oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



12 set 2017

É Tudo Família! – Livros Infantis Sobre Diferentes Famílias

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Listas de Livros, Livros, Para Refletir

Faz um tempão, mas um tempão mesmo, lancei lá no youtube um especial sobre diversidade – livros que abordam famílias homoafetivas e outros assuntos. Desde então, conheci muitos outros livros bacanas sobre o tema. Como nunca é demais falar disso, separei cinco novos livros para mostrar para vocês. Livros que abordam não só famílias homoafetivas, mas também famílias com pais separados, com mães ou pais solo, famílias com muitos avós. São livros que abraçam boa parte das famílias que hoje existem por aí de forma leve e divertida! O vídeo novo já está no ar! 🙂

1.UMA FAMÍLIA É UMA FAMÍLIA É UMA FAMÍLA

Na sala de aula, a professora convida seus alunos a dividirem o que faz de suas famílias especial. Cada aluno conta algum detalhe: uma das garotas conta que seu pai e sua mãe se conhecem desde que são pequenininhos! Um garoto divide que suas duas mães cantam muito mal – e gostam de cantar bem alto. Já outro conta que tem mais avós do que qualquer pessoa que ele conhece. E assim vai indo: cada família uma história, cada família uma configuração completamente diferente. A grande sacada da história, na minha opinião, é justamente essa: não é a configuração familiar em si que faz dela especial, mas sim alguma característica apontada pela criança. Pais separados, filhos adotivos, dois pais, duas mães? Isso é só um detalhe! O final é de arrepiar, coisa mais linda. E as ilustrações um barato! Uma forma leve e super bem-humorada de abordar as novas famílias e celebrar a diversidade! Livro gracioso, lançamento da Brinque-Book.

2. DRUFS

Maravilhosa é a Eva Furnari, que depois de 35 anos escrevendo e ilustrando para crianças, ainda cria um livro tão original como esse. Os Drufs são seres parecidos como nós, só que menores. Um dia, a professora Rubi dá um desafio aos seus alunos: levar fotos e curiosidades sobre suas próprias famílias. E surge cada história, cada família diferente! Tem família de ninjas, tem família que curte festa, tem família que perdeu o pai, família de duas mães, família de dois pais – sempre apresentadas na voz das crianças, com muito humor e delicadeza (vale caprichar nas vozes e sotaques na hora de ler em voz alta – rendeu tanta risada aqui em casa!). O barato é que todos os personagens são montados nos próprios dedos da autora, e todos completamente diferentes: com canetinha, tecidos, bexiga, tampas e uma criatividade sem fim! Publicado pela Editora Moderna.

3. O GRANDE E MARAVILHOSO LIVRO DAS FAMÍLIAS

Esse é diferente dos dois livros acima porque é quase um livro informativo: ele apresenta didaticamente alguns dos tipos de família que existem por aí. É bastante simples, mas muito gostoso de ler. Mostra famílias grandes, famílias pequenas, famílias homoafetivas, famílias de duas só pessoas. E também mostra as casas, as escolas, alguns costumes, sempre com muita leveza e bom-humor. As ilustrações são da cartunista Ros Asquith e garantem esse ar cômico ao livro – e ela ainda propõe um desafio: você consegue encontrar um simpático gatinho em cada uma das páginas? Bem legal de se curtir com crianças pequenas, esse é publicado pela Edições SM.

4.É TUDO FAMÍLIA!

Amo tanto esse título que até roubei ele pra usar no vídeo – não é legal demais? Pois esse é no mesmo estilo do último: apresenta diferentes tipos de famílias e de costumes. Acho bacana que aqui os personagens têm nome e há uma pequena história sobre cada um deles. A linguagem é bastante leve, cheia de bom-humor – e as ilustrações também! O livro também aborda madrastas e padrastos, famílias adotivas e toca em assuntos delicados, como a violência doméstica. Completo e bonito pra caramba, com capa dura e uma edição caprichada da L&PM Editores.

5.OLÍVIA TEM DOIS PAPAIS

É impossível não se apaixonar pela pequena Olívia, garota esperta e curiosa que só. Nesse livro a gente acompanha um dia na vida dela. As brincadeiras que faz com o pai Raul, o lanche que come com o pai Luís. É uma garota como outra qualquer, uma família como outra qualquer – e essa é a mensagem mais bonita que o livro transmite.  Não importa qual seja a configuração da família, importa que ela seja feliz! Escrito por Márcia Leite, é publicado pela Companhia das Letrinhas.

***


1 ago 2017

A Cor de Coraline, de Alexandre Rampazo

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Novidades e Lançamentos, Para dar risada, Para Refletir

Estranho mesmo foi o dia em que Pedrinho chegou para Coraline pedido o lápis cor da pele. Quer dizer, não parecia nada estranho pra ele naquele momento, mas a pergunta foi suficiente para deixar a Coraline com cara de lagosta. Afinal, naquela caixa de 12 cores, qual seria a “cor de pele” – e mais importante, a pele de quem?

O pensamento de Coraline vai longe…porque se morassem em Marte, certamente a cor da pele deles seria verde. E se morassem num país de envergonhados, ou ainda…num país onde todos fossem vermelhos de raiva? Imagine só que engraçado! Também poderia ser um mundo fofinho, fofuxo, onde tudo e todos fossem….lilás!

Enquanto Pedrinho espera, a imaginação de Coraline voa e nos leva pra cada um desses mundos super coloridos, cheios de formas e de peles diferentes. Muito parecidos com o nosso, aliás! Livro incrível, importante, urgente – e divertidíssimo! Coraline, somos fãs!

“A Cor de Coraline”, de Alexandre Rampazo, saiu pela editora Rocco.

***


18 abr 2017

Pode Pegar!, de Janaina Tokitaka

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Livros, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Dia desses li um texto ótimo da Janaína Tokitaka no #AgoraÉQueSãoElas, blog da Folha: ela falava sobre o poder dos livros infantis. Quando trazem personagens esteriotipados, bons mocinhos, boas mocinhas, deixam na criança a impressão de que ela está desajustada, que há algo errado com ela. Afinal, crianças não são assim: elas são por natureza barulhentas, bagunceiras, cheias das perguntas. No entanto, quando encontram nas histórias personagens divertidos como elas, questionadores, sentem-se abraçadas. É aí que se encantam pelos livros, pela literatura.

“Pode Pegar!” é lançamento recente da autora e ilustradora pelo selo Boitatá, da Editora Boitempo. Nele, conhecemos um coelhinho e uma coelhinha: ele de terno e calça, ela de saia e salto. Mas quando ele fica na ponta dos pés, esforçando-se para alcançar uma maçã em uma árvore, ela oferece seus sapatos de salto alto – e ele logo aceita, oras! Quando é ela quem precisa atravessar um riacho, ele oferece suas botas. E aí começa uma grande brincadeira: a saia pode virar a capa de um super-herói, as calças são perfeitas para pular montanhas. Até a hora que chega um sisudo coelho adulto pronto para proibir – e se supreender!

Uma obra deliciosa, linda, para se curtir e papear sobre identidade de gênero com as crianças, do jeito que a infância deve ser: divertida, colorida, questionadora!

***