oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 7 anos, e vinícius, de 1 ano. seja bem-vindo! Leia mais



15 jul 2016

Tromba Tromba, de David McKee

Escrito por
Destaques, Diversidade e Respeito, Novidades e Lançamentos, Para Refletir

David MacKee é um nome que olha, não devia ficar fora da biblioteca de ninguém. A verdade é que poucos autores conseguem tratar de assuntos tão importantes com a coragem e o humor desse britânico. Tromba-Tromba (Tusk Tusk, em inglês) é um de seus grandes clássicos, escrito em 1978 – e que chega agora no Brasil, publicado pela Pequena Zahar.

tromba tromba

A história, ao primeiro olhar, é muito simples: elefantes brancos e elefantes pretos que se dão muito mal e resolvem guerrear. A luta é só entre si – eles nem sabem porque não se gostam, mas não se gostam e pronto. Um dia, inicia-se uma batalha. Os elefantes que não estão dispostos a brigar se afastam; já os outros brigam, até, claro, se matarem.

tromba-tromba-2

Por muitos e muitos anos não se vê mais elefante algum sobre a terra. Até que do fundo da selva, um belo dia, saem os netos daqueles elefantes pacíficos: elefantes cinzas! Esses sim se dão muito bem – se bem que ultimamente os de orelhas grandes e os de orelhas pequenas têm se olhado de um jeito meio estranho…

Um livro tão simples, tão leve (muito por conta das cores e traços quase cômicos de McKee) – mas que serve de impulso para as mais diversas e importantes discussões sobre preconceito, intolerância e violência. Atual e urgente!

***


20 maio 2015

6 livros infantis (e infantojuvenis) para celebrar a diversidade

Escrito por
Livros

Deixa eu contar: eu tava pra fazer um especial sobre o Ziraldo, faz tempo – livros escolhidos, separados, lidos e relidos, o escritor e ilustrador vai lá e me faz uma declaração polêmica como a última. Aí eu pensei: quer saber? O especial do Ziraldo vai rolar, mas outra hora – tem coisa mais importante pra gente conversar agora, já. E aproveitando o gancho do último domingo, dia 17 de maio, dia internacional contra a homofobia, escolhi 6 livros para celebrar a diversidade.

Tem livro que mostra todos os tipos de família; tem livro para brincar e conversar sobre igualdade; tem livro para as crianças mais velhas e adolescentes. E dessa vez também tem vídeo, lá no canal do youtube do blog. Corre ver:

1. CADA FAMÍLIA É DE UM JEITO  

Já falei desse livro por aqui, e gosto demais dele – é um livro despretensioso, que ganha a gente pela simplicidade. Em rimas e muito colorido, ele vai mostrando todos os tipos de família que existem por aí:

“Família, não tem duas iguais.

Tem família com duas mães e famílias com dois pais.

Tem família com um pai e uma mãe que não se entendem como parentes.

Nesse caso eles moram em casas diferentes.

E por aí vai…tem família só com mãe ou só com pai.”

“Cada família é de um Jeito” fala das famílias, mas fala também dos indivíduos dentre dela – aí tem gente careca, de cabelão, grande como um avião. Um livro divertido e muito gostoso de ler com as crianças pequenas. Escrito e ilustrado por Aline Abreu, da editora DCL.

CADAFAMILIA

CADAFAMILIA02

2. THE FAMILY BOOK

Outra livro que os pequenos curtem demais é esse, “O Livro da Família”, em português – esse e todos os outros do Todd Parr, aliás. Ele faz essas ilustrações hiper coloridas, bem descontraídas e com textos curtos e de linha grossa misturados aos desenhos, a criançada reconhece de longe! Seus livros também têm outra marca registrada: sempre celebram as diferenças. Nesse aqui Todd Parr apresenta as mais diferentes famílias – família grande, pequena, de cores diferentes, que não se parecem, que têm dois pais, duas mães, ou apenas um deles. É leve e divertida a forma como ele trata de todo e qualquer assunto, e seus livros são gostosos de ler. O nosso é em inglês, da LB Kids (como seus textos são curtinhos e simples, dá pra ler fácil na língua original e de quebra aprender vocabulário!), mas a versão em português saiu no Brasil pela Panda Books.

FAMILYBOOK

FAMILY02

3. O MEU VIZINHO É UM CÃO

Esse já passou por aqui algumas vezes – é de longe um dos livros que mais lemos e relemos aqui em casa, um dos preferidos do Francisco e meus também. Em “O Meu Vizinho é um Cão”, Isabel Minhós Martins transmite a importância de se respeitar os outros, seja quais forem nossas diferenças, através de uma história muito divertida: num prédio onde moram os vizinhos mais diferentes, uma menina curiosa observa e nos conta sobre cada um deles. Tem um cão solitário que toca saxofone na varanda; uma dupla de elefantes que estende grandes lençóis no quintal;  um crocodilo misterioso – mas a pequena da história gosta de todos eles, brinca com todos. Mesmo com o olhar muito torto dos seus pais. Um livro lindo, com ilustrações cheias de ação e detalhes, escrito por Isabel Minhós Martins e ilustrado por Madalena Matoso. O nosso é a edição portuguesa, da Planeta Tangerina. Mas tem edição no Brasil sem senhor – aqui se chama “Meu Vizinho é Um Cão” (sem o “O”) e saiu pela Cosac-Naify. Essencial!

MEUVIZINHO

MEUVIZINHO02

4. TODOS FAZEMOS TUDO

Outro livro que eu e o Francisco gostamos demais! Em Todos Fazemos Tudo não há texto algum, apenas imagens. As páginas são divididas em dois: na parte de cima, a identidade da pessoa. Homem, mulher, jovem, senhor, negro, loiro, com chapéu ou de bigode – abaixo, a atividade que está fazendo. Aí tem de tudo: dirigindo um trator, jogando bola, cozinhando, andando de snowboard. A brincadeira é essa: folhear o livro e criar situações diversas, inventar mil histórias possíveis. Aqui todo mundo é igual e todos podem tudo – como deveria ser na vida, oras! As ilustrações de Madalena Matoso são divertidas demais, com detalhes a serem observados um a um (o Francisco adora!) e muita cor. Outro livro da editora portuguesa Planeta Tangerina – no Brasil ainda não há edição. 🙁

TODOSFAZEMOS

TODOSFAZEMOS02

5. JAMILY, A HOLANDESA NEGRA

Conheci esse livro na Biblioteca Pública do Paraná – e achei tão bacana! Foi escrito por Alyson Reis, que na época tinha 13 anos. Alyson foi adotado depois de passar por sete abrigos diferentes no Rio de Janeiro, e hoje mora aqui em Curitiba com seus dois pais, David e Toni. A história que ele escreveu é inspirada na sua, bonita e cheia de esperança. Mas aqui é Jamily, uma menina negra, adotada por um casal gay holandês – sua vida quando pequenina ainda, faminta e abandonada, e depois acolhida e muito bem cuidada. Livro de fácil leitura e com uma mensagem muito, mas muito legal – família é quem cria, dá educação, carinho e limites e incentiva a responsabilidade e a autonomia. É assim que nos ensina o próprio Alyson. Da editora Appris.

JAMILY

JAMILY02

6. A HISTÓRIA DE JÚLIA E SUA SOMBRA DE MENINO

O último livro da lista eu conheci através da Revista Emília. Na história, conhecemos a menina Júlia: ela anda com o cabelo bagunçado, a roupa rasgada, gosta de aprontar algumas. É seu jeito de ser, como se sente feliz. Mas seus pais não se conformam – vivem dizendo que ela se parece um menino. Um belo dia, a sombra de Júlia começa a se transformar, e vira a sombra de um menino. O Francisco torceu o nariz para o livro – ficou até com um pouco de medo das ilustrações um tanto quanto sombrias. É verdade, é para crianças mais velhas e adolescentes – um livro precioso pra essa turma, aliás! Livro bonito demais, com jeitão de quadrinho, versos, diálogos, conflitos. Para ler, admirar, pensar e conversar muito. Um clássico da literatura francesa, saiu aqui no Brasil pela Editora Scipione.

JULIA

JULIA02

***


5 ago 2014

Cada Família é de um Jeito

Escrito por
Livros

Tem uns livros que ganham a gente pela simplicidade – esse aqui é um deles. Uma das aquisições mais divertidas da nossa biblioteca dos últimos tempos, Cada Família é de Um Jeito é um livro que explica de forma muito simples algo importante: o quanto cada família é diferente.

IMG_9506

“Família, não tem duas iguais.

Tem família com duas mães e famílias com dois pais.

Tem família com um pai e uma mãe que não se entendem como parentes.

Nesse caso eles moram em casas diferentes.

E por aí vai…tem família só com mãe ou só com pai.”

Agora me diz  – como não amar um livro que começa logo assim? E ele é todo bonitinho. Inteiro em rimas, é fácil e gostoso de ler com crianças de qualquer idade, especialmente as pequeninas. É um jeito divertido de abordar um tema tão presente nos dias de hoje, os diferentes tipos de família que por aí existem. Família com muitos filhos, com poucos filhos, com pai e mãe, família de pais e mães gays, famílias solteiras como a nossa aqui em casa – todos esses novos núcleos familiares para o qual muita gente infelizmente ainda faz cara feia, mas que ó, tá aí e só enriquece a vida.

IMG_9514

É um livro legal para se ler em casa e também na escola – no semestre passado foi esse o tema trabalhado na turma do Francisco, a família. Tivesse conhecido esse livro antes, certamente teria sugerido ele. Tanto o texto como as ilustrações, fofas e coloridas, são da carioca Aline Abreu – fui lá fuçar o site dela conhecer seu trabalho, vi muita coisa bacana! Fiquei curiosa para conhecer o Menina Amarrotada (já curti o nome) – foi um dos 30 livros escolhidos pela Revista Crescer nesse ano e tem uma historinha bem diferente.

IMG_9510

A edição é da DCL Editora, fácil de achar. Sai por R$ 20,70 na loja virtual da editora- mas vale pesquisar que dá pra encontrar por até 13 reais. Livrinho essencial.