oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



7 dez 2016

Livros Infantis Pop-Up

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo, Livros

Não tem quem resista: livros pop up são bonitos demais! Tá certo que são bastante delicados e exigem cuidado quando são lidos com crianças pequenininhas – mas a verdade é que chamam a atenção e tornam qualquer história mais emocionante! Já para as crianças mais velhas, os livros pop up permitem maior exploração e tornam a leitura uma brincadeira. Em clima de Natal, quatro dicas de livros pop up para curtir e presentear pequenos, médios e grandes!

-> Para ver cada um deles por dentro, só ver o vídeo lá no youtube! 🙂

1.UMA LAGARTA MUITO COMILONA

Tá aí um livro que não pode faltar na biblioteca de nenhum bebê! Nessa versão pop up, o livro é grandão e super interativo – mas bastante delicado, vale afirmar. Conta a história de uma lagarta que nasce e quer crescer – e come, come, come! A cada página, vamos acompanhando sua comilança, repetindo os nomes dos dias da semana, das frutas e de outras guloseimas mais (que assim como nós, a lagarta não é de ferro). Nessa versão, as frutas pulam das páginas, os doces, o casulo…e a linda borboleta que a lagarta vira. Tenho curtido ele bastante com o Vinícius (4 meses de vida), que fica a-lu-ci-na-do quando viro as páginas. É até engraçado de ver! Publicado pela Callis.

2. O PEQUENO PRÍNCIPE

Super clássico infantil, “O Pequeno Príncipe” dispensa apresentações – nessa versão pop up, linda de morrer, é tudo original: o texto está na íntegra, as aquarelas são do próprio autor. Acho isso especialmente importante porque desde que se tornou domínio público, em 2015, pipocaram por aí versões diferentes da obra – muitas com qualidade altamente duvidosa. Essa é uma das edições mais bonitas que existem no mercado, um presente lindo: livro grandão, bonito demais, que impressiona mesmo. O nosso existe desde que o Francisco tinha 1 ano de idade (está um tanto acabadinho, inclusive), e olha, valeu cada centavo investido. Ah, vale dizer que volta e meia entra em promoção: já vi por aí por menos de 50 reais – vale ficar de olho! Da editora Agir.

3. A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE

Roald Dahl foi um autor que tive a sorte imensa se conhecer e de curtir com o Francisco esse ano, e foi legal demais! É dele clássicos como O BGA – O Bom Gigante Amigo, Matilda e A Fantástica Fábrica de Chocolates – todos livros que viraram filmes incríveis.  Essa aqui é uma edição especial do livro: é pop-up, com janelas, abas e surpresas que se abrem grandiosas a cada página virada. A história é reduzida, mas a viagem visual compensa demais: as ilustrações de Quentin Blake saltando aos olhos parece sonho! Publicado pela Martins Fontes.

4. ERA UMA VEZ…

“Era Uma Vez…” é um livro pop-up impressionante: é um livro imagem pop-up, sem texto. Traz a interpretação do autor, o artista Benjamin Lacombe, de vários clássicos da literatura infantil. Cada página uma releitura: a Chapeuzinho Vermelho, o Pinóquio, a Alice no País das Maravilhas  – mas é tudo tão diferente, tão maluco, tão incrível que precisa ser apreciado muitas e muitas vezes. Livro lindo para presentear crianças e também adultos que amam edições impecáveis! Da Editora Positivo.

***


12 ago 2015

5 Dicas de Livros Interativos

Escrito por
Livros

Teve uma época que eu pensava em livros interativos e torcia o nariz – é que eu logo imaginava aqueles livros cheios de botões, barulhos chatos ou pop-ups que se desfazem nas primeiras leituras. Ou seja, pensava em qualquer coisa menos um livro de verdade. Aí fui conhecendo alguns livros diferentes – formatos variados, propostas de brincadeiras, mistérios a serem descobertos e apontados, e fui vendo o quanto o Francisco adorava esses livros. Ainda adora, cada um deles – e eu também, gente. Me lembram os Onde está Wally e os livros 3D (aqueles que tinha que grudar a cara na página e afastar aos poucos, difícil pra caramba!) lá da minha época, e eu me divirto junto. São livros que não servem tanto para a hora de dormir, mas para ler e brincar a qualquer hora do dia. Livros legais pra levar pra cima e pra baixo, pra carregar na mala de viagem, ler no carro, avião, no restaurante, em casa mesmo. Cinco dicas de livros bem especiais para ler e interagir. Bora?

1. (coleção) QUAL É DIFERENTE? 

Pera, esse é uma dica, mas são quatro os livros. É que fazem parte de uma coleção na qual a  brincadeira é descobrir, a cada página, qual é o animal diferente. Apontar qual deles está se comportando de outro jeito, ou vestindo algo específico, carregando algo, se escondendo. Aí é procurar os porcos decepcionados, o porco que usa relógio, a joaninha que não acompanha o ritmo das outras, aquela que está indo à praia, qual o polvo que está com um galo na cabeça. As ilustrações de Guido Van Genechten (é o mesmo ilustrador do “O que tem dentro de sua fralda?”) são muito coloridas, contraste divertido sobre páginas brancas ou pretas. São livros bem bacanas pra ler já com os mais pequenos, a partir de 1 ou 2 anos (mas ainda interessam, e muito, o Francisco – ele adora todos!). São resistentes, daqueles pra brincar, abrir e sujar sem medo, bem fáceis de limpar (na hora de levar o livro pra viagem ou o restaurante, descobri que às vezes vale pensar nisso também). São quatro: “Dentro e Fora“, “Feliz, Triste, Bravo“, “Grande e Pequeno” e “8, 9 e 10“, todos da editora Brinque-Book.

qual-é-diferente-brinque-book-01

qual-e-diferente-brinque-book-02

2. O LIVRO COM UM BURACO

Eu falei desse livro por aqui no final do ano passado – a gente recebeu ele no clube de leitores, e foi uma supresa. É que o livro vem com um…buraco. Foi uma festa, lógico, ainda mais quando a gente descobriu do que se tratava: um livro super interativo e repleto das brincadeiras mais diferentes. O buraco faz parte de um universo diferente a cada página virada – é o miolo de uma flor, o pedaço de uma cidade, uma cesta de basquete, a cabeça de um astronauta, um prato vazio. As brincadeiras ficam por nossa conta – aqui a gente rabiscou e pintou o livro, que também é sem cores. Ou seja, um convite à imaginação. Além do mais, o livro é daqueles grandões, que por aqui, a gente adora – acho uma ideia bem bacana para dar de presente, aliás. Não tem quem pegue o livro aqui em casa e não fique curioso, não há criança que não mergulhe imediatamente na brincadeira. Do artista francês Hervé Tullet, publicado pela Cosac-Naify.

o-livro-com-um-buraco-cosac-naify-01

o-livro-com-um-buraco-cosac-naify-02

3. APENAS UM É DIFERENTE

Outro livro que também já passou por aqui – esse é bem no estilo ali dos primeiros. O desafio aqui é apontar o animal diferente. A diferença é que esse é o livro mais “livro” de todos – tem sempre um textinho rimado e divertido que apresenta o desafio. Um flamingo com a perna levantada, um camarão perdido no meio de um cardume muito colorido, um macaco de braço enfaixado, um rinoceronte que muito andou, se cansou e deitou. As ilustrações são especialmente bonitas, da alemã Britta Teckentrup, e a edição, em capa dura e com uma textura bem diferente na capa, é um capricho só! Um dos livros que o Francisco mais curte brincar e mostrar pros amigos, outra dica de presente divertido para criança na faixa dos 4 anos. Publicado pela Brinque-Book.

apenas-um-e-diferente-brinque-book-01

apenas-um-e-diferente-brinque-bokk-02

4. NUMA TARDE QUENTE DE VERÃO

Esse livro foi escolha do Francisco, emprestado lá da Biblioteca Pública do Paraná. O que chamou a atenção dele foi o laranjão da capa, chamativa – então trouxemos pra casa para ler. Foi uma surpresa! O livro é interação pura, uma brincadeira só. Enquanto vamos folheando o livro, o autor e ilustrador Tino Freitas vai propondo a brincadeira: imaginar, por exemplo, um sorvete refrescante. Aí é tocar na página, apontar as cores, imaginar o sabor, virar e revirar o livro. As folhas são muito coloridas, com cores quentes, divertidas – como uma boa tarde de verão! Te contar que o Francisco a-do-rou, me fez ler e reler o livro e ainda me pediu que procurasse outros livros da coleção. Pra ler e brincar muito, da editora Callis.

numa-tarde-quente-de-verao-callis-01

numa-tarde-quente-de-verao-callis-02

5. O QUE HÁ

O último livro é um dos meus preferidos, e do Francisco também – já inclusive falei dele por aqui. Essa cópia aqui nós trouxemos lá de Portugal, edição linda da Planeta Tangerina, mas a boa notícia é que o livro já foi editado aqui no Brasil. A interação aqui é observar e apontar: o que há na bancada da cozinha, na bolsa da mãe, na sacola de praia da vovó, no bolso do casaco. Qualquer semelhança com a vida real não é mera coincidência, e a parte mais divertida da brincadeira é ver a bagunça e os objetos trocados ou esquecidos. As páginas interagem entre si – às vezes, um objeto que faltava em um lugar está em outro. No final, ainda há outras brincadeiras propostas, outros objetos a serem buscados e descobertas a serem feitas. Os textos são da Isabel Minhós Martins, e as ilustrações, divertidas demais, da Madalena Matoso. Livro bacana demais, um verdadeiro jogo! Ah, aqui no Brasil saiu pela Sesi-SP. 🙂

o-que-ha-planeta-tangerina-01

o-que-ha-planeta-tangerina-02

***