oi! meu nome é daisy e aqui eu compartilho minhas aventuras literárias (e mais), com meus filhos francisco, de 6 anos, e vinícius, ainda bebê. seja bem-vindo! Leia mais



7 dez 2016

Livros Infantis Pop-Up

Escrito por
Clássicos, Divertidos, Interativos e Livros-Brinquedo, Livros

Não tem quem resista: livros pop up são bonitos demais! Tá certo que são bastante delicados e exigem cuidado quando são lidos com crianças pequenininhas – mas a verdade é que chamam a atenção e tornam qualquer história mais emocionante! Já para as crianças mais velhas, os livros pop up permitem maior exploração e tornam a leitura uma brincadeira. Em clima de Natal, quatro dicas de livros pop up para curtir e presentear pequenos, médios e grandes!

-> Para ver cada um deles por dentro, só ver o vídeo lá no youtube! 🙂

1.UMA LAGARTA MUITO COMILONA

Tá aí um livro que não pode faltar na biblioteca de nenhum bebê! Nessa versão pop up, o livro é grandão e super interativo – mas bastante delicado, vale afirmar. Conta a história de uma lagarta que nasce e quer crescer – e come, come, come! A cada página, vamos acompanhando sua comilança, repetindo os nomes dos dias da semana, das frutas e de outras guloseimas mais (que assim como nós, a lagarta não é de ferro). Nessa versão, as frutas pulam das páginas, os doces, o casulo…e a linda borboleta que a lagarta vira. Tenho curtido ele bastante com o Vinícius (4 meses de vida), que fica a-lu-ci-na-do quando viro as páginas. É até engraçado de ver! Publicado pela Callis.

2. O PEQUENO PRÍNCIPE

Super clássico infantil, “O Pequeno Príncipe” dispensa apresentações – nessa versão pop up, linda de morrer, é tudo original: o texto está na íntegra, as aquarelas são do próprio autor. Acho isso especialmente importante porque desde que se tornou domínio público, em 2015, pipocaram por aí versões diferentes da obra – muitas com qualidade altamente duvidosa. Essa é uma das edições mais bonitas que existem no mercado, um presente lindo: livro grandão, bonito demais, que impressiona mesmo. O nosso existe desde que o Francisco tinha 1 ano de idade (está um tanto acabadinho, inclusive), e olha, valeu cada centavo investido. Ah, vale dizer que volta e meia entra em promoção: já vi por aí por menos de 50 reais – vale ficar de olho! Da editora Agir.

3. A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE

Roald Dahl foi um autor que tive a sorte imensa se conhecer e de curtir com o Francisco esse ano, e foi legal demais! É dele clássicos como O BGA – O Bom Gigante Amigo, Matilda e A Fantástica Fábrica de Chocolates – todos livros que viraram filmes incríveis.  Essa aqui é uma edição especial do livro: é pop-up, com janelas, abas e surpresas que se abrem grandiosas a cada página virada. A história é reduzida, mas a viagem visual compensa demais: as ilustrações de Quentin Blake saltando aos olhos parece sonho! Publicado pela Martins Fontes.

4. ERA UMA VEZ…

“Era Uma Vez…” é um livro pop-up impressionante: é um livro imagem pop-up, sem texto. Traz a interpretação do autor, o artista Benjamin Lacombe, de vários clássicos da literatura infantil. Cada página uma releitura: a Chapeuzinho Vermelho, o Pinóquio, a Alice no País das Maravilhas  – mas é tudo tão diferente, tão maluco, tão incrível que precisa ser apreciado muitas e muitas vezes. Livro lindo para presentear crianças e também adultos que amam edições impecáveis! Da Editora Positivo.

***


2 fev 2016

Contos de Fadas + Desafio A Taba!

Escrito por
Clássicos, Contos de Fada, Destaques, Posts Especiais

No início desse ano topei participar de um desafio divertido proposto pela Denise Guilherme, lá d’A Taba: ler, a cada mês, um livro selecionado por especialistas em literatura infantil e juvenil e debater sobre ele. A ideia é justamente conhecer um pouco mais da história desse gênero literário. O debate rola lá no site, através de comentários, e também em uma roda de leitura online, que acontece no primeiro dia de cada mês – ontem foi a primeira, e foi legal demais. Dá pra assistir aqui. 😉

desafioataba

O primeiro livro foi esse aqui embaixo, “Contos de Fadas”, da Editora Zahar. Um livrão, na verdade, com jeito de enciclopédia, absolutamente essencial para qualquer um que tenha curiosidade pelo universo da literatura infantil. São 26 contos de fadas originais dos Irmãos Grimm, de Perrault, Andersen e outros grandes autores – sem cortes, sem adaptações, acompanhados de notas (para que nada passe despercebido) e pequenos desenhos (essa foi uma das coisas que conversamos ontem: poderiam ser maiores, vai!) de diferentes ilustradores em diferentes séculos.

"Contos de Fadas - Edição Comentada e Ilustrada"

“Contos de Fadas – Edição Comentada e Ilustrada”

Foi ler o livro e me deparar com mil memórias da infância – além de ter algumas surpresas e ficar de boca aberta com o desenrolar de algumas das histórias. As muitas tentativas da madrasta de matar Branca de Neve dos irmãos Grimm, por exemplo – primeiro um cordão, depois um pente envenenado, só depois a maçã (e na verdade, não é o veneno que a ataca – ela se engasga com um naco da fruta, minha gente!). A princesa que não beija o sapo para transformá-lo em príncipe em “O Rei Sapo”, também dos Grimm – mas sim o joga com força contra a parede, cheia de raiva e nojo. As morais um tanto quanto cômicas de Perrault ao final de Cinderela, o a dor sem fim da Pequena Sereia de Andersen (e ela morre no final, pronto, contei!). Foi uma experiência incrível poder conhecer melhor cada um desses contos que permeiam nosso inconsciente e conhecer melhor seu contextos históricos (tão importantes para compreender cada um). 

"Branca de Neve" dos Grimm foi um dos meus preferidos!

“Branca de Neve” dos Grimm foi um dos meus preferidos!

 

O livro do próximo desafio foi divulgado ontem mesmo: será O Bom Gigante Amigo, clássico de Roald Dahl, um dos maiores nomes da literatura infantil universal. Em junho de 2016 sai o filme inspirado no livro, dirigido por ninguém menos que Spielberg – e essa é nossa oportunidade de conhecer o livro antes que chegue às telonas, rá! Todo mundo pode – e deve! – participar do desafio, é só se inscrever e adquirir o livro – ele vai estar com 30% durante todo o mês de fevereiro lá n’A Taba. Para saber mais, só clicar aqui. Bora? 🙂