oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



18 mar 2017

livro: Eu Sei Um Montão de Coisas

Escrito por
Divertidos, Fases e momentos especiais, Leitura com Bebês, Livros

Ô livrinho gostoso de curtir com os pequenos! “Eu Sei Um Montão de Coisas” traz um texto rimado, delicioso de se ler em voz alta – uma criança divide tudo que já sabe, o que já descobriu: “um livro precisa de folhas para folhear e um bolo folhado de tempo para assar”, brinca ela. As ilustrações são grandonas, ocupando páginas inteiras com cores e traços divertidos.

Publicado originalmente em 1956, o livro traz uma das parcerias do designer gráfico americano Paul Rand e sua esposa, Ann Rand. Um super clássico, essencial para quem curte livros infantis cheios de arte – publicado pela falecida Cosac-Naify, ainda se encontra fácil (e em conta!) na Amazon. Fica a dica!

***


18 jul 2016

Um Só Livro, Muitas Histórias – Livros de Contos Para Crianças

Escrito por
Clássicos, Contos de Fada, Destaques, Fábulas, Listas de Livros, Literatura Universal

Mais uma lista que surgiu de uma sugestão muito bacana que recebi lá no canal do youtube: livros de contos para curtir nas férias. Tá certo que a ideia era que saísse antes dessas férias de julho, mas não deu tempo – de qualquer forma, tá aí! Listinha feita no capricho, seis livros muito bacanas de contos, dos clássicos aos curtinhos e cheios de humor! Pra ver (e ouvir!) mais sobre cada um deles, já sabe: tá tudo lá no canal. 😉

1.BICHOS QUE EXISTEM E BICHOS QUE NÃO EXISTEM

Que delícia finalmente colocar esse livro numa listinha – é daqueles preferidos do Francisco, daqueles que já lemos muitas e muitas vezes. Curtinho, mas repleto de histórias interessantes, traz uma seleção divertida de bichos que existem e de bichos que não existem, exatamente como diz o título. O legal é que a forma como os bichos são apresentadas, bem-humoradas, deixa aquela pulguinha atrás da orelha: pera, mas isso existe mesmo? E esse aqui, será que não existe não? Como diz o autor, o músico Arthur Nestrovski, “todos os bichos existem: nas palavras dos livros e na cabeça da gente”. O cavalo marinho, a fênix, o vírus, o cão dos infernos. Divertido de ler em roda, em turma, um continho por vez! Da encerrada Cosac-Naify, ainda se acha fácil por aí – e vale demais ter na biblioteca.

bichos-que-existem-e-bichos-que-nao-existem

2. COISAS QUE EU QUERIA SER

Também de Arthur Nestrovski e Maria Eugênia, “Coisas Que Eu Queria Ser” segue o mesmo estilo do livro anterior: mas aqui a brincadeira é com coisas, as mais variadas…coisas! E se afinal a gente visse pelo lado dos objetos? A gente muito provavelmente entenderia a dura vida da meia, que só é completa quando são duas; entenderia porque um lápis não curta ficar desapontado e até descobriria que o relógio acha é muita graça quando falamos que o tempo passa muito rápido ou devagar demais. Tem até uma coisa que não existe aqui, mas que olha, imagine só se existisse: o exterminador de chatos! Também da Cosac-Naify, é outro livrinho imperdível!

coisas-que-eu-queria-ser

3. O SEGREDO DO ANEL (e outros contos do bem-viver)

Se a ideia é ler e papear muito depois da leitura (e como é bom conversar sobre o que foi lido!), esse é um livro e tanto – reunião de 11 contos deliciosos de se ler em voz alta, todos da tradição oral, com importantes mensagens sobre respeito, humildade, honestidade e outros valores. Não que todos os contos venham com uma lição de moral não – mas é fácil e divertido tirar bons ensinamentos de muitos deles e até discordar de outros! Destaque especial para os desenhos coloridíssimos de Ionit Zilberman, que ilustram os contos emoldurando-os, com muitos detalhes. Muito legal! Publicado pelo selo Tordesilhinhas, da Editora Alaúde.

o-segredo-do-anel

4. AS 14 PÉROLAS DA MITOLOGIA GREGA

Não há adulto ou criança que conheça e não se encante pela mitologia grega! “As 14 Pérolas da Mitologia Grega” é um livro muito bacana para quem quer justamente conhecer essas histórias e mergulhar nesse fascinante mundo, repleto de contos tradicionais aqui recontados por Ilan Brenman: “conhecê-los é compreender como nossa mente funciona e visualizar a beleza da criação humana”, diz ele ao final do livro. Para conhecer Zeus, Afrodite, a sensacional história de Ícaro, da caixa de Pandora e muitas outras. Há outros 4 livros da mesma coleção, com contos clássicos judeus, budistas, indianos e da tradição sufi, todos publicados pelo selo Escarlate, da Brinque-Book.

as-14-perolas-da-mitologia-grega

5. FÁBULAS DE ESOPO

As fábulas, assim como os contos da mitologia grega, são tradicionais e essenciais. Contadas e recontadas há mais de 2500 anos, são histórias atemporais, nas quais animais têm comportamentos bastante humanos e passam por situações adversas. Há diversas edições diferentes que reúnem as de Esopo, que escreveu as fábulas mais conhecidas, muitas delas completas – mas escolhi essa aqui porque gosto demais dela. É muito bonita e diferente, totalmente ilustrada pelo francês Jean-François Martin e traz as fábulas resumidas, curtinhas, com a lição muito clara no final (essa é uma características das fábulas: sempre trazem um ensinamento curto, às vezes um tanto cruel, às vezes muito bom para refletir!). As mais clássicas estão aqui: O Leão e o Rato Agradecido, A Tartaruga e A Lebre, A Cigarra e As Formigas, entre outras. A publicação é da Companhia das Letrinhas.

fabulas-de-esopo

6.NA TERRA DO NUNCA JAMAIS

Um dos grandes xodós da nossa biblioteca é esse livro aqui  – grandão, lindo de morrer, traz 60 contos do mundo inteiro: de clássicos àqueles um tanto desconhecidos (para nós, ao menos) e incríveis. A compilação de Linda Rode tomou tempo e exigiu estudo – é que aqui ela reúne historinhas tradicionais de lugares e origens muito distintas, como Europa, Oriente, América do Sul e África. Ao final de cada uma, um curto comentário explica sua origem e desdobramentos, e é interessante demais reconhecer como uma só história é às vezes recontada das formas mais variadas em cada lugar do planeta, adaptando-se a costumes, meios e pessoas. Todas são ilustradas por Fiona Moodie, num impecável trabalho repleto de detalhes – o resultado final não poderia ter sido mais bonito. Olha, se é pra investir em uma só reunião de contos, vale investir nessa, sem medo. É mais cara que a média (paguei em torno de 70 reais nela), mas vale demais! Da Martins Fontes.

na-terra-do-nunca-jamais

***


24 jun 2016

Especial: Livros Sobre Livros (Parte 2)

Escrito por
Destaques, Divertidos, Listas de Livros, Para dar risada

Se na primeira parte os livros sobre livros foram mais, digamos assim, filosóficos e cheios de homenagens ao livro em si, nessa segunda parte a coisa é um pouquinho diferente: aqui os livros também são protagonistas da história!

1.O INCRÍVEL MENINO DEVORADOR DE LIVROS

Se você não tem um livrinho do Oliver Jeffers na biblioteca das criançada, olha, pode seguir meu conselho e correr atrás de um: não há criança que não curta os traços divertidos e as histórias cheias de humor desse autor e ilustrador americano. Nesse livro aqui, publicado no Brasil pela Editora Salamandra, a gente conhece o menino Henrique, que descobre uma coisa um tanto inusitada: comendo livros ele ficava inteligente, inteligente demais! Tudo começou quando ele provou uma página aqui, deu uma mordidinha ali…de repete, já estava engolindo dezenas deles de uma só vez. Problema é que digerir aquela quantidade enorme de papel não era tarefa fácil, e o que começou como uma brincadeira acabou virando um pesadelo: ele tinha enjôos, suas ideias já se embaralhavam. O recomendado então foi, claro, parar de comer os livros – e ao invés disso, Henrique começou a lê-los. E sabe o que ele descobriu? Que lendo ele ficaria igualmente inteligente…só precisava de um pouco mais de paciência!

o-incrivel-menino-devorador-de-livros

2. O SENHOR RAPOSO ADORA LIVROS

Outra história que traz um literal devorador de livros – mas um raposo, no caso! O Sr. Raposo era um cara do bem, um cara legal – mas ele tinha esse diferencial: para se alimentar, só livros. E não pense que qualquer livro não: quanto melhor as obras, melhor o sabor, melhor a digestão. Clássicos russos, por exemplo, eram dos seus preferidos. Problema é que livros são caros, e seguir se alimentado dessa forma não era fácil – até vender todos seus móveis para comprar comida, digo, livros, ele já havia tentado. A primeira ideia do Sr. Raposo foi então frequentar uma biblioteca – mas logo os livros pararam de ser devolvidos, outros eram devolvidos mordidos e babados (eca!) e a bibliotecária se deu conta de que o melhor era proibi-lo daquele ambiente. Sr. Raposo encontra então uma saída drástica: assaltar uma livraria! Tudo certo até a polícia descobrir onde ele se escondia (e onde saboreava seus livrinhos, pobre coitado!), e o Sr. Raposo acaba preso. Na cadeia as coisas começam difíceis…mas logo tomam um rumo diferente e muito do feliz, rá! Livro hilário (sério gente, IMPERDÍVEL) escrito e ilustrado pela alemã Franziska Biermann e publicado pela Cosac-Naify – mas que ufa, ainda se acha fácil e que vale demais ter na biblioteca!

o-sr-raposo-adora-livros

3. OS FANTÁSTICOS LIVROS VOADORES DE MODESTO MÁXIMO

Esse já se tornou um clássico entre apaixonados por livros e bibliotecas – a história d’Os Fantásticos Livros Voadores de Modesto Máximo se tornou um livro impresso depois de que o curta-metragem levou um Oscar em 2012, além de muitos outros prêmios. Pois é, muita gente acha que é o contrário, que o livro inspirou o curta, mas não. O curta saiu em 2011, criação absolutamente fantástica dirigida por William Joyce e Brandon Oldenburg. É fácil de achar no youtube, tem duração de 15 minutos e vale DEMAIS assistir junto com as crianças – não tem diálogo algum, mas muita música e uma viagem fantástica pelo mundo da biblioteca desse rapaz, o Morris Lessmore (ou Modesto Máximo, em português). Em 2012, o curta não só virou livro, mas também aplicativo, e logo foi editado no Brasil pela Rocco. A edição é impecável, e as ilustrações, frames do curta, são muito bonitas – mas corre ver o vídeo que olha, esse é inesquecível. E ver os livros voando e dançando enquanto o Sr. Morris Lessmore dança animado é de encher o coração de alegria!

os-fantasticos-livros-voadores-de-modesto-maximo

4. O MONSTRO QUE ADORAVA LER

Essa é uma história bem divertida de ler com os pequenininhos – traz fantasia e muitos monstros, mas monstros leitores! Conta a história de um monstrengo muito do feio que mora numa floresta, e que gosta mesmo é de ficar lá apavorando humanos. Até o dia em que uma garota surge lendo um livro, e não se assusta ao primeiro berro do monstro. É só no segundo que ele faz ela correr, e sem querer, deixar o livro para trás. Ele então leva aquele estranhíssimo material para sua toca e tenta descobrir o que fazer com ele. Quando entende que aquele livro é para ser lido, fica tão curioso que aprende a ler só para mergulhar na história. E aí, vocês já devem imaginar, não tem volta. Ele não só vira um voraz leitor como faz todos os outros monstros também se encantarem com a leitura! Nossa cópia é canadense (a escritora Lili Chartrand é do Quebec), mas no Brasil o livro saiu pelas Edições SM.

o-monstro-que-adorava-ler

***