oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



12 jul 2017

Tanto, Tanto!, de Trish Cooke

Escrito por
Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Livros

Já faz um tempo que comprei esse livro pra curtir com o Vini. Tava na minha lista de desejos livrísticos há um tempão, e fiquei feliz da vida quando chegou. Mas falemos a verdade: até hoje não consegui terminar NENHUMA vez a leitura junto com ele. É que o livro é uma delícia, divertidíssimo, tá certo – mas é longo, e na sexta página o Vinícius já escalou o sofá, desviou de obstáculos e foi engatinhar lá longe. Então dia a dia lemos um pouquinho, outro pouquinho. O que basta, porque cada leitura, apesar de curta, é uma festa só!

O mais legal dessa história, publicada pela primeira vez nos anos 90, é que ela gira toda em torno de um bebê…que todos querem esmagar, beijar, apertar tanto, tanto! Conforme os integrantes da família vão chegando na casa dele, cada um faz uma nova bagunça, no seu estilo – e o bebê lá, todo felizão. O texto, cumulativo, é cheio de ritmo: há repetição, pausa, uma delícia de ler em voz alta, quase cantando (e parando pra dar uns esmagos no bebê ouvinte, claro)!

E as ilustrações então…uma família em festa, um bebê fofucho, muito movimento e cor. A verdade é que Tanto, Tanto! é uma linda história de convívio, de uma família feliz, festiva e completamente apaixonada pelo bebê da casa. Livrão (grandioso mesmo, inclusive no tamanho) incrível, divertido e emocionante! 💛

***


23 mar 2017

Uma Ideia No Bolso, de Patricia de Arias

Escrito por
Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Livros

A vida não anda fácil por aqui: chegando nos 8 meses de idade, o Vinícius tá vivendo intensamente a tal ansiedade da separação. Anda muito chorão, com dificuldade pra dormir, um grude só – e a mãe aqui mal tem tempo (e disposição) pra fazer qualquer coisa que não ficar em função dele. Daí meu sumiço! Coisa que a gente segue fazendo nos intervalos entre chororôs e dramas é ler: de manhã e antes de dormir. Tem dia que não passa da primeira página, tá certo, mas tem outros que flui que é uma beleza!

Livrinho delicioso que curtimos juntos essa semana foi esse: “Uma Ideia no Bolso”, da Editora Rovelle. Com texto rimado e ilustrações delicadas em aquarela, a gente acompanha um pequeno garoto e suas muitas brincadeiras. Ele guarda uma ideia no bolso, mas quem disse que conta qual é ela? Prefere perseguir bandidos, amestrar formigas, vestir duendes de pijama vermelho – simplesmente não sobra tempo!

Um detalhe divertido: no final do livro há o texto na língua original, espanhol. Resolvi também ler para o Vinícius e adivinha? Arranquei gargalhadas dele! Me ouvir falar outra língua (ainda que muito mal) foi a maior diversão – agora só leio o livro com o bônus, pra ouvir o pequeno rir (da minha cara, claro). Momentos assim fazem todo o perrengue desses 8 meses valer a pena, ufa!

***


5 set 2016

Meu Primeiro Dicionário, de Richard Scarry

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Literatura Universal, Para dar risada

Richard Scarry foi um autor norte americano de enorme sucesso – teve mais de 300 livros publicados! Muitos se tornaram grandes clássicos, e seguem encantando gerações. “Meu Primeiro Dicionário” é um deles, publicado pela primeira vez em 1966! Lá fora está esgotado há muito, mas aqui no Brasil tivemos sorte: foi trazido em 2014 pela Editora WMF Martins Fontes nessa edição grandona, bonita e resistente.

meu-primeiro-dicionário

clássico desde 1966!

Esse é daqueles livros para se ter por boa parte da infância (daí a importância do “resistente”), que acompanha a criança em diversas fases. É um dicionário com 2.500 verbetes, cada um trazendo uma micro historinha e ilustrações coloridíssimas, muitas vezes engraçadas. Os personagens são animais variados (apresentados na primeira página do livro), cada um com seu nome, com suas manias.

meu-primeiro-dicionário-02

ilustrações vintage e textos curtinhos 

O barato é com os pequenos (1, 2 anos) curtir as imagens, criar historinhas diferentes e aprender muitas palavras novas (frutas, alimentos, meios de transporte) sempre em contextos divertidos. Com os maiores (na faixa dos 6 anos, como aqui em casa), a leitura rende boas conversas (há lições de boas maneiras em muitos dos quadrinhos, reflexões interessantes) e também boas risadas.

Também é muito legal pra quem está começando a ler sozinho: as historinhas curtas acompanhadas de muitas ilustrações dão autonomia e confiança – e despertam a curiosidade! Um livrão clássico para se ter na biblioteca e reler infinitas vezes: junto, sozinho, separado. 💚

***