oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



27 set 2016

Mais Livros Infantis Sobre a Chegada de Um Irmão

Escrito por
A Chegada de Um Irmão, Destaques, Fases e momentos especiais, Livros, Novidades e Lançamentos

Há alguns meses falei por aqui sobre livros infantis que tratam de um assunto especial: a chegada de um irmão. Eu estava grávida na época, e agora, com o Vinícius nascido (e completando seus dois meses!), eue o Francisco (que agora, aos 6 anos, é o irmão mais velho) seguimos lendo e relendo todos esses livros. O legal é que descobrimos outros bacanas sobre o assunto, e são esses que eu mostro hoje pra vocês. Pra saber mais sobre cada um deles, corre ver o vídeo! 🙂

1.EU ADORO MEU IRMÃOZINHO!

Caroline Crocodilo acaba de ganhar um irmãozinho, mas simplesmente não consegue gostar dele. Morre, morre de ciúme! Para ela, o novo irmão não é nada divertido, baba demais, é fedido e ainda por cima…ocupa todo o espaço do colo da mãe! Um dia, a mãe resolve trocar um chapéu que não serviu, e Caroline tem então uma idéia: e se fosse a uma loja de bebês trocar o irmãozinho? Historinha fofa demais sobre a chegada de um irmão, bem legal de curtir já com os pequenininhos! A publicação é da Fundamento.

2. O INVASOR

“O Invasor” trata sobre a chegada de um membro da família de forma divertida e muito diferente: a história é toda contada através dos olhos da Kika, a cachorrinha da família. Ela conta que recebia toda a atenção do mundo na casa até o dia em que a barriga da tia Stella começa a crescer e as atenções voltam todas para ela. Mas tudo muda mesmo quando um dia, depois de alguns dias fora, voltam todos para casa com um estranho invasor dentro de uma nave espacial esquisitíssima (no caso, um carrinho de bebês). São inúmeras as tentativas de Kika de descobrir quem estará lá dentro, tamanha a sua curiosidade…mas a supresa ao descobrir quem é o tal invasor não poderia ser mais feliz! Publicado pelas Edições SM.

3. EU (NÃO) GOSTO DE VOCÊ

De todos os livros que lemos sobre a chegada de um irmão nesses últimos tempos (e não foram poucos), esse talvez tenha sido o mais importante para mim e para o Francisco. Conta a história de uma menina que  não fica nada feliz com a chegada do irmão: quer dizer, ela até fica, acha ele muito fofo! Mas às vezes sente um quentão dentro dela que simplesmente não sabe explicar. Acho essa a parte mais legal do livro: tratar do ciúme sem dizer que é ciúme – afinal, as crianças dificilmente sabem reconhecer o que estão sentindo. O final é lindo: a mãe explica, usando balões, como seria impossível diminuir o amor de um filho por conta de outro. A publicação é da Editora Jujuba.

***

Veja mais livros sobre a chegada de um irmão:

***


5 set 2016

Meu Primeiro Dicionário, de Richard Scarry

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Literatura Universal, Para dar risada

Richard Scarry foi um autor norte americano de enorme sucesso – teve mais de 300 livros publicados! Muitos se tornaram grandes clássicos, e seguem encantando gerações. “Meu Primeiro Dicionário” é um deles, publicado pela primeira vez em 1966! Lá fora está esgotado há muito, mas aqui no Brasil tivemos sorte: foi trazido em 2014 pela Editora WMF Martins Fontes nessa edição grandona, bonita e resistente.

meu-primeiro-dicionário

clássico desde 1966!

Esse é daqueles livros para se ter por boa parte da infância (daí a importância do “resistente”), que acompanha a criança em diversas fases. É um dicionário com 2.500 verbetes, cada um trazendo uma micro historinha e ilustrações coloridíssimas, muitas vezes engraçadas. Os personagens são animais variados (apresentados na primeira página do livro), cada um com seu nome, com suas manias.

meu-primeiro-dicionário-02

ilustrações vintage e textos curtinhos 

O barato é com os pequenos (1, 2 anos) curtir as imagens, criar historinhas diferentes e aprender muitas palavras novas (frutas, alimentos, meios de transporte) sempre em contextos divertidos. Com os maiores (na faixa dos 6 anos, como aqui em casa), a leitura rende boas conversas (há lições de boas maneiras em muitos dos quadrinhos, reflexões interessantes) e também boas risadas.

Também é muito legal pra quem está começando a ler sozinho: as historinhas curtas acompanhadas de muitas ilustrações dão autonomia e confiança – e despertam a curiosidade! Um livrão clássico para se ter na biblioteca e reler infinitas vezes: junto, sozinho, separado. 💚

***


30 ago 2016

Bons Livrinhos, Bons Conselhos!

Escrito por
Destaques, Listas de Livros, Livros, Para Refletir

É engraçado, mas a literatura infantil há muito tempo vem acompanhada de uma coisa um tanto chata: da ideia de que precisa sempre ensinar alguma coisa, transmitir alguma lição de moral. Pois não precisa não – nem deve! Melhor coisa é se libertar disso e escolher livros bons pelas histórias, pela diversão que eles trazem. Mas existem livrinhos bacanas que ensinam coisas preciosas às crianças, às vezes até em forma de conselhos divertidos – escolhi três dos que andamos curtindo recentemente para dividir com vocês.

1. O SEGREDO DEBAIXO DAS COISAS, de Janaina Tokitaka

o-segredo-debaixo-das-coisas

“O Segredo Debaixo das Coisas” foi o livrinho da lista que mais curtimos recentemente, e que o Francisco gostou demais! Traz pensamentos e conselhos sob os olhos de um menino. O principal deles: aprender a enxergar o que nem todos vêem, coisa que só se aprende mesmo lendo. Lendo o mundo, lendo livros: “embaixo das coisas existe um segredo; mas só pra quem olha de perto e sem medo.” Uma obra delicada, cheia de poesia e coisa boa, escrita e ilustrada por Janaina Tokitaka e publicado pela Edelbra.

2.DANCE QUANDO CHEGAR AO FIM, de Richard Zimler e Bernardo Carvalho

Já pensou se os bichos resolvessem dar alguns palpites? O tucano, o beija-flor, o babuíno, o tiranossauro, até – o que diria cada um deles? Esse livro reúne conselhos curtinhos, rimados e muito divertidos vindo de amigos bichos. Não ser resmungão e chato, agarrar-se à esperança, ouvir a voz do coração e defender quem precisa de ajuda são alguns deles. As ilustrações de Bernardo Carvalho complementam os divertidos conselhos com muita cor e humor  – e a edição é um capricho só, capa dura, folhas resistentes e foscas. Daqueles livros legais de se presentear, bonitos de ver e de curtir! A publicação é do selo Galerinha, da Record.

3.DEZ BONS CONSELHOS DE MEU PAI, de João Ubaldo Ribeiro

dez-bons-conselhos-de-meu-pai

Outro livro legal demais de se presentear – gente pequena e gente grande também! Nele o escritor João Ubaldo Ribeiro reúne 10 conselhos que seu pai lhe deu durante a vida – todos para pensar, refletir e ter boas conversas. Dos meus preferidos: “Não Seja Ignorante” (“não ser ignorante é um dos mais sagrados direitos que você tem e, se você não usa voluntariamente esse direito, merece tudo de adverso que lhe acontece“); “Não Seja Amargo” (“as coisas acontecem, aconteceram, ficam acontecidas. se você for amargo, essas coisas continuam acontecendo“) e “Não Seja Intolerante” (“alegre-se com a diversidade humana. procure honestamente entender os outros“). As ilustrações são da Bruna Assis Brasil, e o livro é publicado pela Objetiva.

***