oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



25 maio 2016

Gigante Pouco a Pouco, de Pablo Albo e Aitana Carrasco

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Para dar risada, Para Refletir

Já escolheu livro pela capa? Eu já, muitos – admito! Tá certo que algumas vezes me dei mal nessa, mas outras tantas vezes me dei muito bem – como nessa vez aqui. Escolhi “Gigante Pouco a Pouco”, publicado pela Editora Biruta, por essa capa divertida – cheia de colagens, um ar um tanto retrô e um quê de Monty Python. E acabei descobrindo junto com o Francisco um livro delicioso, engraçado e com uma lição e tanto sobre amizade e tolerância!

Miguel era um garotinho como qualquer outro – mas só até os 7 anos. Quando completou essa idade, começou a crescer, crescer demais – é que Miguel era filho de gigantes. Na escola, no início, seus colegas de classe estranharam. Mas só porque ver surgir uns olhos gigantes na janela, umas botas gigantes caminhando por aí…nada mais normal que levar um susto! Pois assim que reconheceram que era o amigo, ficou tudo bem – é que Miguel era um cara legal demais, e não importava que ele não pudesse jogar futebol com a turma por riscos de um pisão fatal, muito menos que ele não conseguisse entrar mais na sala de aula por sua altura. Seus amigos gostavam tanto dele que adaptaram o que podiam – a brincadeira, antes futebol, virou subir altas montanhas agarrados nos cadarços de Miguel, e a aula, assistiam todos lá fora (se chovesse, o guarda-chuva de Miguel cobria a todos, sem problemas!).

gigante-pouco-a-pouco-02

A história foi escrita por Pablo Albo e ilustrada por Aitana Carrasco, ambos espanhóis. O livro faz parte do acervo da mais importante biblioteca de literatura infantil e juvenil do mundo, em Munique, na Alemanha, a (olha o nome difícil!) Internationale Jugendbibliothek (IJB) e compõe o catálogo The White Ravens. Uma história absolutamente deliciosa, dessas ideais para serem contadas em voz alta: redondinha, cheia de emoção, humor e com um final ainda por cima bastante diferente! Uma lição incrível sobre amizade e respeito às diferenças.

***


7 out 2015

5 Livros Gigantes com Histórias Incríveis

Escrito por
Livros

Eu não me canso dos livros gigantescos – confesso que olha, tenho verdadeira loucura por eles. O Francisco também. Mas também, me diz: que criança não adora receber um presente que é quase do tamanho dela e que dentro guarda uma verdadeira viagem? Eu sou uma que acho esses livros especialmente legais para presentear – a criança geralmente se surpreende com o tamanho, e se a história é divertida então, aí é amor na certa. Por isso, escolhi cinco dos nossos preferidos: são cinco livros gigantescos, com ilustrações maravilhosas e histórias incríveis.

1.CARAS ANIMALESCAS

Eu já falei desse livro aqui há dois anos, acho que na época que ele foi lançado – pensa, o Francisco tinha 3 anos na época. E ele obcecou por esse livro – andava com ele pra cima e pra baixo, carregando um livro tão grande do jeito que conseguia. Desde então o livro já foi e voltou para a prateleira algumas tantas vezes, assim como o Bocejo e o Telefone Sem Fio, dos mesmos autores (e que seguem a mesma linha e belezura). A brincadeira aqui é reparar e descobrir quais bichos as pessoas se parecem – pelas ilustrações a gente logo vai percebendo, e se não, é só reparar na sombra ali atrás. Os textinhos, com rima, complementam: a Sra. Maricota tem cara de gaivota, a Sra. Deodata tem cara de gata, o Sr. Adelardo tem cara de…leopardo. Aqui em casa o Francisco já sabe de cor e salteado – e não adianta, não se cansa da brincadeira. Mas também, é divertido demais! Escrito por Ilan Brenman, com ilustrações do Renato Moriconi, é editado pela Companhia das Letras.

caras-animalescas-01

caras-animalescas-02

2. 365 PINGUINS

Esse é outro livro grandão que faz rir um bocado – descobri ele na Biblioteca Pública do Paraná, e é a segunda vez que o emprestamos. A história é bem diferente: uma família recebe um dia uma caixa com um pinguim, munido de um bilhete pedindo apenas para que seja alimentado. O pessoal fica intrigado, mas tudo bem, vai…no segundo dia, outro pinguim. Agora são dois. No terceiro, adivinha? Um terceiro pinguim, e a coisa não para nunca – pelo menos não até completar 365 deles.  A questão é que não é fácil cuidar de um animal tão delicado – agora imagine de centenas deles! A família se desdobra, e a gente vai só acompanhando: quilos e quilos de peixe fresco para alimentá-los, lugares especiais para que eles durmam, formas inusitadas para mantê-los limpos. O final é engraçado demais – e tem uma bela supresa! Livro super divertido e querido de muitas crianças pelo mundo afora – já foi publicado em mais de 12 países. Da Companhia das Letras.

365-pinguins-01

365-pinguins-02

3. O PIRATA E O FARMACÊUTICO

Ahhh esse livro! Eu tava bem louca pra mostrar esse livro aqui! Mas espera: esse é um daqueles livros que surpreendem. O que me fez comprá-lo foi a capa, a edição, as cores – a verdade é que eu não esperava o que nos esperava (opa) ali dentro. O livro conta a história de dois amigos de infância: Robin e Ben. Os dois crescem juntos, mas tomam rumos diferentes na vida – Robin vira pirata e Ben, farmacêutico. Robin segue roubando navios, promovendo batalhas; Ben vendendo fórmulas milagrosas que não passam de grandes mentiras. Os dois se enriquecem, cada um da sua forma. Anos depois, já adultos, voltam a se encontrar – e aí, ah, várias surpresas. O livro é um tanto quanto violento, já aviso. As ilustrações repletas de sangue e tragédias – mas tudo assim, cheio de cor, incríveis, hipnotizantes, como uma boa aventura deve ser. E quem disse que assustam? O Francisco (que tem 5 anos) adorou o livro, me fez contar várias vezes a história e segue namorando as ilustrações. Eu também! É uma história fantástica, daquelas que a gente não esquece nunca. Quer saber? Imperdível. Também da Companhia das Letras.

o-pirata-e-o-farmaceutico-01

o-pirata-e-o-farmaceutico-02

4. O TAMANHO DO SEU SONHO

Esse é outro livro que emprestamos da Biblioteca Pública e que entrou direto pra wishlist – é uma verdadeira obra de arte! Cada página dupla, gigante, esconde um segredo: o sonho de alguém, de algum ser ou objeto que a gente nem imagina. Tem a cegonha, tem o poço, a lombriga, a coruja, até o carro de bombeiros sonha acordado. Cada sonho é acompanhado de uma ilustração completamente diferente, cada virada de página esconde uma espetacular surpresa. É um daqueles livros para ler, reler, sonhar com ele (por que não?), presentear crianças e adultos, deixar em cima da mesa pra que todo mundo possa folhear. Difícil é só pronunciar o nome do autor, polonês: Przemyslaw Wechterowicz. As ilustrações são da também polonesa Marta Ignerska, e o livro é publicado no Brasil pela Editora Biruta.

o-tamanho-do-meu-sonho-01

o-tamanho-do-meu-sonho-02

5. A GIGANTESCA PEQUENA COISA

O último é um daqueles livros que sabe como é, mas acho que são mais meus que do Francisco. Ele jura que é dele, eu juro que é meu – então é nosso e ponto final. Já falei dele por aqui em 2013, e segue sendo um dos nossos gigantescos preferidos. Na época, ainda não tinha edição no Brasil, e nossa cópia era portuguesa – a boa notícia é que hoje já tem edição por aqui, e olha, tão bonita quanto! A diferença é que aqui se chama Pequena Coisa Gigantesca (não entendi porque mudar o título, acho tão mais poético o outro, oras!). No livro, vamos acompanhando a descoberta dessa pequena coisa gigantesca que está muitas vezes logo à nossa frente e não a vemos – a felicidade. É um livro pra filosofar, sonhar, se apaixonar perdidamente, pra presentear os pequenos e os grandes de coração sensível. Tanto o texto como as ilustrações são da artista italiana Beatrice Alemagna, e no Brasil o livro saiu pela WMF Martins Fontes.

pequena-coisa-gigantesca-01

pequena-coisa-gigantesca-02

***


26 ago 2015

6 Livros Infantis daqui que valem muito conhecer

Escrito por
Livros

E não é que já estamos no décimo vídeo lá do vlog? Se você ainda não assina o lindo e fofo canal do youtube do blog, a chance é agora – já são 10 videozinhos de dicas de livros infantis bem legais. O tema dessa vez é especial (se bem que né, falou em livro infantil, falou em tema especial para mim!) – escolhi 6 livros de gente aqui de Curitiba, livros que valem a pena conhecer. Não foi fácil escolher só seis – o legal é tem de produção totalmente independente até um infantil do Leminski e do Ziraldo. Bora?

 

1. SEU VIZINHO É AQUELE QUE MORA AO LADO DO SEU CORAÇÃO

Livrinho de nome longo e cara muito simpática, foi um presente que o Francisco ganhou na festinha de 4 anos, ano passado. Desde então é um livro que volta e meia ressurge para ser relido e folheado. O texto é escrito pelo Eloi Zanetti, palestrante de marketing daqui – aí você pensa, mas pera, é um livro do tipo motivacional para crianças? Ufa, não – é um livro muito do bacana e criativo, que tem a intenção de falar da importância do trabalho em equipe, mas sem ser nada enfadonho. O papo sobre o trabalho em equipe surge através das mãos – o autor vai mostrando como os dedos trabalham juntos para fazer as coisas mais maravilhosas, como obras de arte, músicas, brincadeiras e muito mais. As ilustrações são divertidas e muito coloridas, e dão um charme especial aos textos. É um livro ensina algumas lições, bons modos, curiosidades mil (como os deficientes visuais lêem, por exemplo, através de um textinho em braile nas últimas páginas) e é bem divertido. Só visitar o blog do autor para mais informações.

seu-vizinho-e-aquele-que-mora-ao-lado-do-seu-coracao-01

seu-vizinho-e-aquele-que-mora-ao-lado-do-seu-coracao-02

2. OS ENTALADOS

A Flávia Scherner é uma artista curitibana, daquelas pessoas cheias de talento que transitam pelas artes com uma facilidade incrível. Ela atua, conta histórias, trabalha com design, faz cadernos para desenhos incríveis e ainda fez esse livro muito do bacana, totalmente independente. A história é da mãe dela, Solange Ribeiro, e foi a Flávia quem fez as ilustrações e o acabamento gráfico do livro. A impressão também ficou por conta das duas, assim como a divulgação e distribuição – um trabalho nada fácil, lógico. A história dos Entalados é engraçada e divertida: um elefante, movido pela curiosidade, acaba preso em uma casa. O mesmo acontece com os próximos bichos que vão ver o que rola por ali, e acaba ficando todo mundo entalado. É o lobo, com todo o ar de seu forte pulmão, quem acaba libertando os amigos. Um livro simples, delicado e sem pretensão, que vale muito conhecer. Disponível para venda e entrega em todo o Brasil pelo site da Livraria Cultura ou através da fanpage do livro.

os-entalados-01

os-entalados-02

3. TOCAR NA BANDA

Eu adoro indicar cantinhos gostosos aqui em Curitiba – e é atrás de uma galeria de tarde, no jardim de uma linda casa de pedras, que fica um dos espaços mais bacanas da cidade. Uma livraria/editora/café, lugar tranquilo e perfeito para beber e comer gostosuras e encontrar muitos bons livros: a Arte & Letra. O forte da livraria não é a parte infantil – mas ainda assim, volta e meia compro um livro ou outro lá para o Francisco. É nossa forma de apoiar um negócio local e muito do legal. Foi numa dessas visitas que encontrei o livro “Tocar na Banda”  – tinha bicho e música logo na capa, fórmula certa pro Fran se interessar. Não deu outra: adorou! Na história, um jacaré (o nome dele é Zé Caré) sai atrás de um objetivo: montar uma banda. Encontra um violão sem cordas, mas sem problemas – vai atrás de cada uma delas, sempre tocando em troca das cordas, com amigos de batucada, com uma banda de jazz. No final dá tudo certo – e mesmo engolidos por uma baleia, os bichos músicos sobrevivem com violão e banda completa. O livro é escrito e ilustrado por Dea Meissner e André Ducci – os desenhos são show, super divertidos. A edição é da própria Arte & Letra, impecável. Pra conhecer já!

tocar-na-banda-01

tocar-na-banda-02

4. ANÚNCIOS AMOROSOS DOS BICHOS

Esse livro muito do engraçado eu fui descobrir lá na Biblioteca Pública do Paraná – foi o pessoal que trabalha na parte infantil que me indicou, numa das minhas buscas por livros de autores daqui. Pois o Almir Correia, autor do livro, não é bem daqui – é na verdade de Ponta Grossa, cidade muito perto de Curitiba. Então eu peço a licença de colocar ele aqui nesse mesmo pacote, até porque o livro é divertido demais e não poderia ficar de fora da lista. Como o próprio nome diz, são anúncios amorosos – mas anúncios amorosos escritos por bichos, no caso. A cada página, um bichinho anuncia que procura alguém: a girafa busca um beija-flor, a lagarta um mariposo, a porquinha busca um macaco que não pule de galho em galho. Os anúncios são poeminhas curtos, que rimam, deliciosos de ler – as ilustrações são super bonitas e em páginas bem coloridas. Ah, vale dar uma lida básica antes de partir para a leitura com os pequenos: a certa hora uma minhoquinha busca um minhocão que use camisinha. Nem queiram saber a saia justa em que me peguei com o Francisco, rs. Livro divertidíssimo, publicado pela Editora Biruta.

anuncios-amorosos-dos-bichos-01

anuncios-amorosos-dos-bichos-02

5. NUVEM FELIZ

Quando a gente pensa em escritor curitibano, acho que pensa logo em poesia, não? Eu admito que penso logo na Alice Ruiz ou no Leminski, que gosto demais – e fico bem feliz em poder colocá-los aqui nessa lista de livros infantis. Nuvem Feliz foi outro livro que emprestamos lá da biblioteca e que fez sucesso por aqui: escrito por Alice Ruiz, conta a história de uma nuvem que era tão, mas tão feliz que nunca, nuca chorava – e por isso, nunca chovia. Um dia ela passa por um lugar repleto de seca e de miséria – aí ela começa a imaginar como aquele lugar ficaria lindo, como um pouco de água traria vida àquele povo. Então ela imagina essa linda cena e…chora de felicidade. Aí é chuva, água…e também o fim da nuvenzinha, porque ela se choveu todinha, e bem, era uma vez uma nuvem. O formato do livro é diferente, na vertical: faz ele chover nas nossas mãos (opa, tô poeta hoje), junto com desenhos lindos de Edith Derdyk. Publicado pela Editora 34.

nuvem-feliz-01

nuvem-feliz-02

6. O BICHO ALFABETO

E para terminar a lista: Paulo Leminski, como não poderia deixar de ser. E não basta ser Leminski: Leminski E Ziraldo, pra coisa ficar ainda mais bonita. Nessa reunião de poeminhas curtos e divertidos, marca registrada do poeta curitibano, é difícil não esboçar um sorriso logo nas primeiras leituras. Os poemas de Leminski aqui selecionados, quase anedotas, fazem rir as crianças e os adultos – são brincadeiras com nossa língua, com palavras, significados e reflexões divertidas. Mostro dois deles ali no vídeo, mas aqui vai mais um pra dividir com vocês:

“aqui

nesta pedra

alguém sentou 

olhando o mar

o mar

não parou

pra ser olhado

foi mar

pra tudo quanto é lado.” 

Cada poema é acompanhado de uma ilustração diferente que não segue padrão algum, é pura diversão, sempre uma surpresa. Em algumas páginas o desenho ocupa o espaço todo – em outras, são traços simples, ou parecem colagem, ou transbordam pelas margens como rabiscos de canetinha. O livro é em capa dura, cores vibrantes e edição caprichada. Outra ideia bem legal de presente pra agradar os filhos e também os pais, publicado pela Companhia das Letras.

o-bicho-alfabeto-01

o-bicho-alfabeto-02

 

***