oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



4 ago 2017

Até Os Deuses Amam Futebol, de Heinz Janisch

Escrito por
Divertidos, Livros

Futebol e As Origens do Universo

Dia desses o Fran foi convidado para o aniversário de um colega do futebol. Aí surgiu a dúvida: o que dar de presente? Eu sou a tia que dá livros, não adianta. Se aprendi a escolher livros divertidos para meus filhos, aprendi a escolher para seus amigos e colegas também – e adoro fazer isso! Mas eu pouco conhecia o aniversariante – na verdade, só sabia disso, que ele curtia futebol. Então lá fui eu garimpar livros sobre o assunto – e gente, tem cada livro bacana! Eu nem podia imaginar.

“Até Os Deuses Amam Futebol” é um deles – a gente já tinha emprestado da Biblioteca Pública há algum tempo, e eu até já havia falado dele no instagram. Conta a história que os deuses, há muito tempo, adoravam bater uma bolinha. E sempre jogavam todos, o Deus dos Desvios, o Deus da Decisão, a Deusa da Impaciência (que batia um bolão) e até o Deus dos Vôos, que convenhamos, com esse nome só podia ser um excelente goleiro. Problema é que como os humanos, entre os deuses também tinham aqueles que não sabiam brincar – e esse era bem o Deus de Todos Os Deuses.

Um dia, cheio de raiva depois de perder uma partida, chutou uma bola azul tão forte, mas tão forte, que ela foi parar lááá no alto, no infinito. Essa bola começou a se transformar, terra e água surgiram…e adivinha o que surgiu dali? Divertido, diferente e especialmente legal pra criançada que pira em futebol, “Até Os Deuses Amam Futebol” é publicação da Editora Biruta.

***


25 maio 2016

Gigante Pouco a Pouco, de Pablo Albo e Aitana Carrasco

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Para dar risada, Para Refletir

Já escolheu livro pela capa? Eu já, muitos – admito! Tá certo que algumas vezes me dei mal nessa, mas outras tantas vezes me dei muito bem – como nessa vez aqui. Escolhi “Gigante Pouco a Pouco”, publicado pela Editora Biruta, por essa capa divertida – cheia de colagens, um ar um tanto retrô e um quê de Monty Python. E acabei descobrindo junto com o Francisco um livro delicioso, engraçado e com uma lição e tanto sobre amizade e tolerância!

Miguel era um garotinho como qualquer outro – mas só até os 7 anos. Quando completou essa idade, começou a crescer, crescer demais – é que Miguel era filho de gigantes. Na escola, no início, seus colegas de classe estranharam. Mas só porque ver surgir uns olhos gigantes na janela, umas botas gigantes caminhando por aí…nada mais normal que levar um susto! Pois assim que reconheceram que era o amigo, ficou tudo bem – é que Miguel era um cara legal demais, e não importava que ele não pudesse jogar futebol com a turma por riscos de um pisão fatal, muito menos que ele não conseguisse entrar mais na sala de aula por sua altura. Seus amigos gostavam tanto dele que adaptaram o que podiam – a brincadeira, antes futebol, virou subir altas montanhas agarrados nos cadarços de Miguel, e a aula, assistiam todos lá fora (se chovesse, o guarda-chuva de Miguel cobria a todos, sem problemas!).

gigante-pouco-a-pouco-02

A história foi escrita por Pablo Albo e ilustrada por Aitana Carrasco, ambos espanhóis. O livro faz parte do acervo da mais importante biblioteca de literatura infantil e juvenil do mundo, em Munique, na Alemanha, a (olha o nome difícil!) Internationale Jugendbibliothek (IJB) e compõe o catálogo The White Ravens. Uma história absolutamente deliciosa, dessas ideais para serem contadas em voz alta: redondinha, cheia de emoção, humor e com um final ainda por cima bastante diferente! Uma lição incrível sobre amizade e respeito às diferenças.

***


7 out 2015

5 Livros Gigantes com Histórias Incríveis

Escrito por
Livros

Eu não me canso dos livros gigantescos – confesso que olha, tenho verdadeira loucura por eles. O Francisco também. Mas também, me diz: que criança não adora receber um presente que é quase do tamanho dela e que dentro guarda uma verdadeira viagem? Eu sou uma que acho esses livros especialmente legais para presentear – a criança geralmente se surpreende com o tamanho, e se a história é divertida então, aí é amor na certa. Por isso, escolhi cinco dos nossos preferidos: são cinco livros gigantescos, com ilustrações maravilhosas e histórias incríveis.

1.CARAS ANIMALESCAS

Eu já falei desse livro aqui há dois anos, acho que na época que ele foi lançado – pensa, o Francisco tinha 3 anos na época. E ele obcecou por esse livro – andava com ele pra cima e pra baixo, carregando um livro tão grande do jeito que conseguia. Desde então o livro já foi e voltou para a prateleira algumas tantas vezes, assim como o Bocejo e o Telefone Sem Fio, dos mesmos autores (e que seguem a mesma linha e belezura). A brincadeira aqui é reparar e descobrir quais bichos as pessoas se parecem – pelas ilustrações a gente logo vai percebendo, e se não, é só reparar na sombra ali atrás. Os textinhos, com rima, complementam: a Sra. Maricota tem cara de gaivota, a Sra. Deodata tem cara de gata, o Sr. Adelardo tem cara de…leopardo. Aqui em casa o Francisco já sabe de cor e salteado – e não adianta, não se cansa da brincadeira. Mas também, é divertido demais! Escrito por Ilan Brenman, com ilustrações do Renato Moriconi, é editado pela Companhia das Letras.

caras-animalescas-01

caras-animalescas-02

2. 365 PINGUINS

Esse é outro livro grandão que faz rir um bocado – descobri ele na Biblioteca Pública do Paraná, e é a segunda vez que o emprestamos. A história é bem diferente: uma família recebe um dia uma caixa com um pinguim, munido de um bilhete pedindo apenas para que seja alimentado. O pessoal fica intrigado, mas tudo bem, vai…no segundo dia, outro pinguim. Agora são dois. No terceiro, adivinha? Um terceiro pinguim, e a coisa não para nunca – pelo menos não até completar 365 deles.  A questão é que não é fácil cuidar de um animal tão delicado – agora imagine de centenas deles! A família se desdobra, e a gente vai só acompanhando: quilos e quilos de peixe fresco para alimentá-los, lugares especiais para que eles durmam, formas inusitadas para mantê-los limpos. O final é engraçado demais – e tem uma bela supresa! Livro super divertido e querido de muitas crianças pelo mundo afora – já foi publicado em mais de 12 países. Da Companhia das Letras.

365-pinguins-01

365-pinguins-02

3. O PIRATA E O FARMACÊUTICO

Ahhh esse livro! Eu tava bem louca pra mostrar esse livro aqui! Mas espera: esse é um daqueles livros que surpreendem. O que me fez comprá-lo foi a capa, a edição, as cores – a verdade é que eu não esperava o que nos esperava (opa) ali dentro. O livro conta a história de dois amigos de infância: Robin e Ben. Os dois crescem juntos, mas tomam rumos diferentes na vida – Robin vira pirata e Ben, farmacêutico. Robin segue roubando navios, promovendo batalhas; Ben vendendo fórmulas milagrosas que não passam de grandes mentiras. Os dois se enriquecem, cada um da sua forma. Anos depois, já adultos, voltam a se encontrar – e aí, ah, várias surpresas. O livro é um tanto quanto violento, já aviso. As ilustrações repletas de sangue e tragédias – mas tudo assim, cheio de cor, incríveis, hipnotizantes, como uma boa aventura deve ser. E quem disse que assustam? O Francisco (que tem 5 anos) adorou o livro, me fez contar várias vezes a história e segue namorando as ilustrações. Eu também! É uma história fantástica, daquelas que a gente não esquece nunca. Quer saber? Imperdível. Também da Companhia das Letras.

o-pirata-e-o-farmaceutico-01

o-pirata-e-o-farmaceutico-02

4. O TAMANHO DO SEU SONHO

Esse é outro livro que emprestamos da Biblioteca Pública e que entrou direto pra wishlist – é uma verdadeira obra de arte! Cada página dupla, gigante, esconde um segredo: o sonho de alguém, de algum ser ou objeto que a gente nem imagina. Tem a cegonha, tem o poço, a lombriga, a coruja, até o carro de bombeiros sonha acordado. Cada sonho é acompanhado de uma ilustração completamente diferente, cada virada de página esconde uma espetacular surpresa. É um daqueles livros para ler, reler, sonhar com ele (por que não?), presentear crianças e adultos, deixar em cima da mesa pra que todo mundo possa folhear. Difícil é só pronunciar o nome do autor, polonês: Przemyslaw Wechterowicz. As ilustrações são da também polonesa Marta Ignerska, e o livro é publicado no Brasil pela Editora Biruta.

o-tamanho-do-meu-sonho-01

o-tamanho-do-meu-sonho-02

5. A GIGANTESCA PEQUENA COISA

O último é um daqueles livros que sabe como é, mas acho que são mais meus que do Francisco. Ele jura que é dele, eu juro que é meu – então é nosso e ponto final. Já falei dele por aqui em 2013, e segue sendo um dos nossos gigantescos preferidos. Na época, ainda não tinha edição no Brasil, e nossa cópia era portuguesa – a boa notícia é que hoje já tem edição por aqui, e olha, tão bonita quanto! A diferença é que aqui se chama Pequena Coisa Gigantesca (não entendi porque mudar o título, acho tão mais poético o outro, oras!). No livro, vamos acompanhando a descoberta dessa pequena coisa gigantesca que está muitas vezes logo à nossa frente e não a vemos – a felicidade. É um livro pra filosofar, sonhar, se apaixonar perdidamente, pra presentear os pequenos e os grandes de coração sensível. Tanto o texto como as ilustrações são da artista italiana Beatrice Alemagna, e no Brasil o livro saiu pela WMF Martins Fontes.

pequena-coisa-gigantesca-01

pequena-coisa-gigantesca-02

***