oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



3 nov 2016

Tem Monstro Pra Tudo que é Gosto!

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Divertidos, Listas de Livros, Para dar risada, Para Refletir

Tá certo que era pra fazer essa seleção em tempo pro Dia das Bruxas – mas quem disse que com um bebê de três meses a mamãe aqui consegue organizar, gravar e principalmente editar a tempo? Só quando o Vinícius cochila minha gente, e olha lá – então a seleção sai agora, com um bocadinho de atraso, mas ó, compensa! Corre ver o vídeo que ficou bacana: cinco livros de monstros super divertidos, para tudo que é gosto!

1.MONSTROS DO CINEMA

Francisco montando a Múmida

Francisco montando a Múmida

“Monstros do Cinema” é um livro legal demais pra quem curte monstros, quem curte cinema, quem curte brincar: reúne diversos monstrengos que já passaram pelas telonas. Tem Frankenstein, tem Gremlins, tem até Malévola – cada um deles formados por três lâminas, que combinadas, formam esses e outros monstros malucos! No final há uma linha do tempo mostrando em que momento cada monstro surgiu no cinema, além das datas, filmes e curiosidades sobre cada um. Super divertido! Ilustrado por Daniel Kondo, a publicação é da Sesi SP Editora.

2.MONSTROS DOENTES

monstros-doentes

Esse livro já passou por aqui antes, é um dos preferidos do Francisco! Nesse livrão a gente conhece monstros assustadores e de cara feia, no entanto…doentes, coitados. O ogro sofre com uma forte indigestão, o bicho-papão de enxaqueca, o gigante tem depressão e o vampiro, adivinha? Dor de dente! As ilustrações de Emanuelle Houdart são impressionantes: os monstros são bizarrros e até assustadores, mas são impecáveis, com cores incríveis, repletos de detalhes e referências. Cada monstro doente vem acompanhado de um texto delicioso, cheio de ironia e bom-humor: a descrição da doença em si, seus sintomas, tratamentos possíveis e uma pequena observação ao leitor. A publicação é da Edições SM.

3. MONSTRO ROSA

monstro-rosa

“Monstro Rosa” é um livro de monstro legal demais – e especialmente importante! Recebemos ele através do Clube de Leitores A Taba, do qual somos assinantes. Dessa vez, o assunto é diversidade – tratado de forma divertida e super criativa. Monstro Rosa não nasceu igual aos outros: enquanto todos eram brancos e pequenininhos, ele era grandão, peludo, ria de qualquer bobagem e era cor-de-rosa! Sentia-se estranho onde nasceu, não era nada fácil. Um dia, então, tomou coragem e partiu conhecer novos lugares. O caminho foi longo – mas chegando lá, depois de dias, noites, sol e chuva, encontrou um lugar onde tinha até arco-íris. E lá conheceu os monstros mais diferentes, coisas coloridas, rostos sorridentes – lá finalmente se sentiu feliz! É divertido acompanhar a jornada do simpático monstrinho – nas últimas páginas, as cores vão surgindo aos poucos, e a gente se sente descobrindo esse lugar cheio de diversidade (e respirando aliviado!) junto dele. O livro é escrito é ilustrado pela espanhola Olga de Dios – é sua primeira obra, e já recebeu inúmeros prêmios, além de ser traduzido para diversas línguas. No Brasil, a edição ficou por conta da Boitempo Editorial – e viva a diversidade!

4. KONSUMONSTROS

konsumonstros

Os Konsumonstros são monstrinhos simpáticos, coloridos e ótimos em inventar coisas – inventaram a roda, por exemplo, mas meio que não sabiam o que fazer com ela. Então colocaram uma gaiola em cima e inventaram o…carrinho de compras. Aí, da Idade da Roda para a Idade da Compra foi um pulo: e os Konsumonstros não pararam nunca mais de consumir. E hoje vivem assim: comprando sem parar, produzindo lixo e inventando muita moda – pra sempre ter o que comprar! Uma história de monstro engraçada demais (é cada produto maluco!), gatilho divertido para refletir e conversar sobre consumo excessivo. De Florence Breton, publicado pela Edelbra Editora.

5. COMO RECONHECER UM MONSTRO

como-reconhecer-um-monstro

Um bocadinho de mistério, muito humor e uma surpresa daquelas no final e pronto, tá aí um livro de monstro que não tem erro com a criançada! Nessa historinha curtinha escrita e ilustrada pelo argentino Gustavo Roldán, a gente acompanha um bichinho de cartola, engraçadíssimo, que vai descrevendo como reconhecer um monstro enquanto tenta ele mesmo reconhecer um…mas bem, mal imagina ele o que o aguarda no final! Pra rir muito e terminar ouvindo um “conta de novo?”, não tem jeito! Publicado pela Jujuba Editora.

***

 


6 jan 2016

livro: Os Monstros Mais Medrosos do Mundo

Escrito por
Livros

Hoje teve leitura logo de manhã aqui em casa: “Os Monstros Mais Medrosos do Mundo” é uma divertida história de monstros – mas monstros simpáticos e muito humanos! Francisco ficou todo encantado pelo Ugo Pedregulho: Ugo tem 9 anos e 5 pernas (herança do vovô), seu animal preferido é lhama, adora fazer rimas e como qualquer outra criança, teme o desconhecido.

Aliás, ele percebe uma coisa: todos seus amigos monstros também têm medos – e principalmente medo de outros monstros! Então ele tem uma ideia: que cada monstrinho leve um álbum falando um pouco de si, afinal, talvez eles apenas não se conheçam tão bem. É uma delicia conhecer os monstrinhos, ver o que curtem mais, curtir os desenhos super coloridos de cada um:

IMG_9161

O Pedro Bernardo, por exemplo, tem sete anos e gosta de pipoca, bola de gude, dinossauros e livros sobre dinossauros; já a Emília tem seis anos e gosta muito muito MUITO de picolé de uva; a Teteia tem sete anos, como Pedro Bernardo, mas gosta de luneta, xadrez, fantoches e sua cor preferida é azul-turquesa.

Sabe o quê? Dá vontade de brincar de desenhar e inventar monstrinhos também e seus gostos também – tá aí uma ideia divertida pra sugerir pra criançada! 🙂

Qual o livro, qual o livro?

OS MONSTROS MAIS MEDROSOS DO MUNDO

Texto e Ilustração: Paula Browne

Editora: Rocco, 2015

***


8 jul 2015

5 livros divertidos para dar risada

Escrito por
Livros

O papo do último vídeo foi um tanto quanto sério – então agora é vez de descontrair mesmo, sem medo de ser feliz. Aproveitando as férias de inverno que já chegaram pra muitas crianças, escolhi cinco livros super divertidos para fazer todo mundo dar risada – a seleção tá bacana, ó só:

1. DEIXEI O PUM ESCAPAR

O cachorro Pum já apareceu algumas vezes aqui no blog – é que ele é engraçado demais e o Francisco adora suas histórias e bagunças sem fim. Desde o primeiro livro, o “Quem Soltou o Pum?”, a gente adquiriu todos os livros impressos (são três) e o digital. Leu e releu infinitas vezes – e não adianta, todas as vezes o Fran ri alto. É que o trocadilho do cachorrinho Pum é uma das sacadas mais engraçadas e divertidas da literatura infantil, sem brincadeira – eu desafio a criançada a ler esse livro sem esboçar pelo menos um sorrisinho. Aqui, nesse livro, o Pum vai passear no parque. A idéia é soltar o Pum lá, porque ao ar-livre ninguém reclama, né? Mas o Pum escapa – e foge para longe. Aí é só desespero, tia Clotilde e família buscando como podem o cãozinho. Mas no final dá tudo certo – ele volta, e ainda traz companhia. Da Companhia das Letrinhas.

pum01

pum02

2. ATÉ AS PRINCESAS SOLTAM PUM

No ano passado eu fiz uma lista de 10 livros bem legais pra presentear a criançada no Natal, lá no Vida Materna – esse era um deles! É um livro que eu adoro dar de presente pra meninada que curte princesas e afins – tem todas as princesas que as crianças piram, mas com um diferencial bem engraçado: aqui elas também soltam pum. A menina Laura vem perguntar para seu pai se é verdade esse papo: as princesas também soltam pum, pai? Então lá vai o pai atrás de um volumoso livro cheio de respostas inesperadas. E não é que sim, as princesas também soltam pum, como a gente? E não apenas isso; aqui a gente descobre que as badaladas do sino da meia-noite ajudaram Cinderela a disfarçar um acidente daqueles, por exemplo. E a Branca de Neve desmaiou foi com um pum tóxico, e não com a maçã, como dizem os contos de fadas por aí. Pra rir mesmo! Escrito por Ilan Brenman, publicado pela Brinque-Book.

princesas01

princesas02

3. MAX, O CORAJOSO

A história do gatinho Max fez o Francisco rir um bocado – é que o Max é esse gatinho fofo e bonitinho que não quer mais ser visto assim. Ele quer ser visto com um muito corajoso caçador de ratos – coisa que tá bem difícil, porque olha, nem saber o que é um rato ele sabe. Então o Max sai em busca do tal rato – pergunta pra peixe, passarinho, coelho, elefante: você é um rato? Quando de fato ele se depara com um rato, esse, muito esperto, diz que é na verdade um monstro – e aponta ali para o que segundo ele é um rato. Só que ele aponta para o montro, e aí o Max se dá um bocado mal, claro. O livro é engraçado e hiper-colorido – cada página é de uma cor diferente, e a leitura é colorida e muito divertida. Escrito e ilustrado por Ed Vere, publicado aqui no Brasil pela Companhia das Letrinhas.

max01

max02

4. O GATO, O CACHORRO, CHAPEUZINHO, OS OVOS EXPLOSIVOS, O LOBO E O GUARDA-ROUPAS DA VOVÓ

O título é longo, mas não vale se intimidar com ele não – o livro é divertido e muito diferente! O gato, sentadinho muito confortável, tenta ler a história da Chapeuzinho Vermelho. Mas quem disse que consegue? O cachorro interrompe querendo saber coisas do tipo: qual o poder dessa chapuzinho? Cadê ovos explosivos, cadê raio de bondade – ele quer é uma história cheia de aventura e ação. E também quer entender porque, por exemplo, o lobo-mau já não come mesmo a chapeuzinho, porque tem que ir atééé a vovozinha – e faz mil perguntas. É divertido o jeito como a conversa acontece, as ilustrações misturadas ao texto, lembra quadrinho. Daqueles livros que exigem altas vozes, barulhos e emoção na hora da leitura, divertido demais! Da editora WMF Martins Fontes.

chapeuzinho01

chapeuzinho02

5. PRESOS

Já falei desse livro por aqui quando indiquei livros infantis em inglês que a gente curte. A boa notícia é que tem edição do livro por aqui, e olha, esse é um dos livros mais divertidos que já nos passou pelas mãos, sem brincadeira. Um garotinho prende a pipa em uma árvore, enquanto brinca. Pra tirar a pipa de lá, ele joga seu sapato favorito…que fica preso também. Aí o outro pé do sapato pra tirar o primeiro, o gato pra tirar o segundo, uma escada para tirar o gato, um balde de tinta pra tirar a escada – e bem, aí dá pra imaginar a bagunça que a árvore vira. É engraçado porque ele joga as coisas mais absurdas, como um navio, um orangotango e até um caminhão de bombeiros – mas no final dá tudo certo, pelo menos pra pipa. Ela é resgatada, mas fica tudo lá, preso – é muito engraçado! As ilustrações do Oliver Jeffers são divertidas demais, o livro é uma delícia de ler. Imperdível, de verdade!

presos01

presos02

***