oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



7 dez 2016

Livros Infantis Pop-Up

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo, Livros

Não tem quem resista: livros pop up são bonitos demais! Tá certo que são bastante delicados e exigem cuidado quando são lidos com crianças pequenininhas – mas a verdade é que chamam a atenção e tornam qualquer história mais emocionante! Já para as crianças mais velhas, os livros pop up permitem maior exploração e tornam a leitura uma brincadeira. Em clima de Natal, quatro dicas de livros pop up para curtir e presentear pequenos, médios e grandes!

-> Para ver cada um deles por dentro, só ver o vídeo lá no youtube! 🙂

1.UMA LAGARTA MUITO COMILONA

Tá aí um livro que não pode faltar na biblioteca de nenhum bebê! Nessa versão pop up, o livro é grandão e super interativo – mas bastante delicado, vale afirmar. Conta a história de uma lagarta que nasce e quer crescer – e come, come, come! A cada página, vamos acompanhando sua comilança, repetindo os nomes dos dias da semana, das frutas e de outras guloseimas mais (que assim como nós, a lagarta não é de ferro). Nessa versão, as frutas pulam das páginas, os doces, o casulo…e a linda borboleta que a lagarta vira. Tenho curtido ele bastante com o Vinícius (4 meses de vida), que fica a-lu-ci-na-do quando viro as páginas. É até engraçado de ver! Publicado pela Callis.

2. O PEQUENO PRÍNCIPE

Super clássico infantil, “O Pequeno Príncipe” dispensa apresentações – nessa versão pop up, linda de morrer, é tudo original: o texto está na íntegra, as aquarelas são do próprio autor. Acho isso especialmente importante porque desde que se tornou domínio público, em 2015, pipocaram por aí versões diferentes da obra – muitas com qualidade altamente duvidosa. Essa é uma das edições mais bonitas que existem no mercado, um presente lindo: livro grandão, bonito demais, que impressiona mesmo. O nosso existe desde que o Francisco tinha 1 ano de idade (está um tanto acabadinho, inclusive), e olha, valeu cada centavo investido. Ah, vale dizer que volta e meia entra em promoção: já vi por aí por menos de 50 reais – vale ficar de olho! Da editora Agir.

3. A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE

Roald Dahl foi um autor que tive a sorte imensa se conhecer e de curtir com o Francisco esse ano, e foi legal demais! É dele clássicos como O BGA – O Bom Gigante Amigo, Matilda e A Fantástica Fábrica de Chocolates – todos livros que viraram filmes incríveis.  Essa aqui é uma edição especial do livro: é pop-up, com janelas, abas e surpresas que se abrem grandiosas a cada página virada. A história é reduzida, mas a viagem visual compensa demais: as ilustrações de Quentin Blake saltando aos olhos parece sonho! Publicado pela Martins Fontes.

4. ERA UMA VEZ…

“Era Uma Vez…” é um livro pop-up impressionante: é um livro imagem pop-up, sem texto. Traz a interpretação do autor, o artista Benjamin Lacombe, de vários clássicos da literatura infantil. Cada página uma releitura: a Chapeuzinho Vermelho, o Pinóquio, a Alice no País das Maravilhas  – mas é tudo tão diferente, tão maluco, tão incrível que precisa ser apreciado muitas e muitas vezes. Livro lindo para presentear crianças e também adultos que amam edições impecáveis! Da Editora Positivo.

***


21 out 2015

Especial Dia das Bruxas: 5 Livros Assustadores (mas nem tanto)

Escrito por
Livros

Dia 31 tá aí, dia das Bruxas! A gente não tem muito o costume de celebrar o dia no Brasil – mas ainda assim, dá pra aproveitar o clima da época pra ler divertidos livrinhos de terror. Eu sempre curti histórias que envolviam bruxas (as da Eva Furnari, a Bruxa Onilda), fantasmas e afins – e acho legal que o Francisco também gosta demais. É só ter algum mistério, um vampiro na história, um monstro escondido e pronto, ele fica curioso. Escolhi 5 dos nossos livros preferidos – são livros bacanas pra crianças na faixa dos 5, 6, 7 anos de idade. Não muito assustadores, pra não apavorar ninguém, e muito divertidos!

1.A CASA ASSOMBRADA

Esse livro é especialmente legal para os pequeninos – é o livro menos assustador da lista, o mais feliz. Conta a história de uma garotinha que se muda para uma casa assombrada. No primeiro dia dentro dela ela descobre que muitos fantasmas habitam a casa; mas a menina é uma bruxinha, e fica feliz da vida com a novidade. Então ela caça um por um, com ajuda do seu amigo gato, coloca todos na máquina de lavar e adivinha? Transforma os fantasmas em utilidade: um vira toalha de mesa, outro cortina de banho, outro ainda vira lençol. Historinha simples, com um final bem feliz e uma lição divertida. As ilustrações também são bacanas: muito preto e laranja com colagens em papel branco. Da japonesa Kazuno Kohara, publicado pela Cosac-Naify.

a-casa-assombrada-01

a-casa-assombrada-02

2. BEM-VINDO A MONSTRÓPOLIS

Esse a gente descobriu lá na Biblioteca Pública do Paraná – eu disse que o Francisco não resiste a monstros, foi ver e quis logo emprestar o livro! A historinha é assim: na cidade de Monstrópolis, quando anoitece, todos os seres começam a trabalhar. O divertido é acompanhar as profissões das criaturas – os morcegos-vampiros, claro, trabalham no banco de sangue. As aranhas gigantes limpam os vidros, o lobisomem, dono de um belo topete, corta os cabelos, a lula gigante serve lanches na madrugada. Os seres são super coloridos, e as ilustrações cheias de detalhes divertidos – o autor, Ryan Heshka, é um aficcionado por monstros, e dá pra perceber suas influências. Livro cheio de cor, com estilo meio retrô e criaturas simpáticas, é outro que diverte os mais pequenos. Publicado pela Manole.

bem-vindo-a-monstropolis-01

bem-vindo-a-monstropolis-02

3. DRÁCULA

Um garoto recebe um convite para uma festa em um castelo – quando chega lá, várias surpresas. Seres estranhos cozinham pratos esquisitos (creme de cobra, fígado de rato), múmias embrulham os presentes – é aniversário do Conde Drácula e a festa está sendo montada! A historinha é engraçada e cheia de rima  – e o mais divertido é que conforme vamos passeando pela festa, vamos abrindo abas que escondem as criaturas todas. Cada página, um ser novo, um cantinho da festa – até o final, onde se abre o caixão e TCHARAM, lá está o aniversariante, que se abre verde e grandão na última página! Outro livro bacana para ler com crianças pequenas, com muita cor e interações divertidas. Publicado pela Companhia das Letrinhas.

dracula-01

dracula-02

4. CASTELO MAL-ASSOMBRADO

Quando o Francisco fez 4 anos de idade, quis uma festa de Halloween. Então fiz uma festa cheia de bruxas, vampiros e afins, tudo bem que bem fora de época – o aniversário dele é no final de junho. Mas todo mundo adorou – e foi até gente fantasiada! Achei legal que ele ganhou muitos presentes sobre o tema – inclusive alguns livros de terror. Esse foi um deles, e o Francisco tem loucura por ele: mas já aviso, o livro dá belos sustos! A história em si é aquela conhecida dos livros de terror – conta sobre um grupo de amigos que vão parar em um castelo apavorante em pleno dia das bruxas. O diferencial do livro mesmo está nos muitos pop-ups, sustos e barulhos assustadores a cada página virada. Esse bota um medinho, vai – mas é divertido demais! Publicado pela Libris, está esgotado no site da editora – mas dá para encontrar fácil na Estante Virtual e outras lojas online.

castelo-mal-assombrado-01

castelo-mal-assombrado-02

5. MANUAL PRÁTICO DE BRUXARIA EM 11 LIÇÕES

Rá, esse é muito meu, mas vai, eu empresto pro Francisco – é que ele descobriu na minha estante, aí o jeito é dividir, né? Quando eu era adolescente, eu jurava que era Wicca – tive uma fase de querer saber tudo sobre bruxaria, feitiços e afins, juro. Era divertido, mas durou pouco – o que ficou foi o gosto pelas bruxas e suas histórias. Esse livro também ficou dessa época – é muito engraçado e divertido, cheeeio de detalhes, segredos e cantinhos para descobrir e rir muito. Como diz o título, é um manual: 11 lições para se tornar uma bruxa, com muito, muito humor. Várias piadas, receitas, feitiços e dicas para cuidar de um jardim apavorante, escolher uma casa ideal, se enfeiar e assustar geral. O livro é grandão, e rende boas leituras – leitura divertida para crianças pequenas e maiores também, viu? Da editora Ática.

manual-pratico-de-bruxaria-01

manual-pratico-de-bruxaria-02

***


9 set 2015

4 Livros Infantis Divertidos para Ajudar no Desfralde

Escrito por
Desfralde, Destaques, Fases e momentos especiais, Listas de Livros, Livros

Tá aí um post que eu tô pra fazer há tempo – desde a época do desfralde do Francisco, na verdade, que hoje já está com 5 anos de idade. Falando assim, parece que faz séculos, mas a verdade é que nem faz. É que aqui em casa o desfralde foi longo e bem trabalhoso. Tentamos algumas vezes sem sucesso, e quando de fato a fralda saiu o que não saía mais era o…cocô. Pois é – a relutância com penico era tão grande que ele começou a segurar o quanto podia – e isso durou muito, muito tempo. Não foi fácil – mas no final deu tudo certo. A verdade é que cada criança tem seu tempo, seus medos e receios – e o desfralde exige muita paciência e dedicação. Uma coisa importante e que aqui fez toda a diferença foi deixar a coisa toda o mais parecido com uma brincadeira possível, usar e abusar do lúdico. Livros infantis divertidos que tratam do assunto (xixi, cocô e afins) são belos aliados nessa hora – por isso, escolhi 4 que valem ter em mãos na hora do desfralde.

1.O QUE TEM DENTRO DA SUA FRALDA?

Tá aí um clássico do desfralde, conhecido de muita gente e queridinho de muita criança – esse é um livro bem bacana para os pequenos que estão partindo das fraldas para o penico. Já falei do livro por aqui lá no início de 2013 (e depois até rolou sorteio) – é dos nossos preferidos no assunto, de longe. Não há criança que resista aos pequenos bichinhos e suas fraldas repletas de cocô, essa é a verdade – o livro é bonitinho, engraçado e bastante interativo: no caso, a interação é abrir fraldas alheias, através de divertidas abinhas. Na história, um ratinho muito do curioso e intrometido vai bisbilhotando a fralda de cada um dos seus amigos – aí é coelho, cachorro, nem o bezerro escapa da indiscrição. Todos têm a fralda suja – mas quando chega a hora do ratinho, tcha-ran! A fralda está limpinha. Os bichinhos ficam todos perplexos até entender que…ah, o ratinho já partiu pro penico. Ele mostra então seu penico repleto de cocozinhos e assim termina o livro, cada bichinho no seu penico, feliz da vida. Como eu disse, um clássico – ficou um tempão esgotado para desespero das mães em fase de desfralde, mas já foi reeditado. Da Brinque-Book.

o-que-tem-dentro-da-sua-fralda-01

o-que-tem-dentro-da-sua-fralda-02

2. CADÊ O MEU PENICO?

Outro clássico! Falei dele também por aqui na época: é que eu não podia ver livro sobre penico, cocôs e afins que eu trazia pra casa. Alguns fizeram muito sucesso, outros muito pouco – esse aqui foi um dos que o Francisco curtiu bastante. Livrinho mais simples, sem abas ou nada parecido, mas com uma história muito divertida e cheio de rimas e repetição – já falei, os pequenos adoram isso e é uma excelente forma de fisgar sua atenção. Aqui, a história é da pequena Hortênsia, garotinha apurada para ir ao banheiro – problema é que não há jeito dela encontrar o penico, que está sendo usado por todos os animais da fazenda. Eles não sabem que é um penico, chamam de “pote cocozeiro” (nem preciso dizer que aqui em casa até hoje penico é tratado assim, né?). Então há esse belo desencontro: penico ninguém sabe o que é, mas esse pote cocozeiro…que belíssima invenção! Quando a Hortênsia não se aguenta mais mesmo e vai partir para o matinho, os bichos entram em desespero – e oferecem pra ela o tal pote cocozeiro. Um livro pra rir muito com os pequenos e deixar mais leve qualquer desfralde! Publicado pela Companhia das Letrinhas.

cade-meu-penico-01

cade-meu-penico-02

3. QUERO MEU PENICO

Esse eu emprestei lá da biblioteca, recentemente – por isso, não fez parte do nosso desfralde, mas é um livro tão divertido que olha, queria ter conhecido antes. Fez o Francisco rir adoidado – as ilustrações de Tony Ross são muito engraçadas e caricatas, isso já diverte! Aqui, a princesinha começa cansada da sua fralda, mas reluta um bocadinho pra usar o penico. Aí é ela se escondendo atrás do sofá pra fazer cocô (gente, o Francisco fez TANTO isso que deuzolivre), fugindo por aí. “O certo é no penico”, diz a rainha. Até um dia em que a princesinha decide que então….ela quer penico. Aí é um deus nos acuda, gente gritando pra tudo que é lado – grita o rei, a camareira, o cozinheiro, o jardineiro, todos correndo esbaforidos atrás do penico da princesinha. Quando o penico finalmente chega…é tarde demais. Tá aí, outra coisa que acontece (e muito): acidentes no trajeto fralda-penico. Um jeito bacana da criançada se sentir confortável com eles é assim, vendo que acontece mesmo, com todo mundo – inclusive com as princesinhas. Mais um livro engraçado e divertido sobre o desfralde, publicado pela Martins Fontes.

quero-meu-penico-01

quero-meu-penico-02
4. DA PEQUENA TOUPEIRA QUE QUERIA SABER QUEM FEZ COCÔ NA CABEÇA DELA

O nome é longo, eu sei – tem que ver o Francisco tentando lembrar dele todo, eu me divirto. Esse não é exatamente um livro sobre o desfralde, mas como trata de cocô, achei que podia ajudar também – por aqui ajudou. Aliás, volta e meia ajuda, é um livro que serve pra muita coisa na vida – conta a muito engraçada história de uma toupeira míope (pois é) que um dia acorda com um cocozão na cabeça. Aí lá sai ela, muito indignada, interrogando cada um dos bichos – quem teria feito aquele desaforo? O nosso livro é pop-up, e permite diversas interações com os cocozinhos – mas como eu disse no vídeo, aqui eles foram de desfazendo nas muitas leituras. Hoje eu compraria a versão simples mesmo – afinal, o divertido aqui mesmo é a história. Olha, garanto: não há criança que não caia na gargalhada com a toupeira e seu enigma do cocô. Ah, no final ela descobre, com a ajuda de duas moscas, quem foi o culpado: o cachorro do açougueiro – e resolve se vingar fazendo o mesmo. Muitos cocozinhos de toupeira na cabeça do cão e lá sai ela fugindo, vitoriosa! Publicado pela Companhia das Letrinhas.

da-pequena-toupeira-coco-cabeca-01

da-pequena-toupeira-coco-cabeca-02

…hoje foram só quatro livros, quatro que lemos e aprovamos – mas a verdade é que não falta por aí literatura para ajudar na época do desfralde. A Michelle, do Vida Materna, já falou um bocado sobre o desfralde (vale ler as dicas dela, viu?) e indicou o Hora do Penico (e também o do ratinho!). A Kênia, lá do Vira-Páginas, fez uma lista ótima (de utilidade pública!), com vários outros livros que falam sobre o tema. É abastecer a biblioteca com o assunto e…boa sorte no desfralde, que acreditem, passa! 😀