosa! Publicado pela Companhia das Letrinhas.

da-pequena-toupeira-coco-cabeca-01

da-pequena-toupeira-coco-cabeca-02

…hoje foram só quatro livros, quatro que lemos e aprovamos – mas a verdade é que não falta por aí literatura para ajudar na época do desfralde. A Michelle, do Vida Materna, já falou um bocado sobre o desfralde (vale ler as dicas dela, viu?) e indicou o Hora do Penico (e também o do ratinho!). A Kênia, lá do Vira-Páginas, fez uma lista ótima (de utilidade pública!), com vários outros livros que falam sobre o tema. É abastecer a biblioteca com o assunto e…boa sorte no desfralde, que acreditem, passa! 😀