oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



26 ago 2015

6 Livros Infantis daqui que valem muito conhecer

Escrito por
Livros

E não é que já estamos no décimo vídeo lá do vlog? Se você ainda não assina o lindo e fofo canal do youtube do blog, a chance é agora – já são 10 videozinhos de dicas de livros infantis bem legais. O tema dessa vez é especial (se bem que né, falou em livro infantil, falou em tema especial para mim!) – escolhi 6 livros de gente aqui de Curitiba, livros que valem a pena conhecer. Não foi fácil escolher só seis – o legal é tem de produção totalmente independente até um infantil do Leminski e do Ziraldo. Bora?

 

1. SEU VIZINHO É AQUELE QUE MORA AO LADO DO SEU CORAÇÃO

Livrinho de nome longo e cara muito simpática, foi um presente que o Francisco ganhou na festinha de 4 anos, ano passado. Desde então é um livro que volta e meia ressurge para ser relido e folheado. O texto é escrito pelo Eloi Zanetti, palestrante de marketing daqui – aí você pensa, mas pera, é um livro do tipo motivacional para crianças? Ufa, não – é um livro muito do bacana e criativo, que tem a intenção de falar da importância do trabalho em equipe, mas sem ser nada enfadonho. O papo sobre o trabalho em equipe surge através das mãos – o autor vai mostrando como os dedos trabalham juntos para fazer as coisas mais maravilhosas, como obras de arte, músicas, brincadeiras e muito mais. As ilustrações são divertidas e muito coloridas, e dão um charme especial aos textos. É um livro ensina algumas lições, bons modos, curiosidades mil (como os deficientes visuais lêem, por exemplo, através de um textinho em braile nas últimas páginas) e é bem divertido. Só visitar o blog do autor para mais informações.

seu-vizinho-e-aquele-que-mora-ao-lado-do-seu-coracao-01

seu-vizinho-e-aquele-que-mora-ao-lado-do-seu-coracao-02

2. OS ENTALADOS

A Flávia Scherner é uma artista curitibana, daquelas pessoas cheias de talento que transitam pelas artes com uma facilidade incrível. Ela atua, conta histórias, trabalha com design, faz cadernos para desenhos incríveis e ainda fez esse livro muito do bacana, totalmente independente. A história é da mãe dela, Solange Ribeiro, e foi a Flávia quem fez as ilustrações e o acabamento gráfico do livro. A impressão também ficou por conta das duas, assim como a divulgação e distribuição – um trabalho nada fácil, lógico. A história dos Entalados é engraçada e divertida: um elefante, movido pela curiosidade, acaba preso em uma casa. O mesmo acontece com os próximos bichos que vão ver o que rola por ali, e acaba ficando todo mundo entalado. É o lobo, com todo o ar de seu forte pulmão, quem acaba libertando os amigos. Um livro simples, delicado e sem pretensão, que vale muito conhecer. Disponível para venda e entrega em todo o Brasil pelo site da Livraria Cultura ou através da fanpage do livro.

os-entalados-01

os-entalados-02

3. TOCAR NA BANDA

Eu adoro indicar cantinhos gostosos aqui em Curitiba – e é atrás de uma galeria de tarde, no jardim de uma linda casa de pedras, que fica um dos espaços mais bacanas da cidade. Uma livraria/editora/café, lugar tranquilo e perfeito para beber e comer gostosuras e encontrar muitos bons livros: a Arte & Letra. O forte da livraria não é a parte infantil – mas ainda assim, volta e meia compro um livro ou outro lá para o Francisco. É nossa forma de apoiar um negócio local e muito do legal. Foi numa dessas visitas que encontrei o livro “Tocar na Banda”  – tinha bicho e música logo na capa, fórmula certa pro Fran se interessar. Não deu outra: adorou! Na história, um jacaré (o nome dele é Zé Caré) sai atrás de um objetivo: montar uma banda. Encontra um violão sem cordas, mas sem problemas – vai atrás de cada uma delas, sempre tocando em troca das cordas, com amigos de batucada, com uma banda de jazz. No final dá tudo certo – e mesmo engolidos por uma baleia, os bichos músicos sobrevivem com violão e banda completa. O livro é escrito e ilustrado por Dea Meissner e André Ducci – os desenhos são show, super divertidos. A edição é da própria Arte & Letra, impecável. Pra conhecer já!

tocar-na-banda-01

tocar-na-banda-02

4. ANÚNCIOS AMOROSOS DOS BICHOS

Esse livro muito do engraçado eu fui descobrir lá na Biblioteca Pública do Paraná – foi o pessoal que trabalha na parte infantil que me indicou, numa das minhas buscas por livros de autores daqui. Pois o Almir Correia, autor do livro, não é bem daqui – é na verdade de Ponta Grossa, cidade muito perto de Curitiba. Então eu peço a licença de colocar ele aqui nesse mesmo pacote, até porque o livro é divertido demais e não poderia ficar de fora da lista. Como o próprio nome diz, são anúncios amorosos – mas anúncios amorosos escritos por bichos, no caso. A cada página, um bichinho anuncia que procura alguém: a girafa busca um beija-flor, a lagarta um mariposo, a porquinha busca um macaco que não pule de galho em galho. Os anúncios são poeminhas curtos, que rimam, deliciosos de ler – as ilustrações são super bonitas e em páginas bem coloridas. Ah, vale dar uma lida básica antes de partir para a leitura com os pequenos: a certa hora uma minhoquinha busca um minhocão que use camisinha. Nem queiram saber a saia justa em que me peguei com o Francisco, rs. Livro divertidíssimo, publicado pela Editora Biruta.

anuncios-amorosos-dos-bichos-01

anuncios-amorosos-dos-bichos-02

5. NUVEM FELIZ

Quando a gente pensa em escritor curitibano, acho que pensa logo em poesia, não? Eu admito que penso logo na Alice Ruiz ou no Leminski, que gosto demais – e fico bem feliz em poder colocá-los aqui nessa lista de livros infantis. Nuvem Feliz foi outro livro que emprestamos lá da biblioteca e que fez sucesso por aqui: escrito por Alice Ruiz, conta a história de uma nuvem que era tão, mas tão feliz que nunca, nuca chorava – e por isso, nunca chovia. Um dia ela passa por um lugar repleto de seca e de miséria – aí ela começa a imaginar como aquele lugar ficaria lindo, como um pouco de água traria vida àquele povo. Então ela imagina essa linda cena e…chora de felicidade. Aí é chuva, água…e também o fim da nuvenzinha, porque ela se choveu todinha, e bem, era uma vez uma nuvem. O formato do livro é diferente, na vertical: faz ele chover nas nossas mãos (opa, tô poeta hoje), junto com desenhos lindos de Edith Derdyk. Publicado pela Editora 34.

nuvem-feliz-01

nuvem-feliz-02

6. O BICHO ALFABETO

E para terminar a lista: Paulo Leminski, como não poderia deixar de ser. E não basta ser Leminski: Leminski E Ziraldo, pra coisa ficar ainda mais bonita. Nessa reunião de poeminhas curtos e divertidos, marca registrada do poeta curitibano, é difícil não esboçar um sorriso logo nas primeiras leituras. Os poemas de Leminski aqui selecionados, quase anedotas, fazem rir as crianças e os adultos – são brincadeiras com nossa língua, com palavras, significados e reflexões divertidas. Mostro dois deles ali no vídeo, mas aqui vai mais um pra dividir com vocês:

“aqui

nesta pedra

alguém sentou 

olhando o mar

o mar

não parou

pra ser olhado

foi mar

pra tudo quanto é lado.” 

Cada poema é acompanhado de uma ilustração diferente que não segue padrão algum, é pura diversão, sempre uma surpresa. Em algumas páginas o desenho ocupa o espaço todo – em outras, são traços simples, ou parecem colagem, ou transbordam pelas margens como rabiscos de canetinha. O livro é em capa dura, cores vibrantes e edição caprichada. Outra ideia bem legal de presente pra agradar os filhos e também os pais, publicado pela Companhia das Letras.

o-bicho-alfabeto-01

o-bicho-alfabeto-02

 

***

 


3 jun 2015

10 livros-imagem essenciais – Parte 1

Escrito por
Livros

Tá aí uma lista que eu tava querendo fazer faz tempo: sobre livros-imagem. Os livros-imagem não têm texto algum – apenas imagens, e são através delas que a narrativa se encaminha. Pessoal às vezes pensa que por não terem palavras, os livros-imagem são destinados apenas às crianças bem pequenas – e de olha, de fato são ótimos pra fisgar a atenção dos pequeninos. Mas tem livros-imagem para todas as idades mesmo – até gente grande! Eu mesma gosto demais desses livros – gosto especialmente das inúmeras possibilidades que eles permitem durante a leitura. Às vezes a leitura é minha, às vezes do Francisco – às vezes de nós dois juntos, e aí é deixar a imaginação fluir, observar e apontar cada detalhe que o artista criou. Ler um livro imagem junto é criar vínculo, é estimular a criatividade e pode virar uma grande brincadeira.

Ah, dessa vez tem vídeo também – aproveita pra seguir o canal do youtube e acompanhar tudo de lá! 🙂

1. TELEFONE SEM FIO

Um dos preferidos do Francisco, de longe – já até falei dele aqui em 2013. O livro já foi pra escola, já foi pra casa dos amigos, pra casa da avó, mas sempre volta pra gente (ufa!). Aqui, os personagens mais inusitados cochicham no ouvido um do outro – o bobo da corte cochicha para o rei, que cochicha para o cavaleiro de armadura, que cochicha para o escafandrista, e assim vai. Personagens de várias épocas, lugares e histórias se misturam na brincadeira de telefone sem fio, e o que eles estão dizendo a gente só imagina. É um livro grandão, divertido e bonito demais: as ilustrações são pinturas a óleo, verdadeiras obras de arte. De Ilan Brenman e Renato Moriconi, da Companhia das Letrinhas.

FIO01

FIO02

2. O LEÃO E O CAMUNDONGO

Outro livro que já passou aqui pelo blog há algum tempo, outro livro com ilustrações lindas de morrer. Aqui a fábula do leão e do camundongo é contada através de desenhos realistas e grandiosos, que ocupam as páginas inteiras. A história é a assim: um camundongo vai parar nas garras de um leão, que por alguma razão o deixa fugir livre. Um dia então, no meio da selva, o leão cai em uma armadilha humana – e é o pequeno camundongo que vem resgatar o rei da floresta, roendo a corda para que o felino fuja livre. Moral da história (toda fábula tem uma!): nenhum ato de solidariedade é desperdiçado. Do americano Jerry Pinkney, editado por aqui pela WMF Martins Fontes.

LEAO01

LEAO02

3. TOM E O PÁSSARO

O Francisco gosta demais desse livro! Primeiro, porque tem passarinho. Segundo, porque tem jeitão de quadrinho, com as ilustrações separadas em quadrados – aí ele vai parando e observando o que cada cantinho reserva, os acontecimentos de cada página. Nas primeiras, ele curte observar tudo o que acontece na feira onde Tom vai passear – e onde compra um passarinho em uma gaiola. Tom leva o pequeno pássaro roxo para seu quarto, tenta brincar com ele – e aí, segundo o Francisco, é quando ele o escuta. O passarinho conta de onde veio, de como foi capturado. Tom se entristece, e resolve libertá-lo. Acho que essa é uma terceira razão pela qual o Francisco gosta desse livro – porque é sobre liberdade, sonho, viagem. Na última ilustração, que ocupa uma página dupla, a gente vê Tom voando sobre o pássaro, agora gigantesco, imponente, completamente livre. De Patrick Lenz, publicado pela Editora Biruta.

TOM01

TOM02

4. A CASA NA ÁRVORE

Esse é um livro delicado e surpreendente – um urso polar chega à uma casa na árvore, no meio do oceano. Logo depois, chega outro urso, um marrom. Ali, os dois amigos vivem – passam as estações, passam outros bichos, e as surpresas surgem a cada página: cores, muitas cores. A cada folheada a árvore aguarda repleta de diversidade e movimento, repleta de cor. O cor-de-rosa de flamingos que passam por ali, o amarelo de um dia ensolarado no qual a visita a vem de barco-balão, o branco de um dia de neve, o azul de uma bela noite de luar. Livro vencedor de diversos prêmios, foi criado por pai e filha: Ronald Tolman e Marije Tolman. Edição da Brinque-Book.

ARVORE01

ARVORE02

5. JOURNEY

Tá aí um livro de tirar o fôlego, tão bonito é – Journey conta a incrível história de uma viagem, como diz o próprio título. Uma viagem criada a partir de um giz de cera vermelho, obra de uma garotinha entediada. Uma porta desenhada na parede leva a menina a uma floresta exuberante – de uma paisagem sépia, triste, ela entra em um verde brilhante, repleto de luminárias orientais. E a viagem continua: quando encontra um rio, a garota desenha um barco – e chega num reino gigante, com castelos, labirintos e janelas. É um livro com muita emoção e aventura: a menina tenta resgatar um pássaro aprisionado, fugindo de arcos, flechas e vilões – e no final, encontra um amigo para continuar a jornada. Não tem edição no Brasil – essa é da Candlewick Press, americana, e é absolutamente impecável e linda. A dica é que dá pra encontrar fácil (porém um bocado caro, com esse dólar alto assim) no site Book Depository. Ilustrações de Aaron Becker.

JOURNEY05

JOURNEY02

***

…continua na parte 2, aguardem! 🙂


8 abr 2015

6 livros infantis para celebrar a cultura, flora e fauna brasileiras

Escrito por
Destaques, Divertidos, Listas de Livros

Esses dias recebi uma encomenda: uma amiga que mora fora há muitos anos, mãe de dois pequenos nascidos no Canadá, me escreveu pedindo dicas de livros sobre o Brasil para ler com as crias. Queria manter o interesse e o contato dos filhos com o nosso país, e não havia forma melhor que através de livros, livros bonitos. Eu adorei o desafio – e saí em busca de livros que celebrassem nossa cultura, flora e fauna. Escolhi seis no total – dois eu comprei depois de algumas pesquisas na internet, outros dois nós já tínhamos aqui em casa e por último, dois emprestamos da Biblioteca Pública do Paraná.

1. BRASIL 100 PALAVRAS

O primeiro da lista é o preferido do Francisco – esse é um livro bem legal para as crianças bem pequenas, um prato cheio pros curiosos! São 100 bichos e plantas brasileiras divididos por seus respectivos biomas: Amazônia, Caatinha, Cerrado, Pantanal, Mata Atlântica e Pampas. Cada bioma é apresentado em uma página dupla grandona e cheia de ilustração – e depois, nas páginas seguintes, os bichos e plantas são apresentados um a um. Cada animal ou planta tem uma pequena descrição, cheia de curiosidades: o cervo do pantanal, por exemplo, tem patas adaptadas com uma membrana no meio dos dedos para ficar dentro d’água. Já a cortadeira, planta típica dos Pampas, parece um penacho muito bonito  – mas corta como um serrote! O bacana é que linguagem é bem simples e acessível – os desenhos, muito coloridos e divertidos. Livro grandão, bonito de ver e delicioso de ler com os pequenos. De Gilles Eduar e Maria Guimarães, editado pela Companhia das Letrinhas.

100palavras01

100palavras02

2. CONTADOR DE HISTÓRIAS DE BOLSO – BRASIL

Tenho feito um coisa bacana ultimamente: emprestado livros para o Francisco com frequência na Biblioteca Pública do Paraná. Às vezes vou com ele, às vezes sozinha mesmo – dá para emprestar três livros por vez e ficar até um mês com eles (renovando online depois de duas semanas). Lá encontrei dois livros bem legais sobre o Brasil – o primeiro é esse, livro pequenininho, de bolso, que traz histórias curtas e bem divertidas. A primeira, “A história que é toda feita de puns”, faz o Francisco rir alto (nem preciso dizer porquê né?) – essa é do Rio Grande do Sul. “Um padrinho muito estranho” é outra que a gente curtiu – se passa no sertão pernambucano, e tem aquele jeitão de história popular, com o coisa-ruim e tudo mais. Tem uma história de cada região do Brasil – o autor, Ilan Brenman, fez questão de não deixar nenhuma de fora. As ilustrações são de Fernando Vilela. Da editora Moderna.

contador de histórias de bolso: brasil

historinhas curtas de todas as regiões do país

3. AMAZONAS – NO CORAÇÃO ENCANTADO DA FLORESTA

Esse foi outro livro que trouxemos da Biblioteca – e que livro mais lindo! Primeiro, a edição: de capa azul, traz as páginas mais bonitas e cheias de cor. As ilustrações são do chileno André Sandoval: todas feitas em tinta guache preta e branca, sempre sobre papel colorido. Os contos, clássicos do folclore amazonense recontados pelo poeta Thiago de Mello, são ricos, diferentes e fazem a imaginação ir longe. Gosto demais do jeito com que o autor dialoga com nós, leitores – no conto Mapinguari, por exemplo, que conta a história de um bicho encantado que protege a floresta e afugenta os homens, Thiago de Mello termina:

“Anos depois da história do Euclides, a floresta amazônica é devastada cada dia mais. Acho que os Mapinguaris estão é se acabando, assustados pelo furor das motos serras, quem sabe morrendo queimados nos incêndios criminosos. Faz a tua parte, meu jovem leitor. Defende a nossa floresta, ela é tua e de todas as crianças que ainda vão nascer.”

Até me emociono, pode? Da editora Cosac-Naify.

amazonas: no coração encantado da floresta

muita cor e folclore

4. ANTOLOGIA ILUSTRADA DA POESIA BRASILEIRA 

Esse é um livro bem diferente de todos da lista: não fala dos bichos, nem das plantas, nem do folclore do Brasil, mas traz as poesias mais divertidas para crianças de todas as idades, todas de autores brasileiros. Organizada por Adriana Calcanhoto (sim, ela mesma!), a obra reúne 48 poemas dos mais diversos, que falam de felicidade, bagunça, prazer, infância; de Gonçalves Dias a Paulo Lemiski, de Olavo Bilac a Adélia Prado – aliás, é dela um dos nossos preferidos do livro:

Impressionista

Uma ocasião, 

meu pai pintou a casa toda 

de alaranjado brilhante.

Por muito tempo moramos numa casa, 

como ele mesmo dizia,

constantemente amanhecendo.

Cada poema é acompanhado por uma ilustração diferente e delicada – as ilustrações, aliás, são também de Adriana Calcanhoto. No final do livro há uma pequena biografia de cada poeta que aparece por aqui – um livro lindo para apresentar a poesia brasileira aos pequenos. Foi considerado pela Revista Crescer um dos 30 melhores livros infantis de 2014. Da editora Casa das Palavra.

antologia01

antologia02

5. HISTÓRIAS DE BICHOS BRASILEIROS

Quando se fala em livros sobre folclore e histórias do Brasil, é impossível não citar ao menos um livro de Vera do Val. Paulista, ela mora há muitos anos na Amazônia – e é sobre a terra de lá, suas histórias e costumes, que ela escreveu seus livros. Esse aqui foi uma descoberta deliciosa – tem contos mais longos que os outros livros dessa lista, e por isso, aqui em casa o combinado foi um por noite. As histórias são ágeis, gostosas de ler em voz alta. Todas elas sobre bichos, os bichos mais brasileiros que existem:  jabuti, tamanduá, onça, macaco – todos eles muito falantes e arteiros. Aí é fazer uma voz diferente pra cada um, muito barulho, algumas pausas dramáticas e pronto, é só mergulhar nos clássicos do nosso folclore: A Festa no Céu e O Macaco e a Bala são dois dos contos mais conhecidos que estão por aqui. As ilustrações de Geraldo Valério também são lindas demais, feitas com colagens e muita cor. Há outros dois livros da mesma coleção: Histórias da Onça e do Macaco e A Criação do Mundo e Outras Lendas da Amazônia. Da editora WMF Martins Fontes.

histórias de bichos brasileiros

bichos02

6. VIAGEM PELO BRASIL EM 52 HISTÓRIAS

Outro livro que reúne contos e histórias populares brasileiras – mas aqui as narrativas são bem completas e detalhadas, com muita informação, como uma enciclopédia. Referências, mapas, fotos e ilustrações acompanham cada uma das histórias, trazendo mais curiosidades e detalhes minunciosos. As histórias são separadas por regiões – as cinco são contempladas com as mais diversas histórias: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Saci-Pererê, Lampião, Zumbi de Palmares – personagens brasileiros, alguns fictícios, outros não, têm suas histórias contadas nesse livro. Para conhecer o Brasil a fundo e aprender detalhes sobre nossas lendas, não há livro melhor. Um livro bacana para crianças mais velhas, a partir de 8 anos. Escrito por Silvana Salerno, editado pela Companhia das Letrinhas.

viagem pelo brasil em 52 histórias

historia02

***