oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



29 fev 2016

Petit, O Monstro – de Isol

Escrito por
Destaques, Divertidos, Para Refletir

Petit é um menino como qualquer outro – como o Francisco, como seu melhor amigo, como o filho da vizinha. É um garoto muito bom – gosta de brincar com seu cachorro, é bom em língua portuguesa, cuida bem de seus brinquedos. Mas também é um garoto muito mau – puxa os cabelos das meninas, é ruim em matemática, não gosta de emprestar seus brinquedos.

A verdade, é que Petit não sabe se é bom ou se é mau, e isso o deixa intrigado. Sua mãe pergunta como pode um menino tão bom fazer coisas tão ruins às vezes – mas a verdade é que Petit não sabe responder. O bacana desse divertido livro da artista argentina Isol, lançado recentemente pela Mov Palavras, é justamente isso: não há bom, não há mau, porque simplesmente não é assim que as coisas funcionam – e Petit vai se dando conta disso com suas próprias ações, se questionando o tempo todo.

IMG_2663

“Petit, O Monstro” foi o livro do mês de fevereiro do Clube de Leitores A Taba, e foi sucesso total aqui em casa.  Mas cá entre nós, eu não sei o que é que deixa o Francisco mais feliz: se é o livro que chega todo mês ou o mapa de exploração que sempre o acompanha. Foi através do mapa, aliás, que redobramos a atenção às ilustrações incríveis do livro: num primeiro olhar, parecem simples, mas é só observar um pouquinho e…surpresas aparecem! É que enquanto Petit faz suas peripécias e boas ações, sombras diferentes surgem nele – é divertido notar o que vai mudando!

Processed with VSCOcam with a3 preset

***

 


21 fev 2016

The Onion’s Great Escape – A Incrível Fuga da Cebola

Escrito por
Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo

Manhã de domingo tem tudo a ver com descobrir livros novos – ainda mais quando tem chuva e preguiça lá fora. Quando é diferente então, formato, história e interatividade, aí é mais legal ainda: “The Onion’s Great Escape” é desses!

olhando assim, tudo normal…

Olhando de primeira, é só mais um livro bonito e de edição caprichada, como todos da Phaidon. Mas é só começar a folhear pra sacar que na verdade ele é muito mais que isso: é uma…cebola! Calma, explico: The Onion’s Great Escape começa com um pedido de resgate (em tradução livre): “nós cebolas somos felizes e brilhantes, mas há um horror que nos atormenta: A FRITURA!“.

Processed with VSCOcam with a1 preset

Francisco no resgate

A brincadeira então é resgatar a cebola de dentro dele, destacando página a página, conforme seguimos a leitura. O livro não tem exatamente uma historinha (a não ser essa do início), mas sim vários questionamentos para fazer com a criançada, pra despertar a curiosidade e imaginação – algumas mais simples, outras mais complexas. A ideia é rabiscar as respostas no próprio livro, mas quem disse que deu coragem? Mas olha, é no formato, nas ilustrações, fontes e nas cores fantásticas do livro que está o barato! Daqueles livros que mais parecem obras de arte, criação fantástica de Sara Fanelli. E depois, é só guardar a cebola, grandona, cheia de expressões, camadas e cores incríveis:

é um livro mesmo, mas é também uma cebola!

é um livro mesmo, mas é também uma cebola!

No Brasil, o livro saiu pela Ática e chama-se “A Incrível Fuga da Cebola”. 😉

***


18 fev 2016

Tudo Muda, de Anthony Browne

Escrito por
A Chegada de Um Irmão, Destaques, Fases e momentos especiais, Novidades e Lançamentos

Anthony Browne desperta muita curiosidade – em mim, pelo menos, é curiosidade pura. Vencedor do Prêmio Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio literário infantil, Browne tem uma obra impecável. A gente nunca imagina o que pode encontrar dentro de seus livros – a não ser surrealismo, fantasia e histórias absolutamente fantásticas, isso é certo.

"Tudo Muda" - atenção aos detalhes: o "D" espelhado do título, a chaleira que começa a se transformar...

“Tudo Muda” – atenção aos detalhes: o “D” espelhado do título, a chaleira que começa a se transformar…

Essa semana chegou por aqui o “Tudo Muda”, lançamento da Pequena Zahar. Eu tenho o hábito de ler os livros sempre antes de fazer a leitura em voz alta com o Francisco – é pra garantir que o livro não vá trazer nada muito assustador (já aconteceu muito!), um discurso preconceituoso ou algo que às vezes ainda não é hora, simplesmente. Mas dessa vez não deu tempo – era hora da leitura antes de dormir, aquele livro fresquinho em casa, Anthony Browne…ah, vamos descobrir juntos!

É o menino Gregório quem acompanhamos – numa manhã, ele nota algo muito estranho na chaleira da cozinha. A casa estava quieta, tudo como ele havia deixado…mas alguma coisa estranha acontecia – ele só não sabia dizer o que era. Naquela mesma manhã, seu pai havia saído cedo buscar sua mãe, e tinha mesmo dito que as coisas iam mudar – mas o que seria? Como todos os livros de Browne, estão nas ilustrações as muitas referências e convites à descoberta – a pia do banheiro começa a tomar uma forma diferente quase humana; o sofá se transforma em crocodilo; a poltrona, adivinha? Num grande gorila (ah, os gorilas do autor!).

As muitas referências de Browne deixam a leitura muito mais rica.

As muitas referências de Browne – e transformações, muitas transformações!

A passagem do tempo é deliciosa de se acompanhar – Gregório espreita por cima do mudo, sobe em sua bicicleta, chuta uma bola que vai se transformando aos poucos em num gigantesco ovo que em pleno ar liberta uma grande ave (olha aí as pistas!). Mas Gregório não sabe do que se trata a mudança – nem eu leitora, nem Francisco leitor. O que seria?

Então ele volta para seu quarto, fecha sua porta – e seus pais chegam em casa. “Oi, meu amor!“, diz a mãe – e em seu colo…um bebê! A transformação é essa: uma irmãzinha que chega – na última página está a família reunida no sofá, xícaras de café no chão, sorrisos, o bebê no colo de Gregório. A mudança simplesmente não poderia ter sido mais divertida para nós – que também aguardamos a nossa, um irmãozinho para o Francisco, que no comecinho de agosto chega por aqui.  🙂

Acabou que o Anthony Browne nos despertou ainda mais amor – e lógico, curiosidade. Que livro mais lindo! <3

***

TUDO MUDA

Texto e Ilustração: Anthony Browne

Edição: Pequena Zahar, 2016

***