oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



18 abr 2017

Pode Pegar!, de Janaina Tokitaka

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Livros, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

Dia desses li um texto ótimo da Janaína Tokitaka no #AgoraÉQueSãoElas, blog da Folha: ela falava sobre o poder dos livros infantis. Quando trazem personagens esteriotipados, bons mocinhos, boas mocinhas, deixam na criança a impressão de que ela está desajustada, que há algo errado com ela. Afinal, crianças não são assim: elas são por natureza barulhentas, bagunceiras, cheias das perguntas. No entanto, quando encontram nas histórias personagens divertidos como elas, questionadores, sentem-se abraçadas. É aí que se encantam pelos livros, pela literatura.

“Pode Pegar!” é lançamento recente da autora e ilustradora pelo selo Boitatá, da Editora Boitempo. Nele, conhecemos um coelhinho e uma coelhinha: ele de terno e calça, ela de saia e salto. Mas quando ele fica na ponta dos pés, esforçando-se para alcançar uma maçã em uma árvore, ela oferece seus sapatos de salto alto – e ele logo aceita, oras! Quando é ela quem precisa atravessar um riacho, ele oferece suas botas. E aí começa uma grande brincadeira: a saia pode virar a capa de um super-herói, as calças são perfeitas para pular montanhas. Até a hora que chega um sisudo coelho adulto pronto para proibir – e se supreender!

Uma obra deliciosa, linda, para se curtir e papear sobre identidade de gênero com as crianças, do jeito que a infância deve ser: divertida, colorida, questionadora!

***


30 ago 2016

Bons Livrinhos, Bons Conselhos!

Escrito por
Destaques, Listas de Livros, Livros, Para Refletir

É engraçado, mas a literatura infantil há muito tempo vem acompanhada de uma coisa um tanto chata: da ideia de que precisa sempre ensinar alguma coisa, transmitir alguma lição de moral. Pois não precisa não – nem deve! Melhor coisa é se libertar disso e escolher livros bons pelas histórias, pela diversão que eles trazem. Mas existem livrinhos bacanas que ensinam coisas preciosas às crianças, às vezes até em forma de conselhos divertidos – escolhi três dos que andamos curtindo recentemente para dividir com vocês.

1. O SEGREDO DEBAIXO DAS COISAS, de Janaina Tokitaka

o-segredo-debaixo-das-coisas

“O Segredo Debaixo das Coisas” foi o livrinho da lista que mais curtimos recentemente, e que o Francisco gostou demais! Traz pensamentos e conselhos sob os olhos de um menino. O principal deles: aprender a enxergar o que nem todos vêem, coisa que só se aprende mesmo lendo. Lendo o mundo, lendo livros: “embaixo das coisas existe um segredo; mas só pra quem olha de perto e sem medo.” Uma obra delicada, cheia de poesia e coisa boa, escrita e ilustrada por Janaina Tokitaka e publicado pela Edelbra.

2.DANCE QUANDO CHEGAR AO FIM, de Richard Zimler e Bernardo Carvalho

Já pensou se os bichos resolvessem dar alguns palpites? O tucano, o beija-flor, o babuíno, o tiranossauro, até – o que diria cada um deles? Esse livro reúne conselhos curtinhos, rimados e muito divertidos vindo de amigos bichos. Não ser resmungão e chato, agarrar-se à esperança, ouvir a voz do coração e defender quem precisa de ajuda são alguns deles. As ilustrações de Bernardo Carvalho complementam os divertidos conselhos com muita cor e humor  – e a edição é um capricho só, capa dura, folhas resistentes e foscas. Daqueles livros legais de se presentear, bonitos de ver e de curtir! A publicação é do selo Galerinha, da Record.

3.DEZ BONS CONSELHOS DE MEU PAI, de João Ubaldo Ribeiro

dez-bons-conselhos-de-meu-pai

Outro livro legal demais de se presentear – gente pequena e gente grande também! Nele o escritor João Ubaldo Ribeiro reúne 10 conselhos que seu pai lhe deu durante a vida – todos para pensar, refletir e ter boas conversas. Dos meus preferidos: “Não Seja Ignorante” (“não ser ignorante é um dos mais sagrados direitos que você tem e, se você não usa voluntariamente esse direito, merece tudo de adverso que lhe acontece“); “Não Seja Amargo” (“as coisas acontecem, aconteceram, ficam acontecidas. se você for amargo, essas coisas continuam acontecendo“) e “Não Seja Intolerante” (“alegre-se com a diversidade humana. procure honestamente entender os outros“). As ilustrações são da Bruna Assis Brasil, e o livro é publicado pela Objetiva.

***


22 abr 2014

Eu

Escrito por
Livros

Janaina Tokitaka é artista plástica, mas desde 2005 ilustra e também escreve livros infantis. Já foi colaboradora da Folhinha, suplemento infantil da Folha de São Paulo, já ilustrou livros de terceiros e já criou seus próprios: “Eu”, esse que divido hoje com vocês, é o quarto publicado pela editora Brinque-Book.

IMG_8887

Livrinho muito bacana esse: com ilustrações com carinha de aquarela, ele fala sobre o mundo de faz-de-conta de uma criança. Através de objetos simples – com os óculos do vovô, uma chuteira ou até mesmo um cobertor – o narrador se vê como os mais diversos personagens. Tudo com rima e uma linguagem simples, deliciosa:

“Coloco os óculos do vovô e vejo o mundo inteirinho: a montanha mais imensa e o menor dos passarinhos.”

 

IMG_8870

“Leio os livros do papai e aprendo um pouco de tudo: sobre tratores, leões e planetas, magos barbudos e barrigudos”

 

IMG_8874

Na hora de dormir o pequeno termina:

“Visto meu pijama quando chega o fim do dia. É muito bom ser tudo isso, mas ser eu mesmo é uma alegria!”

 

IMG_8886

O livro faz parte do selo Brinque Book na Mochila: seu tamanho é um pouco reduzido e ele é mais resistente, cartonado. Pra levar junto mesmo e dividir a história com os colegas. Francisco vai fazer isso hoje, nossa cópia já está na mochila da escola. Pra saber mais sobre o livro e a autora, só clicar aqui.

***

Esse Papo Pá-Pum de 2012 do Garatujas Fantásticas com Janaína também é divertido demais! São suas ilustrações e versos sobre artista, por ela mesma. Corre ver que vale a pena! 🙂