oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



11 jan 2016

especial férias: Livros de Atividades, Desenhos e Jogos

Escrito por
Atividades e Desenhos, Destaques, Divertidos, Listas de Livros, Livros

Tá certo que nas férias, bom mesmo é ir lá pra fora – pra rua, pra praia, pro parque, passear. Mas nem sempre isso é possível – e vamos combinar, ficar em casa também é uma delícia. Pra dar aquela fugidinha básica do vídeo-game, escolhi alguns livros bem legais de atividades – pra brincar sozinho, com amigos ou em família. Tem passatempos, jogos, cadernos de desenhos, até origami – pra tudo que é gosto mesmo! 🙂

1.ONDE ESTÁ WALLY?

Esse é o clássico maior dos livros de atividades, vamos combinar – já até falei dele por aqui antes. Procurei muito o Wally quando era criança, em todos os 7 livros que o personagem rendeu. O Francisco também virou fã do turista de camisa listrada, óculos e gorro que vive se perdendo por aí. Nesse aqui, o primeiro de todos, Wally se perde no meio de muita gente (e muita palhaçada) no museu, praia, estação de esqui ou aeroporto. A brincadeira é achar ele e outras figuras sugeridas logo no início – e também, depois, completar a lista toda de tarefas do final do livro. Então dá-lhe tentar achar, além do Wally, um corredor nu no estádio, um levantador de pesos fracassado do parque de diversões, um mordomo no camping e outras maluquices – e dar boas risadas! Publicado pela Martins Fontes.

onde-está wally

2. PASSATEMPOS E JOGOS PRA FAZER EM CASA

A Usborne é um editora independente britânica, com um respeitável catálogo de mais de 2 mil livros, muito deles de atividades. Muitos de seus livros estão disponíveis em outras línguas – inclusive português. O legal é que olha, é um livro mais bacana e diferente que o outro – tem atividades pra todo gosto mesmo, pra quem gosta de dinossauros, de princesas, carros de corrida, música. Esse é aqui é um livro de passatempos em geral: aqueles clássicos, jogo dos sete erros, labirintos e afins – mas o diferencial é que em cada página o tema é diferente. Não tem diferenciação de gênero (né, vamos combinar!), tem adesivos (é a parte preferida do Francisco, preencher os cenários vazios com adesivos coloridos), lugar pra rabiscar, pintar e até aprender um bocado. À venda na Amazon.

passatempos-e-jogos-pra-fazer-em-casa-01

passatempos-e-jogos-pra-fazer-em-casa-02

3. MALETINHA DE ATIVIDADES PARA A VIAGEM

Da mesma editora do livro ali em cima, a Usborne, encontrei esse aqui e não resisti – esse é ideal pra carregar pra cima e pra baixo mesmo. É pequenininho, uma maletinha – mas dentro vêm 4 livrinhos diferentes, todos de atividades. Tem de jogos, de passatempos, de desenhar e de adesivos. Ideal pra sala de espera do consultório médico, pra espera no restaurante, no engarrafamento da estrada – cata um estojo com várias canetinhas, a maletinha e pronto, diversão garantida. Também disponível na Amazon e outras livraria online.

maletinha-de-atividades-usborne

4. IMAGINE, RABISQUE E DESENHE

Esse é especial pra criançada que curte desenhar – são mais de 150 ideias de desenhos, em um livrão grosso, mega colorido e repleto de atividades. Da Catapulta Editores, que tem vários livros de atividades e livros-brinquedo no catálogo, o divertido é que cada ideia de desenho é completamente diferente da outra – algumas são super lúdicas e apostam na imaginação (como “desenhe uma guerra entre o vermelho e o verde”), outras um pouco mais fáceis (como “termine esse castelo” ou “coloque cobertura nesses cupcakes”). As páginas são coloridas, muitas já com rabiscos para inspirar. Pra não faltar ideias de desenhos jamais!

imagina-rabisque-desenhe

5. CADERNO DE DESENHOS INCRÍVEIS

Esse é como o livro aqui acima, mas com um diferencial bacana: é criação da Flávia, a Fafá Conta. É que além de atriz, contadora de histórias e ilustradora, ela também e faz objetos divertidos de design e esses cadernos, artesanais e cheios de capricho. São 2 até agora, e logo deve sair o terceiro – cada página, uma sugestão diferente de desenho. Cada um tem 30 ideias diferentes! Vale demais conhecer o site do Umpa Design e conhecer tudo mais que a Fafá faz: Os Entalados, os Cadernos, o Tum-Tum, o Ceno-Oba…tá tudo à venda lá!

caderno-de-desenhos-incríveis

6. O LIVRO DOS 10 MELHORES JOGOS DE TODOS OS TEMPOS

Esse é um livro, mas são também 10 jogos, com dados e pecinhas – tá tudo aqui junto! São 5 tabuleiros destacáveis, que trazem um jogo diferente em cada lado. Junto com eles vem as regras, dicas e a história do jogo, com muitas curiosidades. O legal é que tem jogo pra tudo que é gosto mesmo, e né, estão todos ali dentro do livro – os tabuleiros são resistentes, super bonitos (isso conta também, oras!) e é fácil de levar pra cima e pra baixo, pra viagem, pra casa de praia, pra onde for. Aí é reunir a família, os amigos e começar a brincadeira – certeza que olha, muito adulto também vai curtir os jogos! Publicado pela Panda Books.

o-livro-dos-10-melhores-jogos-de-todos-os-tempos

o-livro-dos-10-melhores-jogos-de-todos-os-tempos-02

7. JOGOS DE TODO O MUNDO

Sabe o quê? Esse é um livro bacana demais de ter na sala de aula, na colônia de férias, na casa da praia – em qualquer lugar que tenha crianças. São 130 jogos no total, para brincar dentro ou fora, sozinho, em dupla ou em turma. Os jogos vêm dos mais diversos países, e trazem curiosidades e versões diferentes. Para se consultar, procurar ideias de brincadeiras, inventar outras, um livrinho essencial e cheio de dicas. Publicado pela Ciranda Cultural.

jogos-de-todo-o-mundo

8. TANGRAM

Eu admito pra vocês que olha, não sabia o era tangram até o Francisco me ensinar – e quando conheci, achei demais! Foi uma das brincadeiras que ele fez na escola em 2o15 e que mais curtiu. Tangram é uma brincadeira daquelas clássicas: foi criado na China, há mais de 4 mil anos! É basicamente um quadrado dividido em 7 peças coloridas: losango, triângulo, quadrado, que combinados de maneiras diferentes, fazem as formas mais incríveis. Pessoa, animal, veículo, números, dá pra montar de tudo. Nesse livro, a gente aprende o que é o tangram, conhece um pouquinho de sua história e aprende algumas formas. Também vem 4 conjuntos de peças (são 28 no total) pra destacar e brincar, resistentes e coloridas. Mas vamos combinar: é fácil e simples de fazer novas peças, da cor e do jeito que você quiser. No youtube mesmo há vários tutoriais diferentes!

tangram

9. ORIGAMI PARA CRIANÇAS

Esse todo mundo conhece – quem não ao menos tentou um dia não arriscar umas dobraduras do origami? O bacana desse livro é que ele é especial para os pequenos – são 35 projetos no total, todos simples e relativamente fáceis de fazer, com fotos do passo-a-passo. Origami exige concentração e atenção – algo importante e essencial de se exercitar com os pequenos. A recompensa é demais – ver que de algumas dobras, desdobras, algumas partes que emperram e outras que geram dúvidas, saem formas incríveis! Foguete, balão, zebra, até um lápis – tudo feito de papel e dobras, nada mais. Ah, junto com esse livro vêm 61 folhinhas coloridas pra praticar as dobraduras, com as estampas mais diferentes! Da Publifolhinha.

origami-para-crianças

***


20 jan 2015

3 livros para ler perto do mar (ou para ler longe e sentir saudade dele)

Escrito por
Livros

Ainda há um bocadinho de férias aí pela frente – por aqui, são mais 20 dias (sim, contando nos dedos quanto falta até a volta às aulas, obrigada). A gente já voltou pra cidade, mas não quero nem saber – ainda antes do final das férias ainda corro para alguma praia pra mais alguns mergulhos com o Francisco. Enquanto isso dá pra matar a saudade do mar e da água (socorro, calor!) num livro mais lindo que o outro. Vamos à lista!

1. Se você quiser ver uma baleia

Faz tempo que eu tô pra falar desse livro – ele é tão especial que merecia fácil um post só para ele, mas não resisti em colocá-lo nessa lista relacionada ao mar. É na verdade um livro sobre paciência, espera e observação. Tudo isso tratado de um jeito bonito demais – a começar pelas ilustrações, de Erin E. Stead. Já falei de um bocado de livros ilustrados por ela aqui – seus desenhos são delicados, à lápis, com técnicas de impressão em linóleo. O texto, de Julie Fogliano, é quase poesia:

“se você quiser ver uma baleia

vai precisar de uma poltrona não muito gostosa

e de uma coberta não muito quentinha

porque olhos com sono não enxergam baleias

e baleias não esperam para serem encontradas”

Para ver uma baleia, ou o que quer que seja, é preciso foco, concentração – tudo ao redor do rapazinho do livro é lindo demais, ele observa com cuidado e às vezes se perde. Mas é a baleia que ele quer ver – e no final, lá está ela, nadando soberana sob o pequeno barquinho. Toda vez que leio com o Francisco, ao chegar na última página, na qual o menino dá de cara com a baleia, ele celebra. Fica à espera atento e observa tudo junto personagem – é um livro para se ler nas horas de calmaria, antes de dormir. A edição brasileira é da Pequena Zahar, e sai 39,90 na loja virtual da editora. Mas se liga que nas Lojas Americanas está com um bom desconto: lá o livro sai por 23 reais.

"se você quiser ver uma baleia, vai precisar de tempo para esperar"

se você quiser ver uma baleia (editora pequena zahar)

baleia02

aaaaah! olha lá a baleia!

2. Uma onda pequenina

Aqui o tema é o medo do desconhecido, do escuro do fundo do mar, de tubarão. Mas o medo bravamente vencido – nesse livro, nós, os leitores, vamos desbravando o mar junto com o menino da história. A ideia é bem essa: um livro interativo, como todos os outros da Coleção de Cantos Redondos da editora portuguesa Planeta Tangerina (já falei de outro sensacional da coleção aqui, o O Que Há). Junto ao menino de bochechas rosadas vamos descobrindo cada canto do mar e da página, seguindo suas braçadas pelas linhas do livro, procurando objetos (chupeta, peixe, cereja, cabeça de boneca no fundo do oceano) e observando detalhes:

“De vez em quando o menino mergulhava,

a ver se encontrava uma alga

um peixe prateado

ou qualquer outra notícia fresca

que pudesse trazer à tona…

Mas o mar ali era só água.

Água e mais água,

e a seguir da água, mais água

em todas as direções.”

Difícil é resistir à vontade de dar um mergulho depois de lê-lo. O texto é da portuguesa Isabel Minhós Martins e as ilustrações da brasileira Yara Kono. Para comprar, só em Portugal mesmo (ai a saudade da terrinha!) ou pelo site da editora: custa 12 euros mais as taxas de envio para o Brasil.

leitura para a beira do mar :)

uma onde pequenina (editora planeta tangerina)

"descubra a única rocha que não está a dormir" - descobriu?

“descubra a única rocha que não está a dormir” – descobriu?

3. A vida na água

Tá mais pra obra de arte esse livro, essa é a verdade. Quando vi pela primeira vez na livraria, foram a textura e as cores dele que me chamaram a atenção – é todo de confecção artesanal, da costura e encadernação até os papéis e as impressões em serigrafia. Uma das nossas aquisições mais bacanas dos últimos tempos, dos preferidos do Francisco e meus também. O livro reúne ilustrações do artista indiano Rambharos Jha de seres que habitam a água, seja rio ou mar. São serpentes, caranguejos, jacarés e peixes desenhados no estilo Mithila, um tipo de pintura popular no leste da Índia. Com padrões precisos e cores (muito!) vibrantes, os animais saltam aos olhos. Os textos que acompanham as ilustrações são curtos e trazem os comentários do artista, repletos de memórias. Lançado originalmente pela Tara Books, editora independente do sul da Índa, no Brasil a edição caprichada ficou por conta da Martins Fontes. O livro sai em torno de 50 reais em livrarias online. Dá vontade de fazer de cada página um quadro, sem brincadeira.

a vida na água (editora martins fontes)

a vida na água (editora martins fontes)

avidanaagua02

ilustrações e memórias do artista indiano rambharos jha

avidanaagua03

ok, nenhuma foto é justa com as cores sensacionais do livro – eu bem que tentei!

***


8 jan 2015

3 livros para curtir nas férias

Escrito por
Livros

Eu não sei vocês, mas nossas férias estão bem chuvosas. A gente veio pra praia alguns dias antes do Natal, e desde então tem chovido um bocado – conto nos dedos os dias em que fez sol de verdade. Aí não tem jeito, é brincar em casa mesmo. A sorte é que trouxemos amigos, brinquedos, jogos e livros divertidos – livros com jeitão de férias mesmo, pra brincar. Escolhi três pra dividir com vocês:

1. Meus primeiros jogos e passatempos (para meninos)

Os almanaques de férias, já falei do quanto eu curtia eles quando mostrei O livro com um buraco aqui (aliás, esse é outro legal de brincar nesse tempo feio). Esse aqui é um almanaque mesmo, cheio de atividades e brincadeiras. Desenhar montros e seres do fundo do mar, colorir dinossauros, descobrir erros e desvendar labririntos – tudo com ilustrações divertidas e bem coloridas. São 64 páginas de atividades – algumas de adesivos também, que completam páginas determinadas (carrinhos de corrida, criaturas estranhas e outros). Tem a versão “para meninas” também, que eu não cheguei a ver. Mas olha, conheço um monte de menina que ia curtir muito esse daqui. Da editora britânica Usborne (que aliás tem vários outros livros de atividades editados em português do Brasil) – descobri o nosso na Livraria da Vila, em Curitiba. Paguei em torno de 30 reais – mas dá pra achar mais em conta em grandes supermercados e outras livrarias online.

Meus primeiros jogos e passatempos - jeitão de almanaque de férias

Meus primeiros jogos e passatempos – jeitão de almanaque de férias

passatempo2

labirintos para resolver, objetos para encontrar

passatempo3

criançada criando monstros – detalhe pra língua de fora do Francisco, rs 🙂

2. Brincando no Castelo

Tá aí um livro diferente: Brincando no Castelo se abre como livro pop-up e também como um grande tabuleiro para brincar. É bacana porque é cheio de detalhes e surpresas – castelo, banquete, floresta, tudo se abre, cheio de detalhess. Num envelopinho anexo à caixa onde vem o livro/tabuleiro estão os personagens, animais e objetos para brincar e montar. São pedacinhos pequenos e bem delicados (alguns detalhes já se rasgaram por aqui, triste), por isso é legal para crianças maiores de 3 anos. O livro (ou brinquedo?) é de autoria de Corina Fletcher, ilustrado por Britta Teckentrup – já falei de alguns outros livros da ilustradora por aqui, como o Apenas um é diferente (ó, aí mais um bem divertido para as férias). No mesmo estilo do Brincando no Castelo, tem também o Brincando na Fazenda. Ambos da editora Brinque-Book.

castelo

a caixa do Brincando no Castelo – dentro dela, livro, personagens, tabuleiros e muitas surpresas

castelo3

o nosso a gente colou no chão para brincar melhor – rendeu boa distração!

  3. Onde está Wally?

Aí, agora sim! Se tem um livro de férias que eu adorava quando era pequena e continuo adorando é esse: Onde está Wally? é um clássico. Criado pelo britânico Martin Handford em 1987, a brincadeira é encontrar o rapazinho de camisa listrada, gorro vermelho e branco e óculos redondos em meio a muita gente – mas muita gente mesmo. O cenário é diferente a cada página: na praia, no zoológico, no museu, e no final há outras tarefas (encontrar três contrabandistas de relógio e um corredor de quatro pernas, entre outros). Vai tempo pra completar tudo! Por aqui a gente só tem a primeira edição, clássica, de capa azul – mas são diversos os livros publicados.

Tem Um passeio na História (o segundo volume), tem Uma viagem fantástica (o terceiro), e ainda outros tantos de atividades. No Brasil as edições são da Martins Fontes Paulista – dá pra ver todos os publicados aqui. Achei bacana que dá pra comprar a coleção completa de cinco livros reunidos em um só: A Mais Completa Coleção de Viagem sai em torno de 50 reais no site da editora. Fica bem mais em conta que os livros individuais. Outra opção é brincar online: no site oficial do Where’s Wally? dá para fazer um breve cadastro e brincar em diversos cenários cenários diferentes, com direito a checklist e tudo. Pra crianças de todas as idades – adultos também!

wally

onde está wally, o clássico

wally2

consegue encontrar o wally no museu?