oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



29 jun 2017

Livro Clap, de Madalena Matoso

Escrito por
Destaques, Divertidos, Fases e momentos especiais, Interativos e Livros-Brinquedo, Leitura com Bebês, Livros, Novidades e Lançamentos

Se você tem um bebê por aí, apenas corra adquirir esse livro. Se você tem uma criança maior, talvez também seja uma boa – até agora nunca vi o Francisco, quase 7 anos, não catar o livro pra brincar toda vez que o encontra pela casa. E se você é grande, mas curte um livro ilustrado muito do original, um projeto gráfico diferente de tudo, tá aí, essa é outra razão. Pronto!

Nossa cópia chegou por aqui através do clube de leitura A Taba, e confesso, eu já namorava o Livro Clap virtualmente há algum tempo. É que ele saiu primeiro lá em Portugal, pela editora Planeta Tangerina, dona de boa parte da minha lista de desejos livrísticos. A sorte é que esse ano a Companhia das Letras publicou a obra por aqui, e numa edição bem bacana!

Esse é um livro pra brincar, pra ler de mil jeitos: logo que abrimos as primeiras páginas, somos convidados a fechar novamente o livro, abri-lo, fazer barulhos. Cada ilustração convida a uma ação: são pratos que se batem, um casal que se beija, uma sanfona que toca. Cabe ao leitor o teatro todo: aqui em casa, quanto mais animado (por vezes até escandaloso), mais arranca risadas do Vinícius (11 meses), que fica atento – e ainda tenta fazer igual! Super interativo, é um livro pra ser lido assim, por pequenos, médios e grandes – pra ser brincado mil vezes! 💛

***

ps: conheça outros livros interativos bacanas que já passaram por aqui!

***


17 maio 2016

O Cachorro Perdido, de Guido Van Genechten

Escrito por
Destaques, Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo, Novidades e Lançamentos

Se tem um autor que não tem erro com as crianças pequenas é esse: Guido Van Genechten. O nome é um tanto difícil de pronunciar, tá certo, mas seus livros são super acessíveis, divertidos e fazem um sucesso danado entre os pequeninos. O grande barato deles é que são livros em geral bastante interativos – desses que se comunicam e brincam com a criança durante a leitura, fisgando a atenção delas. Seu último lançamento no Brasil pela editora Brinque-Book, “O Cachorro Perdido” é assim – pura brincadeira e interação.

o-cachorro-perdido-01

Começa com um cachorrinho perdido, confuso no meio de uma multidão. Ele está ansioso e preocupado atrás de seu dono – mas entre tantos pés e pernas, como encontrá-lo? Então ele vai farejando pé por pé e contando como é seu dono: ele cheira bem, não a pés descalços (desde quando pés descalços têm que cheirar mal? mas releva, releva!); ele usa sapatos pretos, grandes, com cadarços; ele estava essa manhã de meias amarelas…e a nossa missão é procurar o dito cujo, página por página. Os desenhos são grandes e não é tanta a multidão (como num “Onde Está Wally?”, por exemplo), então é relativamente fácil – por isso é legal de curtir o livro já com os menorzinhos!

o-cachorro-perdido-02

Outros livros muito bacanas do Guido Van Genechten que valem a pena conhecer: o “O Que Tem Dentro de sua Fralda?“, clássico-mor da fase do desfralde: um livro com abas abas e muita interação relacionada a…cocô, mas que a criançada ama de paixão. A coleção “Qual é Diferente?”, para brincar de buscar os diferentes em cada página, muito colorida e cartonada, bem legal de curtir já com os bebês e também o “Assim Como Você“, delicioso pra ler na hora de dormir!

***


21 fev 2016

The Onion’s Great Escape – A Incrível Fuga da Cebola

Escrito por
Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo

Manhã de domingo tem tudo a ver com descobrir livros novos – ainda mais quando tem chuva e preguiça lá fora. Quando é diferente então, formato, história e interatividade, aí é mais legal ainda: “The Onion’s Great Escape” é desses!

olhando assim, tudo normal…

Olhando de primeira, é só mais um livro bonito e de edição caprichada, como todos da Phaidon. Mas é só começar a folhear pra sacar que na verdade ele é muito mais que isso: é uma…cebola! Calma, explico: The Onion’s Great Escape começa com um pedido de resgate (em tradução livre): “nós cebolas somos felizes e brilhantes, mas há um horror que nos atormenta: A FRITURA!“.

Processed with VSCOcam with a1 preset

Francisco no resgate

A brincadeira então é resgatar a cebola de dentro dele, destacando página a página, conforme seguimos a leitura. O livro não tem exatamente uma historinha (a não ser essa do início), mas sim vários questionamentos para fazer com a criançada, pra despertar a curiosidade e imaginação – algumas mais simples, outras mais complexas. A ideia é rabiscar as respostas no próprio livro, mas quem disse que deu coragem? Mas olha, é no formato, nas ilustrações, fontes e nas cores fantásticas do livro que está o barato! Daqueles livros que mais parecem obras de arte, criação fantástica de Sara Fanelli. E depois, é só guardar a cebola, grandona, cheia de expressões, camadas e cores incríveis:

é um livro mesmo, mas é também uma cebola!

é um livro mesmo, mas é também uma cebola!

No Brasil, o livro saiu pela Ática e chama-se “A Incrível Fuga da Cebola”. 😉

***